Destaques Linha 1 Linha 2 Linha 3

Metrô quer transformar estações em “museu subterrâneo”

Iniciativa prevê visitas guiadas pelas obras de arte expostas no sistema e acontece pela primeira vez neste fim de semana
Painel de Cícero Dias na estação Brigadeiro (CMSP)

Um museu pelo preço de um bilhete de R$ 4,00. É o que pretende o Metrô e a Secretaria de Cultura do estado ao lançar o projeto “Museu Subterrâneo”, que consiste em visitas guiadas pelas obras expostas nas estações do sistema. O acerto conta com quase uma centena de obras entre paineis e esculturas de dezenas de artistas, entre eles Tomie Otake.

A ideia é realizar as visitas guiadas aos sábados e domingos à partir das 10hoo. Serão definidos roteiros em que o interessado poderá se inscrever de forma digital. Neste fim de semana ocorrerá a primeira visitação com roteiros na Linha 2-Verde e Linha 3-Vermelha (veja detalhes abaixo).

Para participar, além da inscrição, é preciso acessar a área paga das estações e o tempo da visita varia entre 1 horas e 12 minutos e 1 hora e 42 minutos aproximadamente, dependendo do roteiro.

Veja a seguir as visitas neste sábado (29) e domingo (30):

Dia 29 de setembro | Ana Rosa, Brigadeiro, Clínicas e Sumaré

Tempo de visita: 1h12 | 6 obras de arte a serem visitadas
Saída: às 10h00, na Estação Ana Rosa, Nível B – Mezanino, próximo à Linha de Bloqueios

Estação Ana Rosa

  • Glauco Pinto de Moraes (Engates Laterais) – painel – óleo sobre tela
  • Luiz Gonzaga Mello Gomes (A Sagração da Primavera) – painel escultórico – chapa de aço, resina sintética e pigmentos

Estação Brigadeiro

  • Cícero Dias (Cores e Formas) – painel – lajotas de cerâmica pintadas a revolver
  • Fernando Lemos (Des-aceleração) – painel – lajotas de cerâmica pintadas a revolver

Estação Clínicas

  • Geraldo de Barros (Jogo de Dados) – painel – laminado plástico sobre madeira

Estação Sumaré

  • Alex Flemming (Estação Sumaré) – instalação – fotografias ensolarizadas e textos impressos com tinta vinílica sobre vidro

CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER

Dia 29 de setembro | Sé, Tatuapé e Anhangabaú  

Tempo de visita: 1h22 | 5 obras de arte a serem visitadas
Saída: às 10h00, na Estação Sé, Nível B – Mezanino, após as escadas

Estação Sé

  • Alfredo Ceschiatti (Sem Título) – escultura em bronze
  • Mário Gruber Correia (Como Sempre Esteve o Amanhã está em Nossas Mãos) – mural – acrílica e vinílica sobre concreto
  • Waldemar Zaidler (Fiesta) – painel – acrílica sobre madeira

Estação Tatuapé

  • Aldemir Martins (Inter-relação entre o Campo e a Cidade) – mural – cerâmica vitrificada e pintada, da alta temperatura

Estação Anhangabaú

  • Mário Fraga (In Vitro) – instalação – pintura sobre polivinil butiral, vidro laminado e espelho

CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER

 

Dia 30 de setembro | Sé, Paraíso, Chácara Klabin e Trianon-Masp

Tempo de visita: 1h42 | 8 obras de arte a serem visitadas
Saída: às 10h00, na Estação Sé, Nível B – Mezanino, após as escadas

 

Estação Sé

  • Alfredo Ceschiatti (Sem Título) – escultura em bronze
  • Mário Gruber Correia (Como Sempre Esteve o Amanhã está em Nossas Mãos) – mural – acrílica e vinílica sobre concreto
  • Waldemar Zaidler (Fiesta) – painel – acrílica sobre madeira

Estação Paraíso

  • Renato Brunello (Equilíbrio) – escultura – mármore
  • Odiléa Toscano (Raios de Sol) – mural – acrílica sobre concreto

Estação Chácara Klabin

  • Marcos Lopes (Tótem Flora Fauna) – painel – chapas de alumínio pintadas

Estação Trianon-Masp

  • Francisco Brennand (Pássaro Rocca) – escultura
  • Wesley Duke Lee (Um Espelho Mágico da Pintura no Brasil) – E-print sobre lona vinílica

CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER

 

Dia 30 de setembro | República, Marechal Deodoro, Palmeiras-Barra Funda

Tempo de visita: 1h22 | 13 obras de arte a serem visitadas
Saída: às 10h00, na Estação República, Nível B – Mezanino, em frente à Linha de Bloqueios

Estação República

  • Bené Fonteles (Século XXI – Resíduos e Vestígios – Vitrine / Cápsulas) – instalação – vitrine com elementos naturais, artesanais, tais como seixos rolados, corais marinhos, cocho de madeira, hastes de madeira e cerâmica
  • Luiz Hermano (Século XXI – Resíduos e Vestígios) – duas obras – instalação – estrutura em ferro soldado, vergalhões e tela de ferro
  • Roberto Mícoli (Século XXI – Resíduos e Vestígios – Grande Cocar) – instalação – alumínio, fibra de vidro, madeira, tinta e resina acrílica
  • Xico Chaves (Século XXI – Resíduos e Vestígios – Luz da Matéria) – mural – pintura e aplicação de materiais diversos sobre fibra de vidro e sobre concreto

Estação Marechal Deodoro

  • Gontran Guanaes Netto (Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão) – painel 4 – óleo sobre compensado naval
  • Gontran Guanaes Netto (Traços das Populações Brasileiras – painel 5 – óleo sobre compensado naval
  • Gontran Guanaes Netto (Marianne) – painel 6 – óleo sobre compensado naval
  • Gontran Guanaes Netto (Marianne) – painel 7 – óleo sobre compensado naval

Estação Palmeiras-Barra Funda

  • Cláudio Tozzi (Movimento) – painel – acrílica sobre tela
  • Emanoel Araújo (A Roda) – escultura – aço carbono
  • José Roberto Aguilar (Senhores do Movimento) – painel – acrílica sobre tela
  • Valdir Sarubbi (Meditação Labiríntica) – painel – acrílica sobre tela e madeira

CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER

Posts mais compartilhados

Veja em AUTOO

AUTOO