Destaques Linha 5

Novas estações da Linha 5-Lilás terão operação plena em novembro

Estações Brooklin, Alto da Boa Vista e Borba Gato passarão a cobrar passagem a partir da primeira quinzena de novembro e funcionar entre 4h40 e meia-noite

Cúpula da estação Eucaliptos que deve ser aberta até dezembro (CMSP)

Inauguradas no dia 6 de setembro e operando em horário restrito desde então, as três novas estações da Linha 5-Lilás passarão a operar em horário comercial na primeira quinzena de novembro, informou o Metrô. As estações Brooklin, Alto da Boa Vista e Borba Gato passam assim a cobrar pelo acesso ao seu interior – hoje é possível circular de forma gratuita até a estação Adolfo Pinheiro.

O governo havia adiantado que o período de testes, a chamada operação assistida, duraria entre 60 e 70 dias, ou seja, deveria ser encerrada na segunda-feira, 16, mas os testes para liberar a segunda via do trecho devem continuar ocorrendo – até o momento, o Metrô interrompeu a operação em dois domingos para testar o sistema de controle CBTC em ambas as vias.

A rapidez tem uma explicação: a expansão da Linha 5, com cerca de 11 km, precisa continuar com mais entregas até dezembro (o governo promete outras seis paradas) e a última estação finalizada em 2018. Para que a operação chegue à essas novas estações é fundamental que o primeiro trecho aberto em setembro passe a operar plenamente.

Enquanto permanece em operação assistida, o novo trecho já demonstra ter uma boa demanda: segundo o Metrô, 3,5 mil pessoas utilizam as três estações em média todos os dias. Lembrando que elas estão abertas entre às 10h e 15h, de segunda a sábado. Um trem em via única percorre os 2,8 km levando cerca de 6 a 9 minutos para percorrer cada viagem.

À espera da concessão

No entanto, a escassez de mão de obra no Metrô pode complicar esse cronograma caso a concessão da Linha 5 (e 17) não ocorra logo. O leilão programado para o dia 28 de setembro foi suspenso pelo TCE, que aceitou os argumentos do Partido dos Trabalhadores, contrário à licitação. Até o momento, no entanto, não foi informado em que situação está a análise do caso. As novas estações já deveriam ser assumidas pelo concessionário privado, mas o atraso na licitação pode complicar esse cenário, ainda mais porque em março o Metrô pretende abrir oito estações da Linha 15-Prata, na Zona Leste e que também demandarão pessoal.

About the author

Ricardo Meier

É um entusiasta do assunto mobilidade e sobretudo do impacto positivo que o transporte sobre trilhos pode promover nas grandes cidades brasileiras. Também escreve nos sites Airway (aviação) e AUTOO (automóveis).

1 Comment

  • Fico feliz com a notícia, e espero que a entrega das outras aconteça de verdade em Dezembro. Ainda não entendi como AACD-Servidor está praticamente pronta e as estações antes e depois delas parecem bem atrasadas. Se a via estivesse liberada, quem sabe ela também não poderia já estar em operação assistida também, né? Enfim, esperar pra ver.

Leave a Comment