Brooklin (CMSP)

O Metrô divulgou nesta segunda-feira (04) o esquema de funcionamento inicial das três novas estações da Linha 5-Lilás que serão inauguradas na próxima quarta-feira. Como esperado, elas funcionarão separadas do restante das linhas e em um período restrito fora do horário de pico. De acordo com o governo, elas serão abertas às 10 horas e fechadas às 15 horas, de segunda-feira a sábado – no domingo serão fechadas para manutenção e obras pendentes.

O serviço será gratuito no trecho que compreende as estações Adolfo Pinheiro, Alto da Boa Vista, Borba Gato e Brooklin. Os passageiros que desembarcarem em Adolfo Pinheiro e quiserem seguir viagem para as demais estações deverão passar pelos bloqueios e pagar a passagem. Apenas uma composição fará o novo trecho, num esquema de ida e volta pela mesma via, ou seja, o intervalo será alto, possivelmente acima de 10 minutos.

As estações também estarão incompletas. Alto da Boa Vista terá dois acessos abertos, porém, elevador apenas na entrada principal. Borba Gato funcionará com dois dos três acessos – o prédio localizado na avenida Adolfo Pinheiro ainda está em obras. Bicicletários estarão disponíveis nas três estações.

Já as portas de plataforma, atrasadas por culpa da Bombardier, segundo nota da Secretaria de Transportes Metropolitanos, não funcionarão por enquanto. Em Brooklin, onde estão sendo montadas, a previsão é que fiquem prontas em outubro. Já Alto da Boa Vista e Borba, onde sequer foram iniciadas, ficarão para 2018 – o Metrô multará a empresa canadense pelo atraso.

Leia no Lulica
Insônia, aumento de apetite, problemas de visão 29/9/2020