Linha 9 Esmeralda é a que menos recuperou movimento de passageiros na CPTM

Ramal considerado “nobre” por ter grande parte do trajeto em regiões corporativas pode ter sido impactada pelo trabalho remoto
Linha 9 Esmeralda (GESP)

Até antes da pandemia do coronavírus, a Linha 9-Esmeralda disputava com a Linha 11-Coral o título de ramal mais movimentado da CPTM, geralmente ficando na vice-liderança. Mas a quarentena instituída pelo governo e prefeitura em março mudou esse cenário drasticamente.

Embora as linhas da CPTM tenham sido afetadas menos pela queda na demanda de passageiros se comparada aos ramais do Metrô, a Linha 9 é exceção. Segundo dados levantados pelo site, em agosto o ramal que percorre a Zona Sul de São Paulo e vai até Osasco teve apenas 43% do volume de usuários de fevereiro, último mês não afetado pelo surto da doença.

Como comparação, a Linha 12-Safira, na Zona Leste, já apresentou um movimento equivalente a 74% dos números de fevereiro enquanto as linhas 7 e 11 já possuem uma demanda de dois terços em relação ao mesmo mês de referência.

Em números absolutos, a Linha 9-Esmeralda transportou apenas 4,967 milhões de passageiros no mês de agosto, pouco menos que a Linha 8 (4,986 milhões) – a campeã nesse quesito é a Linha 11 com mais de 8 milhões de usuários.

Trabalho remoto

Embora não exista um fator comprovado sobre esse fenômeno, tudo leva a crer que as características peculiares da Linha Esmeralda tenham motivado isso. Sua demanda, por exemplo, é menos pendular e além disso ela atende a regiões de grande concentração de escritórios. Ou seja, possivelmente boa parte dos seus costumeiros usuários está trabalhando remotamente.

Outro aspecto que reforça essa tese é que a Linha 4-Amarela, operada pela ViaQuatro, também tem demonstrado dificuldades em recuperar sua demanda. Como se sabe, parte dos passageiros também utiliza a Linha 9.

Já a Linha 5-Lilás, que atende a uma região semelhante, tem apresentado números mais altos, talvez por conta de trabalhadores que atuam em serviços presenciais, mais concentrados em outras áreas da capital. É uma situação parecida que manteve a Linha 11 e a Linha 12 movimentadas em pleno pico da pandemia.

Total de passageiros transportados em agosto comparado a fevereiro

 

Total
17
Shares
7 comments
  1. Daí se vê a relevância do teletrabalho na mobilidade urbana. Menos congestionamentos, transporte menos cheio, mais qualidade de vida.

  2. Interessante comparação de ramais!

    Falando em Linha 9, sabem dizer porque o trem Intercidades para Sorocaba não será incluso na concessão? Imaginem num futuro próximo, duas concessionárias disputando espaço de via. Imaginem as estratégias Operacionais que poderiam ser realizadas por uma só empresa. Com duas, não terá lógica alguma essa concessão.

    A sensação que fica, é que o governo Dória/Baldy tem síndrome de pato! Uma ave, que anda, nada, voa, e não faz nada direito.

    1. As últimas declarações do Presidente da CPTM, Pedro Moro, é que não ocorrerá a inclusão de tal ramal, o qual ainda se encontra em fases de estudos. Mesmo com tal declaração, concordo contigo de tal problema. A impressão que fica é esta: faz a concessão apenas para gerar caixa, sem qualquer planejamento de médio ou longo prazo.

    2. nao vejo sentido num trem intercidades entre sao paulo e sorocaba. segundo estudos de viabilidade, seriam cerca de 25 mil pessoas por dia no melhor cenario. gastar bilhoes para transportar só isso é jogar dinheiro no ralo. tem dezenas de prioridades a frente

  3. Parabéns Ricardo, estes gráficos ajudam muito bem a compreender a situação da redução de demanda.

  4. Ótimo gráfico demonstrativo, porem uma questão chama a atenção para os planejadores para quem sabe interpretar seus dados, é a extensão da Linha 9-Esmeralda que deveria ser prevista no Plano Diretor para a nova Estação unificada da Lapa que deveria ser prioritária antes de se iniciar quaisquer linhas novas do Metrô.

    De acordo com dados da própria CPTM, são as seguintes as demandas mensais das Linhas 7-Rubi e 10-Turquesa no ano de 2020;
    Fevereiro (antes da pandemia) – Linha 7- ~7.700 mil , linha 10- ~7600 mil
    Agosto (durante a pandemia) – Linha 7- ~5.070 mil , linha 10- ~4800 mil, Ficando comprovado que não existe praticamente diferenças entre elas, e sua reunificação deveria ser estudada antes de se fazer uma concessão mal elaborada, ou seja os trens metropolitanos não podem ser preteridos em nome dos Trens intercidades, cuja demanda ficara no máximo de ~15% destes números.

    Também por conta de um planejamento mal executado levar a Linha 13-Jade até Barra Funda para aumentar sua demanda é insensato, a qual deveria se expandir para o outro extremo rumo a Guarulhos cujo aquele acesso GRU Airport deveria ser mantido do jeito que está, ou seja com ônibus circular que é mais viável e rápida e econômica que levar a Linha 19-Celeste, mas só será viável leva-la a Barra Funda após concluídas as ampliações que está longe de acontecer.

Comments are closed.

Previous Post

Na volta ao cargo nos Transporte Metropolitanos, Alexandre Baldy faz vistorias e novas promessas

Next Post

Vídeos aéreos flagram obras da ampliação de Santo Amaro e da futura estação João Dias

Related Posts