Quase 10 anos depois, Linha 2-Verde ganha mais uma estação com portas de plataforma

Desde o fim de semana, a estação Vila Madalena passou a contar com o equipamento de segurança. Ramal agora conta com quatro PSDs instaladas
Portas de plataforma em Vila Madalena: quarta estação da Linha 2 com o equipamento (Reprodução/STM)

Foi em setembro de 2010 que a estação Tamanduateí da Linha 2-Verde foi inaugurada e com ela a terceira fachada de portas de plataforma do ramal. A novidade, então só em uso na Linha 4-Amarela em seus primeiros meses de funcionamento experimental, também havia sido instalada nas estações Sacomã (janeiro de 2010) e Vila Prudente (agosto). Agora, quase 10 anos depois, a estação Vila Madalena passou a contar com o equipamento de segurança desde o último fim de semana.

O Metrô anunciou a novidade em suas redes sociais, prometendo que todas as estações da companhia contarão com as PSDs até 2022 – embora parte delas, sobretudo da Linha 2, ainda não tenham contrato assinado.

As portas de Vila Madalena começaram a ser instaladas no ano passado pela Alstom, empresa que foi contratada pelo Metrô para instalar o sistema CBTC, de controle de trens, nos três ramais mais antigos. Como parte desse serviço, a empresa francesa também deverá equipar as estações terminais das linhas 1, 2 e 3 com as PSDs, mas até agora apenas a Linha 2 possui o item em suas pontas atuais.

Segundo o cronograma mais recente do Metrô, as estações Jabaquara e Tucuruvi receberão as portas de plataforma ainda em 2020 e Corinthians-Itaquera e Palmeiras-Barra Funda (Linha 3) em 2021.

Novas estações da Linha 5

Em outro contrato, da Linha 5-Lilás e sob responsabilidade da Bombardier, os trabalhos continuam avançando e acabam de chegar à estação Chácara Klabin, anunciou o governo. Ela era a última das novas estações onde ainda não havia sido iniciada a instalação. Segundo mostrou a STM, o material para montagem começou a ser armazenado nas plataformas da estação nos últimos dias.

Ainda de acordo com o governo, as próximas estações que receberão os equipamentos são Largo 13 e Capão Redondo, inauguradas em 2002 e que não foram projetadas para receber as portas de segurança. A previsão da atual gestão é que todas as estações contem com as PSDs em operação até 2021.

Equipamento para montagem das portas de plataforma da estação Chácara Klabin (STM)
Total
27
Shares
Previous Post

Novos trens, estações, mais serviços e comércio: veja como ficarão as linhas 8 e 9 após a concessão

Next Post

Linha 15-Prata completa uma semana paralisada sem que Bombardier tenha identificado problema com monotrilho

Related Posts