Destaques Linha 15

Sindicato dos Metroviários vai apontar CCR como “vencedora” do leilão da Linha 15-Prata

Certame que vai conceder linha do Metrô para a iniciativa privada está marcado para a próxima segunda-feira, dia 11
Monotrilho da Linha 15: CCR vencedora?

O Sindicato dos Metroviários de São Paulo fará uma coletiva nesta quinta-feira (07) para anunciar a “vencedora” do leilão de concessão da Linha 15-Prata do Metrô para a iniciativa privada. Assim como fez em janeiro de 2018, a entidade apontará que a empresa CCR será a escolhida para operar o sistema de monotrilho da Zona Leste.

Na época do leilão das linhas 5 e 17, o sindicato também acusou o governo Alckmin de promover um leilão de cartas marcadas, mas não ofereceu provas disso. No entanto, o certame, que teve apenas duas proponentes (além da CCR, o Metrô de Seul associado ao grupo JSL), acabou sendo vencido pela ViaMobilidade, formada pela CCR e RuasInvest.

Para demonstrar que a entrega da Linha 15-Prata do monotrilho à iniciativa privada é um processo de cartas marcadas, a diretoria do Sindicato dos Metroviários vai antecipar a ‘vencedora’ do leilão que está marcado para 11/3“, diz texto enviado pelo sindicato que acusa o governo tucano por “doar” as linhas de metrô para a CCR.

O leilão ocorrerá na próxima segunda-feira à 14h00 na B3, a Bolsa de Valores de São Paulo. O lance mínimo é de R$ 153 milhões, mas deve ser atualizado já que a primeira data do leilão estava marcada para junho do ano passado. Desde então, a licitação acabou sendo adiada várias vezes. O consórcio vencedor terá 20 anos para explorar o ramal de monotrilho, com 11 estações previstas – o trecho final até Cidade Tiradentes está suspenso indefinidamente.

Metrô privado

De fato, o grupo CCR já havia reconhecido interesse na Linha 15-Prata anteriormente. Hoje a empresa é sócia tanto da ViaQuatro, que opera a Linha 4-Amarela, quanto da ViaMobilidade, responsável pela Linha 5-Lilás e futuramente pelo monotrilho da Linha 17-Ouro. Serão nada menos que 42 km de trilhos administrados pela empresa, praticamente metade da extensão de metrô de São Paulo. Se participar e realmente vencer o leilão do dia 11 a empresa terá então mais 18 km para operar, chegando a um total próximo de 60 km de extensão.

Trem da ViaMobilidade: CCR integra a concessionária, assim como a ViaQuatro

About the author

Ricardo Meier

É um entusiasta do assunto mobilidade e sobretudo do impacto positivo que o transporte sobre trilhos pode promover nas grandes cidades brasileiras. Também escreve nos sites Airway (aviação) e AUTOO (automóveis).

3 Comentários

Click here to post a comment

Posts mais compartilhados

Airway