Destaques Linha 17

Linha 17-Ouro do Metrô tem obras retomadas na Marginal Pinheiros

Apesar da disputa judicial ainda em andamento, a concretagem das vigas no trecho às margens do rio voltou a ser realizada
Trabalhadores concretando as vigas no leito da Marginal Pinheiros (Fernando Galfo)

Há 5 anos, em maio de 2013, a primeira viga-guia foi instalada na Avenida Jornalista Roberto Marinho, entre a Rua Princesa Isabel e o Viaduto Vereador José Diniz. Do total de 1.051 vigas do trecho 1, ainda faltam quase 100 para serem lançadas. E justamente essas últimas são as que mais estão demorando a serem instaladas.

Conforme noticiamos em março de 2018, a disputa judicial entre o Metrô e o consórcio Monotrilho Integração (que reúne as construtoras Andrade Gutierrez e CR Almeida mais as empresas Scomi e MPE) atrasou bastante os trabalhos com as vigas mas felizmente não parou totalmente.

Recentemente, a retomada dos trabalhos no leito do Rio Pinheiros para concretagem das vigas para receber as vigas-trilho foi oficializada, de acordo com a Secretaria de Transportes Metropolitanos. Muito provavelmente por causa do início da obra da Estação Morumbi. Não foi informada a duração dos trabalhos.

Retomada dos trabalhos no leito do Rio Pinheiros (Metrô)

A última notícia de trabalhos realizados na região, foi o içamento da passarela de emergência nas vigas-trilho sob a pista local da Marginal Pinheiros em março de 2018 e o içamento das vigas-trilho em outubro de 2017.

Em consulta ao Metrô, o cronograma da obra ainda está em revisão e não está prevista a interdição na Marginal Pinheiros para o lançamento das vigas-trilho sobre a pista expressa, salvo em casos excepcionais. O cronograma tanto da fabricação das vigas-trilho do trecho 1, quanto da fabricação e entrega de trens está em revisão, apesar de promessas não confirmadas de entregas em setembro de 2017 e em março de 2018 pela fabricante dos trens Scomi.

Acreditamos que como o processo ainda corre na Justiça, a qualquer momento a juíza pode decidir sobre a rescisão do contrato, das empresas Andrade Gutierrez e a CR Almeida, do consórcio e todo esse cronograma, se fosse divulgado, causaria falsas esperanças.

Já no pátio Águas Espraiadas, já é possível ver a laje do primeiro andar sendo concretada de acordo com fotos divulgadas pelo Metrô em abril de 2018. Essa parte da obra está a cargo do consórcio Consórcio Linha 17 – Ouro

Concretagem da laja do primeiro andar do Pátio Águas Espraiadas (Metrô)

Em consulta ao Metrô também, foi informado que o túnel sob a Av. Washington Luís está com sua escavação concluída. Relembre aqui a visita que o blog fez as obras do túnel.

Resta agora aguardar a decisão da juíza Carmen Cristina Fernandez Teijeiro e Oliveira no processo, e esperar que seja decidido o que for melhor para população e para o erário público, que esperam ansiosamente por mais uma linha do Metrô. Segundo o governo do estado, a previsão de inauguração do trecho prioritário da Linha 17-Ouro deverá ocorrer no final de 2019.

 

About the author

Fernando Galfo

É engenheiro por formação e entusiasta de obras de mobilidade urbana. Utiliza transporte individual na maioria das vezes mas acompanha e sabe da real e urgente necessidade de investimentos em infraestrutura e principalmente em transporte público aliadas com políticas públicas de redução da pendularidade do sistema de transportes.

Proprietário do blog www.ferroviando.com.br

Um comentário

Click here to post a comment

Posts mais compartilhados

AUTOO