Da esquerda para a direita, Dario Rais Lopes e Clodoaldo Pelissioni: secretários discordaram sobre o atraso do monotrilho

Da esquerda para a direita, Dario Rais Lopes e Clodoaldo Pelissioni: secretários discordaram sobre o atraso do monotrilho

Em nova audiência pública, desta vez com a presença do secretário estadual dos Transportes Metropolitanos Clodoaldo Pelissioni, a Linha 18-Bronze teve finalmente alguns pontos esclarecidos a respeito do seu futuro. Sem a verba prometida pelo governo federal, restará obter um financiamento no exterior, segundo o secretário: “Vamos tomar dinheiro no exterior” assim que for dada a autorização pela Cofiex, Comissão de Financiamento Externo, ligada ao Ministério da Fazenda.

A nova previsão dada por Pelissioni é que as obras comecem até o final de 2016 com conclusão em 2020 e não mais em 2018. O contrato com o consórcio ABC Integrado foi assinado em agosto do ano passado e está agora sendo aditado para não perder a validade, mas esse expediente não poderá ser usado em breve.

Já o representante do governo federal, o secretário nacional de Transporte e Mobilidade Dario Rais Lopes, voltou a citar uma possível dificuldade técnica no modal ‘monotrilho’. Desta vez, no entanto, Pelissioni contestou o colega e afirmou que o problema é apenas financeiro e sem relação com as demais obras de monotrilho.