CPTM Destaques Linha 7

CPTM confirma Linha 7-Rubi indo até a estação Brás

Serviço terá início nesta segunda-feira, 28 de outubro, em caráter experimental durante os dias úteis
Brás passa a ser a estação que mais recebe linhas da CPTM, nada menos que cinco dos sete ramais

A CPTM confirmou há pouco que a Linha 7-Rubi, que atualmente liga Jundiaí à estação da Luz, passará a chegar até a estação Brás. A mudança passa a valer já nesta segunda-feira (28) e valerá apenas nos dias úteis. Segundo a companhia, trata-se de um serviço experimental por período indeterminado. Segundo rumores, a CPTM deseja testar como ficará o fluxo de passageiros na estação Brás para avaliar se a mudança trará mais benefícios que problemas para os usuários.

“Estamos oferecendo aos passageiros da Linha 7 uma nova opção que hoje ele só consegue se fizer transferência na estações Palmeiras-Barra Funda ou Luz”, explica Pedro Moro, presidente da CPTM. “Além disso, também facilitamos o deslocamento do público das linhas 10, 11, 12 e 13 que usam a Estação Brás nos dias da semana e agora poderão ser beneficiados com a chegada dos trens da Linha 7”, conclui.

A extensão da Linha 7-Rubi havia sido adiantada em redes sociais e pelo site Diário dos Trilhos. A ampliação do número de estações do ramal, que foi de 18 para 19 paradas, só foi possível porque a Linha 10-Turquesa passou a utilizar apenas uma plataforma em Brás, liberando a plataforma 2 para receber os trens da Linha 7. Vale lembrar que as duas linhas faziam parte da mesma ferrovia no passado.

Segundo a CPTM, o objetivo é padronizar o intervalo da Linha 7 em seis minutos entre Francisco Morato e Brás. Atualmente esse intervalo só é praticado a partir de Caieiras – no trecho posterior os passageiros têm de esperar em média oito minutos para embarcar. A mudança também fez a Linha 7 ganhar mais 2,2 km, passando a ter 62,7 km, ela que já é a maior da companhia em extensão.

Na prática, os trens da Linha 7-Rubi vão operar em apenas uma via, indo e voltando por ela até Luz. Para os passageiros, a extensão evitará baldeações curtas e demoradas. Um usuário que vem do ABC Paulista e segue para Jundiaí, por exemplo, agora fará apenas uma troca de trem contra duas anteriormente. Mesmo para os passageiros que precisam chegar à Linha 8-Diamante a novidade deve ajudar bastante já que até agora era preciso ir de Brás até Luz na Linha 11, trocar para a Linha 7 até Palmeiras-Barra Funda e então chegar ao ramal que atende a região de Osasco e oeste da Grande São Paulo.

Linha 11 em Palmeiras-Barra Funda

Além da Linha 7, a CPTM estuda colocar em prática a extensão da Linha 11-Coral até Palmeiras-Barra Funda, um projeto bastante antigo da companhia. Ao contrário de Brás, o imenso terminal ao lado do Memorial da América Latina possui várias plataformas vagas. Segundo apurou o site, a extensão deve ser anunciada nos próximos meses.

Trem da Linha 7-Rubi: agora ramal terá 62,7 km de extensão e 19 estações (CPTM)

About the author

Ricardo Meier

É um entusiasta do assunto mobilidade e sobretudo do impacto positivo que o transporte sobre trilhos pode promover nas grandes cidades brasileiras. Também escreve nos sites Airway (aviação) e AUTOO (automóveis).

12 Comentários

Click here to post a comment
  • Aleluia, finalmente…. Esperei anos à CPTM voktar a linha Rubi à Estação Brás. Parabéns, muito feliz. Minha mobilidade ganhou uns 20 minutos… Parabéns, muito feliz.

  • Achei bem interessante esta extensão da linha 7 e vou torcer pra dar certo. Espero que não sobrecarregue Brás. mas acho que com a linha 11 chegando a Palmeiras-Barra Funda, pode facilitar ainda mais a vida do passageiro, possibilitando, então 3 ligações entre Brás e Palmeiras-Barra Funda, e pode ajudar a tirar um pouco dos passageiros da linha 3.

  • A ideia é boa, mas acho considero que a ideal fosse outra como apontei em outra matéria, mas não custa repetir.

    Creio que seria interessante colocar o ponto final da Linha Rubi em Julio Prestes, estação maravilhosa e subutilizada, faria uma passagem subterrânea entre Luz e Julio Prestes, e voltaria o ponto final da Linha Turquesa na Luz. Com essa manobra teriamos 4 linhas da CPTM totalmente integradas.

  • Para mim que moro em Pirituba e trabalho no Brás será perfeito, não precisarei mais fazer baldeação com a linha 11 para andar apenas uma estação, parabéns aos idealizadores!

  • Li certo que a L7 ia operar em via única do Brás até a Luz?
    Pelo ao que deu a entender tbm a CPTM vai fazer melhorias na via pra tirar os trechos que tem restrições de velocidade

  • No caso do roteiro Brás para Linha 8 há um caminho mais rápido. Pegar a linha 3 até Barra Funda e pegar a linha 8.

  • Acho que os trens não devem operar em via única entre Luz e Brás, acredito que seja em via dupla e só nas imediações da estação terminal é que passa a ser utilizada uma via só. Não faria sentido o trajeto todo por 1 via só

  • A linha 10 tinha que ir até a luz, assim muitos não precisariam passar pela linha verde para ir para a amarela

    • estão estudando melhorias na linha verde para comportar o aumento da demanda vinda do monotrilho dela. Tirar os passageiros do ABC que vão para a linha amarela dela seria um dos maiores acertos.
      A linha 10 deveria ir até Luz, as linhas 7 e 8 até Júlio Prestes com ligação subterrânea até Luz e linha 11 até barra funda.
      Com CBTC funcionando e um mundo de conto de fadas perfeito a mobilidade de Sp ganharia bastante. Talvez em 2030 seja assim. O problema é que em 2030 SP terá outra dinâmica e teremos outros problemas e isso não dará mais conta. Mas para hoje seria o ideal

  • Utilizei hoje esta linha e do Bras fui direto para Barra Funda, foi maravilhoso deixar de fazer uma baldeação, os usuários agradecem!!!

Airway