Secretário de Doria diz que cidadãos de 60 a 64 anos precisam pagar tarifa no transporte por serem “jovens”

Governo suspenderá benefício a partir de 1º de fevereiro nos trens do Metrô, CPTM e nos ônibus da EMTU. SPTrans também seguiu nova determinação
Governo suspenderá gratuidade para quem tem entre 60 e 64 anos a partir de 1º de fevereiro (GESP)

O secretário estadual de Projetos do governo de São Paulo, Mauro Ricardo, justificou em entrevista a rádio CBN nesta quarta-feira (6) a decisão de suspender a gratuidade para pessoas com idade entre 60 a 64 anos porque, segundo ele, tratam-se de “jovens” ainda e com isso não precisariam desse benefício.

“Não há qualquer necessidade de assistência social a essa faixa etária, de 60 a 64 anos, que hoje são jovens. Hoje, a expectativa de vida está em torno de quase 77 anos de idade. Não há qualquer necessidade de dar benefícios a essa faixa etária, de 60 a 64 anos, e retirando do restante da população, inclusive da população mais carente, para atender essa faixa etária de 60 a 64 anos”, afirmou o secretário.

Em nota conjunta, no dia 23 de dezembro do ano passado, tanto a prefeitura de São Paulo quanto governo do estado decidiram cortar o benefício de transporte gratuito aos passageiros com idade entre 60 e 64 anos nos trens do Metrô e CPTM e nos ônibus gerenciados pela EMTU e SPTrans. Na nota, o benefício já seria cortado a partir do dia 1º de janeiro de 2021 (leia aqui), porém, uma semana depois, em um novo comunicado, foi decidido que a regra valerá a partir de 1º de fevereiro de 2021.

“O Governo de São Paulo e a Prefeitura de São Paulo informam que, conforme publicado nos decretos Estadual 65.455/2020 e Municipal 60.037/2020, as novas medidas para a concessão de gratuidade no sistema de transporte público passarão por um período de transição no mês de janeiro e começam a vigorar a partir de 1º de fevereiro de 2021. Conforme o Estatuto do Idoso, está mantida a gratuidade nas passagens dos ônibus municipais e intermunicipais (EMTU), Metrô e CPTM para as pessoas acima de 65 anos de idade.

Este período de transição foi estabelecido para levar ao conhecimento e adaptação dos cidadãos. Passageiros com menos de 65 anos que já possuem um cartão do Bilhete Único Especial da Pessoa Idosa deverão providenciar a substituição do seu cartão por um modelo do tipo comum durante o mês de janeiro, pois os cartões com a gratuidade serão cancelados em 1º de fevereiro para quem não completar a idade mínima necessária.”

Mauro Ricardo, secretário de Projetos de Doria: “jovens” de 60 a 64 anos (GESP)

Tarifa mantida

O governo Doria tem lidado com temas delicados ao propor cortes no orçamento por conta da queda na arrecadação causada pela pandemia do coronavírus. Ao mesmo tempo em que retirou o benefício do transporte gratuito entre 60 e 64 anos, a gestão preferiu manter a tarifa do transporte público em R$ 4,40, medida também tomada pela prefeitura. Com isso, tanto o sistema estadual quanto o municipal, deficitários, deverão ampliar o rombo financeiro.

Total
64
Shares
12 comments
  1. Esse secretario não usa transporte público, também não precisa do subsídio porquê ganha bem e ainda teve 46% de aumento.
    Com certeza ele desconhece a realidade dessa cidade e desse povo.
    Jovens de 60 a 64 anos são aqueles abastados, que sempre puderam usar Hospitais particulatres, faculdades particulares e que portanto tiveram uma qualidade de vida privilegiada e mais longeva.
    A grande parcela dessa faixa etária é sofrida, trabalhadora e doente, portanto, necessitando dessa ajuda.
    Outro ponto é que logo a Prefeitura vai remunerar os as empresas de ônibus por quilômetro rodado e não por passageiro, ficando totalmente sem sentido esse Decreto exdruxulo.

    1. Concordo com vc plenamente,eu tenho 63 anos faço vários tratamento de saúde inclusive de câncer,mto na zona leste e meus médicos e em sto amaro pego 8 condução pra ir e vim.Sou aposentada com 1 salário mínimo que não dá nem pra comprar remédio e comer,onde vou arrumar dinheiro pra pagar ônibus e metrô?Esses caras não sabem o que e passar nececida.tem gente que não e aposentado desempregado doente quem vai dar emprego pra uma pessoa de 60 anos,cheio de doenças,esses caras não devem ter mãe nem pai dão filhos de chocadeira.Seu dória aproveite pq aqui acaba seu mandato ,essa besta ainda quer ser presidente,só se for na China.

  2. O bom é que essa faixa etária costuma votar em peso no PSDB. Ainda estão com a guerra fria e o medinho de comunistas na cabeça.

  3. isso me lembrou o chaves “se vc é jovem ainda, jovem ainda, amanha velho será …”

    vindo de um secretario do governo PSDB , e do Jestor ainda por cima, nao me surpreende em nada esse comentario. e ainda dao gratuidade para mais de 65 porque é lei federal, senao nem isso.

    mas como disse alguem nos comentarios, é o publico cativo do PSDB. entao é bem feito tambem. e ainda tem a retirada da isençao para PCD …

  4. Muito triste ter políticos que não conhecem a realidade de um povo essa medida não tem impacto financeiro real para a frota mas para o cidadão comum sim…revejam suas regalias seus salários isso sim gera economia de recursos…não a retirada de direitos de pessoas simples e necessitadas…Joao Doria cada dia mais longe de vc está o meu voto

  5. Esse Secretário do João Dória e igual Bolsonaro abri a boca pra falar besteira. Melhor não falar nada seu idiota.

  6. na próxima eleição nós os jovens senhores e senhoras vamos da a resposta pra o secretário o governador João Dória e o prefeito Bruno Covas esses crápulas são piores que Bolsonaro todos farinha da mesma farinhada !

  7. Então qual a necessidade dos vigaristas em aumentarem em 11 mil reais chegando a insanos 35 mil reais por mês o salário deles no mesmo dia que anuncia uma medida dessas em meio a pior crise da história e de uma doença que mata principalmente pessoas acima de 60 anos diminuindo o tempo médio de vida dessa faixa etária? A canalhice dessa gente é diabólica.

  8. O que esperar de politico, pra eles tá tudo bom ganham tudo de mão beijada sem fazer força. Agora político e tudo igual não teve um governo nesse país que fez alguma coisa de bom para o povão mesmo de verdade, sempre fizeram meia boca. É só olhar no Norte,nordeste,no sertão e nas grandes cidades mesmo, a pobreza prevalece somos um país de miseráveis

  9. Votaram no Bruno Doria e para começar o ano, já vai segurando esse presentinho!!! Ano que vem, Bruno para governador e Doria para presidente. Povo burro!

Comments are closed.

Previous Post

Cinco estações da Linha 5-Lilás devem contar com portas de plataforma funcionando até o final de março, diz Metrô

Next Post

Metrô dá início ao projeto funcional e de arquitetura da Linha 20-Rosa

Related Posts