Linha 15

Monotrilho da Linha 15 Prata tem horário de funcionamento ampliado

Mais nova linha de metrô de São Paulo passa a funcionar entre 6 horas e 20 horas a partir do dia 21 de dezembro
Linha 15-Prata: atraso e aumento do custo durante a construção
Linha 15-Prata: atraso e aumento do custo durante a construção
Linha 15-Prata: atraso e aumento do custo durante a construção
Linha 15-Prata: atraso e aumento do custo durante a construção

O Metrô anunciou nesta semana que a Linha 15 terá o horário de funcionamento ampliado a partir da próxima segunda-feira, dia 21. A linha, a primeira de monotrilho do país, abrirá às 6 horas e encerrará o serviço às 20 horas. Com isso, os passageiros da rede terão mais duas horas para utilizar o ramal, que antes funcionava entre 7 da manhã e 19 horas.

O novo horário, no entanto, ainda está longe do tempo de funcionamento do restante das linhas do Metrô, que abre às 5 horas e encerra operação à meia-noite, com algumas exceções. Mas deve a partir de agora facilitar a vida de trabalhadores que saem mais cedo de casa e também chegavam à estação Vila Prudente da Linha 2 após às 19 horas.

Segundo o Metrô, 8,8 mil pessoas utilizam o ramal de apenas duas estações diariamente. A previsão é que quanto tiver os 26 km em operação, a Linha 15 transporte 500 mil pessoas por dia. Esse dia, no entanto, está longe de chegar. Com obras atrasadas, a linha Prata deve ganhar novas estações apenas em 2017 quando pode chegar até São Mateus. O trecho restante não tem previsão de ter as obras retomadas ou mesmo iniciadas em alguns locais.

About the author

Ricardo Meier

É um entusiasta do assunto mobilidade e sobretudo do impacto positivo que o transporte sobre trilhos pode promover nas grandes cidades brasileiras. Também escreve nos sites Airway (aviação) e AUTOO (automóveis).

Airway