Linha 22-Marrom, entre Cotia e a estação Sumaré, tem licitação de anteprojeto lançada

Novo ramal do Metrô cresceu, incluiu Osasco e a Cidade Universitária ,além de chegar até a região de Pinheiros
Traçado provisório da Linha 22-Marrom (CMSP)

O Metrô de São Paulo anunciou no Diário Oficial desta sexta-feira (2) o lançamento da licitação de anteprojeto e estudos ambientais da Linha 22-Marrom. O ramal já é cogitado há tempos, mas foi atualizado em seu traçado provisório e que será agora avaliado pelo futuro contratante.

A Linha 22 ligará a região de Cotia a estação Sumaré, que hoje atende a Linha 2-Verde. Outra mudança importante é a inclusão do município de Osasco no traçado, com duas estações.

Segundo o mapa provisório com o trajeto do novo ramal, haverá um deslocamento mais ao norte para chegar até Osasco. De lá a Linha 22 chegará até o Rio Pequeno e então fará uma curva para a direita para cruzar a USP. Curiosamente, o Metrô prevê uma estação próxima a Butantã, Vital Brasil, de onde os trens seguirão até Rebouças-Hebraica, na Linha 9.

A linha Marrom então fará conexão com a Linha 4-Amarela em Faria Lima e na sequência a Linha 20, em Teodoro Sampaio, terminando sua viagem em Sumaré. Serão quatro conexões com a rede metroferroviária, portanto.

Traçado da Linha 22-Marrom

Com perfil pendular, ou seja, com maior volume de passageiros em sua porção oeste, a Linha 22 deverá atender a 649 mil passageiros por dia, segundo os estudos iniciais. Ela também será bastante extensa, com 29 km, 19 estações e um pátio de manutenção. Serão necessários 52 trens para atender os usuários, segundo estimativa da companhia.

O anteprojeto de engenharia e o EIA-RIMA, estudo ambiental, são etapas intermediárias para viabilizar o empreendimento. É a fase em que está a Linha 20-Rosa, que ligará a Lapa a Santo André, no ABC Paulista.

Plano atualizado do Metrô prevê Linha 22-Marrom terminando na estação Sumaré (Laciportbus.)

Estação dentro da Cidade Universitária

“Uma das estações de destaque neste projeto é a ‘Universidade São Paulo’ que estará localizada dentro da Cidade Universitária, um dos campus de uma das maiores e melhores instituições de ensino superior na América Latina e atenderá aos estudantes, funcionários e professores”, disse Silvani Pereira, presidente do Metrô.

Hoje a maior universidade do país é atendida de forma precária pela estação Cidade Universitária, da Linha 9, localizada na outra margem do Rio Pinheiros.

A licitação terá a sessão pública de recebimento de propostas no dia 19 de novembro, portanto após um possível segundo turno das eleições.

Apesar da importância da Linha 22-Marrom para a rede metroferroviária, é preciso observar um fato oportunista da gestão Rodrigo Garcia em colocar o projeto em evidência um mês antes das eleições para o governo do estado.

Com outros dois grandes projetos em gestação, a Linha 19-Celeste e a Linha 20-Rosa, abrir uma nova frente de trabalho parece fazer pouco sentido neste momento. Como o certame deverá se prolongar até 2023, não será surpresa se o futuro governador o coloque em compasso de espera novamente.

Total
2
Shares
Antes de comentar, leia os termos de uso dos comentários, por favor
29 comments
    1. Apenas uma correção: a linha sempre atendeu Osasco, a estação Santa Maria sempre foi nos limites da cidade e a estação Victor Civita (antiga COHAB Raposo) no limite entre Osasco e SP. A Raposo Tavares tem um trecho em Osasco, que é exatamente entre a primeira e última ponte do Rodoanel, mas em todos projetos sempre foi previsto a linha seguir pelo viário formado pela Estrada Velha de Sorocaba (Cotia), avenida Victor Civita (parte em Osasco e parte no limite de municípios) e rua Candido Fontoura (São Paulo), por ser uma área mais habilitada que o trecho equivalente da rodovia

  1. Um sonho ter metrô dentro da USP. Só quem estuda/estudou/trabalha lá sabe a falta que faz um metrô lá dentro.

  2. Acredito que essa linha só deve ter obras iniciadas por volta de 2025 ou 2026 que é quando a L17 e L6 e a extensão da L2 estarão próximas da sua conclusão… a L22 só deve ser realidade por volta de 2032 em diante… essa linha tem um bom traçado, espero que não mudem nada nela até inicio da construção.

