CPTM Destaques Linha 13

Primeiro trem chinês da Linha 13-Jade deve ser entregue em junho

Fabricada pela empresa CRRC, composição da Série 2500 permitirá que trens da Série 9000 retornem para outras linhas da CPTM
Projeção do Série 2500, trem que foi encomendado para a Linha 13

No começo do mês de junho, o novo trem que prestará serviço na Linha 13-Jade da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos – CPTM, será enfim revelado ao público que acompanha o noticiário do transporte sobre trilhos.

Nas próximas semanas, representantes da companhia devem viajar para a China, onde fica a sede da CRRC, fabricante responsável pelas composições da Série 2500, que devem prestar serviços na linha mais jovem da operadora.

O aviso de deslocamento da equipe consta em uma publicação do Diário Oficial do Estado. A publicação explica que a visita se trata da “Cerimônia de entrega do primeiro trem, cujo objeto é o serviço de projeto, fabricação e comissionamento de 8 trens de 8 carros cada, totalizando 64 carros para a Linha 13-JADE da CPTM”.

O trem deve prestar serviços no eixo entre Engenheiro Goulart e o Aeroporto de Guarulhos, assim como nos serviços Connect, entre o Brás e Guarulhos, além do serviço expresso, entre a Luz e o Aeroporto. Os novos comboios seguem com as mesmas caraterísticas dos novos trens da CPTM, com diferença que terão bagageiros à disposição de seus usuários.

A aquisição do material rodante foi feita em 2016 por meio de uma licitação, e foi vencida pelo consórcio Temoinsa-Sifang no valor de R$ 316,720.807,00. A Chinesa venceu a Hyundai – Rotem e Caf na concorrência pública.

Projeção do Série 2500: trem possui bagageiros no alto e nas passagens entre os vagões (CRRC)

Dança das cadeiras

Atualmente, cerca de seis trens da série 9000 prestam serviços na Linha 13, das 9 composição adquiridas. As outras 3 levam passageiros na Linha 11-Coral.

Há expectativa que a frota, antes exclusiva da Linha 11, passe a integrar outra ferrovia. Um deles, o trem T024, fez testes com passageiros na Linha 12-Safira.

Trem que seria o da série 2500, em montagem na China

About the author

Renato Lobo

Um comentário

Click here to post a comment
  • E os Chineses agradecem aos brasileiros pelos empregos gerados na China atualmente não temos mais empresas nacionais que fabriquem trens. Viva o Brasil colônia.

Airway