Durante a entrega do 4º trem da Série 2500, o secretário Alexandre Baldy (Transportes Metropolitanos) anunciou o novo serviço que substituirá o Airport Express e o Connect, suspensos desde março por conta da pandemia. Chamado apenas de ‘Expresso Aeroporto’, o novo serviço da Linha 13-Jade terá início em 1º de dezembro com partidas a cada hora da estação da Luz e de Aeroporto Guarulhos, todos os dias da semana, com paradas em Guarulhos-CECAP e Brás (neste caso apenas no sentido centro).

A novidade é que o novo expresso custará a mesma tarifa do sistema (R$ 4,40 em vez de R$ 8,80), o que fará com que os bloqueios, bilheteria e o acesso na estação da Luz sejam suprimidos. Para abrir espaço para o serviço, a CPTM vai de fato extinguir o Connect, que tinha um perfil parador e que atendia as estações Tatuapé e Brás. Se a primeira deixará de ser incluída nas viagens, a segunda só fará parte do expresso na viagem entre Guarulhos e Luz – no retorno, os trens somente irão parar em CECAP e Aeroporto Guarulhos.

Baldy não confirmou se a Linha 13-Jade voltará a ter intervalos menores praticados antes da pandemia. Até então, os trens partiam a cada 20 minutos no horário de pico. O secretário também negou que o ramal vá ser levado para Palmeiras-Barra Funda. Em resposta ao perfil SP Sobre Trilhos, a diretoria da CPTM confirmou estudos apenas para a Linha 11-Coral.

Novo serviço substituirá o antigo Airport Express e o Connect

Sinalização quase pronta

Sobre as restrições de velocidade da linha, a CPTM afirmou que os trabalhos para eliminar o problema estão próximos de serem equacionados. Hoje os trens circulam a uma velocidade máxima de 50 km/h num trecho de 4 km onde está o viaduto estaiado. Com isso, a viagem leva cerca de 2 minutos a mais já que a programação é que as composições atinjam 90 km/h.

Em entrevista anterior, o presidente da companhia, Pedro Moro, confirmou que o projeto de sinalização ATO da Linha 13-Jade está prestes a ser concluído. Com isso, será possível inserir mais trens no carrossel e com isso reduzir os intervalos. No entanto, não há uma data para que isso ocorra ainda.

Fim do Connect

A notícia do fim do serviço Connect causou imensa frustração entre os usuários da Linha 13, que contavam com essas viagens para ganhar tempo e comodidade para chegar a outros ramais e regiões da capital paulista. Em Brás há várias outras linhas da CPTM além da Linha 3-Vermelha, ao contrário de Engenheiro Goulart, onde apenas a Linha 12-Safira faz sua parada.

Ao oferecer partidas em intervalos de uma hora até a Luz, a companhia deve tornar o ramal mais atraente já que no local há duas outras linhas do metrô, a 1-Azul e a 4-Amarela. De quebra, facilitará a vida dos passageiros que buscam o Aeroporto de Guarulhos já que haverá mais partidas durante toda a operação. Resta saber se haverá como viajar com malas num trem que tende a estar cheio em alguns horários.

Linha 13-Jade (CPTM)

A decisão de eliminar o “Airporto Express” como um serviço diferenciado e cobrado à parte foi correta na visão deste site. Promessa eleitoral do ex-governador Geraldo Alckim, o expresso foi uma ‘gambiarra’ criada apenas para fins eleitorais. Na prática, o serviço nunca justificou seu lançamento, com baixa ocupação dos trens.

A solução de médio prazo para a Linha 13-Jade, no entanto, passa pela modernização das vias entre Engenheiro Goulart e o centro de São Paulo. Só quando for possível operar com intervalos menores, de três minutos no trecho, é que o ramal poderá se tornar mais atraente para os passageiros. O projeto de modernização, no entanto, ainda não começou, a despeito da assinatura do contrato. A expectativa as obras comecem nos próximos meses.