Destaques Linha 1 Linha 2 Linha 5

Obras da estação Santa Cruz da Linha 5 entram em ritmo “eleitoral”

Prometida para setembro, parada que fará a ligação entre a Linha Lilás e a Linha 1-Azul tem trabalho frenético nos últimos dias
O totem de Santa Cruz da Linha 5 (Erick Sthefano)

Se o objetivo é cumprir a mais recente promessa do governo (setembro) ou de também aproveitar os últimos dias antes das eleições (7 de outubro) ninguém pode afirmar com certeza – até porque será negado veementemente – mas as obras das estações Hospital São Paulo, Chácara Klabin e, sobretudo, Santa Cruz (Linha 5-Lilás) entraram num ritmo frenético recentemente.

O site passou pelas estações na quinta-feira (6) e produziu algumas imagens externas que mostravam Santa Cruz envolta numa enorme quantidade de materiais, funcionários e peças que davam a entender que a obra ainda seguiria por algumas semanas. Mas fotos enviadas por leitores deste domingo e de hoje revelam um avanço incrível ao menos na superfície. A imensa bagunça desapareceu nesta segunda-feira e até o totem da estação surgiu – curiosamente apenas com a marcação da Linha 5 e não das duas, como deveria ser.

Esse “ritmo eleitoral” também foi visto nas estações Alto da Boa Vista e Borba Gato quando partes atrasadas foram suprimidas na entrega ou nas mais recentes Eucaliptos e Moema que continuaram sendo acabadas mesmo após a inauguração. Mas Santa Cruz é um caso à parte: com sete níveis da plataforma até a superfície, dezenas de escadas rolantes e um aparentemente complexo esquema de túneis de ligação com a estação da Linha 1, ela está “segurando” a entrega das demais paradas.

É o caso de Hospital São Paulo. Próxima estação após AACD-Servidor (aberta no dia 31 de agosto), ela já foi parcialmente repassada para a ViaMobilidade (concessionária privada que opera a linha) e já está passando pela limpeza pesada desde a semana passada, conforme nos disse um funcionário. Os últimos ajustes estão sendo feitos e logo a empresa deve mudar os logotipos nos totens, por exemplo. Já Chácara Klabin, outra estação de ligação, já conta com as escadas rolantes vão da plataforma da Linha 2-Verde ao mezanino da Linha 5, conforme imagens do leitor Felipe Frossi.

Ao menos desta vez o famoso sistema de sinalização CBTC não será um obstáculo para a abertura das novas estações afinal o Metrô garantiu que ele já está testado e aprovado para operar entre Capão Redondo e Chácara Klabin. Ainda assim, vale lembrar que as três paradas deverão ser abertas em horário reduzido, ou seja, fora do pico, para que os sistemas e equipamentos sejam testados. Essa situação deve perdurar por algum tempo até que tudo seja certificado. Parece que finalmente a promessa de ligar a Linha 5-Lilás a outras linhas do Metrô será cumprida.

Com imagens de Felipe Frossi e Erick Sthefano.

Recordar é viver: Primeiro trem da Linha 5-Lilás chega à estação Santa Cruz

About the author

Ricardo Meier

É um entusiasta do assunto mobilidade e sobretudo do impacto positivo que o transporte sobre trilhos pode promover nas grandes cidades brasileiras. Também escreve nos sites Airway (aviação) e AUTOO (automóveis).

8 Comentários

Click here to post a comment
  • Estação da VM com totem da CMSP.
    São uns “jênios”!
    São Mateus? Só por milagre.
    Linha 5110 é uma “pedra de tropeço”.
    Jeremias 17:5a
    “Maldito o homem que confia no homem”.

  • É revoltante a quantidade d materiais ( sacos d cimentos, vergalhoes, vidros, muito entulho, sujeira – inclusive o proprio totem SANTA CRUZ ) jogados ao chao, sem qualquer zelo ou preocupaçao .
    Trabalhadores e inclusive a propria supervisao nao “tão nem ai” com o bem comum. Esse total descaso nao só permeia dentre as obras publicas como tb no meio privado.
    Falta muito, disse muito, para nossa educaçao prevalecer e o respeito prevalecer entre nós.

  • contanto que inaugurem – afinal, são quantos ANOS de atraso mesmo???? nasci em sampa, mas odeio são paulo da forma como está – o povo aqui precisa agir mais!!! chega de reeleger esses políticos nojentos…e não esfaqueando ninguém que vamos chegar a algum lugar…

    • Quem sabe a gente elege um novo pintor de faixas vermelhas.
      Será que o metrô pode circular por elas? rsrsrs
      Agora, sem brincadeira: eleger quem?
      Nenhum candidato convence.

  • Falta pouco para que essa obra seja finalizada, porque teremos dois grandes benefícios na cidade.

    O primeiro é que haverá uma grande redistribuição dos deslocamentos na rede, o que acredito que será benéfica, pois hoje o morador do extremo sul tem que dar a volta ao mundo para chegar no Centro Velho ou na Paulista e vice-versa.

    Segundo porque o Metrô, agora, poderá voltar seus olhos para a conclusão das obras da Linha 15-Prata, que está perto de ser encerrada e reiniciar os processos da Linha 2-Verde (extensão) e Linha 6-Laranja.

Posts mais compartilhados

AUTOO