Destaques Linha 15

Metrô anuncia nova licitação para concluir quatro estações da Linha 15-Prata

Abandonadas pela empresa Azevedo & Travassos, estações Jardim Planalto, Fazenda da Juta, Sapopemba e São Mateus serão objeto de leilão em janeiro
Jardim Planalto em junho (Reprodução/Consulgal)

O Metrô publicou nesta quinta-feira (20) no Diário Oficial uma nova licitação para conclusão das quatro estações da Linha 15-Prata cujas obras foram abandonadas nos últimos meses pela empresa Azevedo & Travassos. Trata-se do trecho de “planalto” do ramal, que passa sobretudo pela avenida Sapopemba e envolve as estações Jardim Planalto, Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus.

Elas deveriam ter sido entregues durante 2018, mas a empresa, que passa por graves dificuldades financeiras, não conseguiu finalizar nem mesmo Jardim Planalto, que está praticamente pronta. A nova licitação, cuja previsão de sessão pública de recebimento de documentos e propostas está marcado para 29 de janeiro de 2019, inclui também os serviços  de implantação de ciclovia e adequação do sistema viário entre as estações Oratório e São Mateus. Os detalhes da nova licitação, no entanto, só estarão disponíveis na próxima quarta-feira, dia 26.

Marca dos 100 km

As obras do trecho de oito estações a partir de Oratório estavam a cargo de dois consórcios. Enquanto o primeiro, encabeçado pela construtora Tiisa acabou sendo entregue em abril (embora com muito trabalho a fazer ainda), o segundo estava num ritmo um pouco mais atrasado em 2018. A ironia é que algumas estações desse trecho chegaram a estar bem mais adiantadas, sobretudo enquanto paradas como São Lucas estavam paradas à espera da conclusão dos desvio do córrego da Moóca. Jardim Planalto, por exemplo, foi a primeira a receber cobertura entre outros itens, e chegou a ter sua abertura cogitada para abril. No entanto, no segundo semestre os trabalhos praticamente pararam até que a Azevedo & Travassos abandonou os canteiros.

Na época, o site ouviu um executivo do Metrô que ainda tinha esperanças de ver a empresa retomar os trabalhos diante do pouco que restava para concluí-las – Jardim Planalto precisaria algo como 15 dias para ser entregue.

Agora, com a nova licitação, é provável que as obras sejam retomadas no segundo trimestre, com a abertura do novo trecho ocorrendo no final do ano ou início de 2020. Quando isso ocorrer, o número simbólico de 100 km de extensão nas linhas consideradas de “metrô” terá sido atingido – hoje são pouco mais de 96 km em São Paulo.

Mezanino de São Mateus (Reprodução/Consulgal)

Posts mais compartilhados

Airway