  3. Essa linha seria monotrilho ou metrô convencional? Lembro que planejavam monotrilho pra essa linha pegando a Raposo toda de Cotia até a Vital Brasil sem esse desvio pra USP (que, por sinal, achei ótimo, a USP precisa de um transporte decente). E não vai ter baldeação com a estação Butantã da L4?

    1. Gabriel, penso que seja toda subterrânea, mas será preciso esperar a segunda-feira, quando vão publicar os detalhes do edital.

    2. Acho que São Paulo não deve mais ter monotrilhos, ainda maid com a provavel mudança no governo ano que vem e essa linha 22 pelo traçado dela deve ter demanda suficiente para Metrô convencional.

  4. Acho interessante o trajeto até a sumaré, mas depois da hebraica a linha poderia ter seguido em direção à linha 1

  5. Boa tarde. Eu lembro de ler em algum lugar que
    a linha 4 passaria na USP, mas não deixaram. Isso é verdade?

    1. Diziam que tornaria o campus o maior estacionamento da cidade – o que aconteceu sem trilhos mesmo.

    2. Mentira, em nenhum dia traçados propostos da Linha 4 nenhum chegava na usp, sempre margeavam ela ou ficavam bem mais longe, nem mesmo no projeto base do metrô lá em 1970 tinha essa intenção

  6. Cotia (e VGP), São Bernardo e Diadema sempre renegados, propostas e propostas, mas a Viação Raposo Tavares breca o metrô/ CPTM no oeste e a Metra/ Next breca no ABC.

  7. Analisando o tamanho da Linha 22 Marrom, será uma obra tão complicada quanto a Linha 6 Laranja. Porém, se tiver trabalho do começo ao fim sem interrupções é possível fazer em 6 anos.

    Mas deixo aqui uma pergunta Ricardo Méier.
    Não faria mais sentido levar a estação até Palmeiras-Barra Funda ao invés de parar no Sumaré?

    Poxa, tá na boca do gol, não é uma distância grande, vai aumentar as possibilidades de ramal para rodoviária, ônibus, Linha de metrô, Trem e o futuro Trem Intercidades. Sendo que a linha já vai ser subterrânea mesmo, levar ela abaixo da linha 3, e nem que faça uma estação profunda assim como é Pinheiros, mas que futuramente estará conectada a um grande ramal.

    1. Pensei a mesma coisa, estica até a Barra Funda, e talvez faça uma estação na região do Allianz Parque.

  8. Muito estranha essa volta na linha 4, passa por butantã mas não se conecta e depois segue até hebraica e faria lima (?)

    1. Projeto eleitoreiro. Feito às pressas pra atrair eleitores incautos. Nem precisa ser especialista pra ver que há falhas de planejamento nesse traçado.
      A extensão da linha 4 até Taboão é mais lógica, mas como requentar projeto já lançado não dá voto, nenhum candidato fala nisso.

  9. O Rodrigo Garcia esta desesperado. Nem começou as extensões até Guarulhos das linhas 2 e 13, além do início das linhas 19 e 20 e já fala na Linha 22. Isso sem falar na interminável linha 17. Sério, essas promessas já cansaram…

  10. Dicou muito ruim esse traçado na região do Butantã, era melhor seguir o projeto antigo passando pela Rebouças e de lá seguir até Sumaré

  11. Que bom..metrô para nossos bisnetos…isso é golpe por causa que o PSDB está afundando…chega …30 anos de sp…e não terminam uma linha para fora do município de SP…

  12. Tirando o lance de passar por Butantã sem conectar a ela o mais bizarro pra mim é firmação do traçado da Linha 20 sem passar pela porção 9 de julho-Teodoro sampaio da Faria Lima, pra mim esse seria o terceiro maior erro em mobilidade metroferroviária de sp, simplesmente absurdo excluir uma porção importante da avenida por motivo nenhum

  13. Pessoal essa rota é provisória pode mudar por que depois da usp vai para politécnica cruza a raposo vai paralela a raposo sentido capital por que bairro Monte belo e no viaduto da politécnica que sai da raposo sentido capital

  14. Essa linha 22 provavelmente será incluida no próximo grupo de linhas a serem construidas depois de 2026… L16 (Oscar Freire – Jardim Brasilia), L19 (Bosque Maia – Anhangabaú), L20 (Santa Marina – Saúde), L22 (Sumaré – Cotia) e na CPTM tem extensão da L13 até Bonsucesso.

Comments are closed.

Previous Post

Serviço 710 da CPTM muda de plataforma em Palmeiras-Barra Funda

Next Post

CPTM contratará manutenção de trens da Série 8500 para os próximos 5 anos

Related Posts