Linha 1-Azul vai operar o fim de semana inteiro com sistema de sinalização CBTC

De forma surpreendente, Metrô decide ampliar horário de funcionamento do novo sistema de controle de trens duas semanas após sua estreia
Estação Tucuruvi, da Linha 1-Azul (Jean Carlos)

O Metrô de São Paulo irá operar a Linha 1-Azul neste sábado, 16, e domingo, 17, com o novo sistema de sinalização CBTC. A notícia causa surpresa já que a tecnologia estreou apenas no domingo dia 3 e com algunas problemas pontuais durante o dia, de baixo movimento.

Segundo nota da companhia, “este será o primeiro fim de semana cheio que este sistema será implantado”. A Alstom, responsável pela sua implantação, passou vários meses realizando testes aos finais de semana e madrugadas para chegar a uma versão de software que consiga suprir as necessidades operacionais do Metrô.

A meta é reduzir o intervalo entre os trens, graças à circulação de mais composições simultaneamente permitida pelo CBTC, que é mais eficiente em controlar os trens.

O primeiro ramal a trocar o antigo sistema ATC para o CBTC foi a Linha 2-Verde, que opera com ele desde 2020. Por ter sido o primeiro deles, o projeto levou muitos anos até atingir a confiabilidade necessária. A Alstom também está realizando serviços na Linha 3-Vermelha que será a próxima a recebê-lo.

Trem da Linha 1-Azul (Jean Carlos)

A operação aos finais de semana serve como forma de avaliar a tecnologia sem grandes riscos para operação por conta da demanda de passageiros menor. Se tudo correr bem, o CBTC passará a operar durante os dias úteis em breve.

Além do sistema de sinalização, a Alstom ativou a operação das portas de plataforma em Jabaquara e Tucuruvi. Elas estão operando por meio de um recurso provisório, ligado ao ATC já que no futuro elas serão comandadas pelo CBTC.

Total
15
Shares
4 comments
  1. Apesar de surpreendente domingo passado(10) passei pela linha a tarde e a noite e notei o quanto o sistema tá funcionando bem, nunca senti os trens com uma aceleração tão suave quando nesse dia, acredito que o sistema esteja já bem maduro pelo experiência que tive e por essa rapidez em ampliação

  2. Inclusive, ontem (16/07), já estava aparecendo, nos monitores da estação, o tempo restante, para a chegada do próximo trem.
    Só faltou a visualização, nos monitores, da lotação de cada vagão, como na Linha 2, coisa que deve vir mais adiante.

Comments are closed.

Previous Post

Metrô de São Paulo sai derrotado na concessão da linha metroviária de Quito

Next Post

Exclusivo: governo do estado prevê leiloar Trem Intercidades em novembro

Related Posts