Em semana atípica, Metrô abrirá seis novas estações

Em seus últimos dias à frente do governo do estado, Geraldo Alckmin vai inaugurar estações nas linhas 4, 5 e 15 até sexta-feira (16)
Estação Oscar Freire nesta segunda (02): primeira a ser inaugurada em semana concorrida (Fernando Galfo)

Depois de inaugurar a Linha 13-Jade em pleno feriado de Páscoa, o governador Geraldo Alckmin terá uma semana cheia na agenda do Metrô. Durante discursos no sábado, o governo confirmou a abertura de seis estações durante esta semana, a última em que o tucano ficará à frente da gestão – na sexta-feira (06) ele passa o cargo ao vice-governador Márcio França do PSB.

O calendário de inaugurações desta primeira semana de abril foi ratificado: na quarta-feira (04) será aberta a estação Oscar Freire, da Linha 4-Amarela. Ela funcionará no que o Metrô chama de “operação comercial restrita”, ou seja, com cobrança de tarifa porque a parada fica no meio da parte operacional da linha. O horário de 10h às 15h deve durar 15 dias quando passará a funcionar de 4h40 à meia-noite como as demais estações.

No dia seguinte (05), a estação Moema da Linha 5-Lilás passará a funcionar em operação assistida. Na sexta (06), o último ato de Alckmin com a inauguração de quatro estações do monotrilho da Linha 15 – São Lucas, Camilo Haddad, Vila Tolstói e Vila União.

Serão importantes acréscimos à rede metroferroviária, mas bem menos do que prometia o governo. Na Linha 15, por exemplo, a ideia era abrir todas as estações em março. No fim a parada Jardim Planalto, cotada para essa pré-inauguração, acabou postergada. Não se sabe se abrirá com as três restantes em junho ou se o Metrô acabará a acrescentando nas próximas semanas.

A estação Oscar Freire chegou a ser cotada para abertura no final do ano passado, mas na época a data foi postergada para março, porém, com um acesso apenas – o segundo ficará para 2019. Já a expansão da Linha 5-Lilás era promessa para o final de 2017 com direito a nove das dez estações. No entanto, Alckmin terá entregue até quinta metade delas. As outras cinco ficarão para o vice até junho (quatro) e dezembro (uma).

Embora afastado do cargo, o atual governador deve pressionar para que as estações pendentes sejam abertas ainda em 2018 e antes da eleição para servirem de vitrine eleitoral. Por isso, paradas como São Paulo-Morumbi (Linha 4), Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus (Linha 15) e AACD-Servidor, Hospital São Paulo, Santa Cruz e Chácara Klabin (Linha 5) deverão ser inauguradas entre maio e setembro possivelmente.

Veja também: Estação Eucaliptos passa a funcionar em horário comercial

Total
157
Shares
18 comments
  1. Mesmo que essas inaugurações sejam usadas como ato político pré-eleitoral, antes tarde do que nunca. Vencendo ou não as eleições, as obras aí ficarão pra sempre para os cidadãos.

  2. Olá Ricardo, como vai?
    Enfim podemos comemorar! estou ansioso para conhecer essa novas estações, ontem conheci a linha 13 Jade, espetacular!
    Torço muito para que esse ano as obras terminem o mais breve (com exceção da fase 1 da linha 17) para que novos empreendimentos, como a linha 6, 2 e 18 tenha um cenário de retomada de obras e saída do papel mais otimista.

    Vamos torcer fãs de transporte =)

  3. Alguem sabe informar por gentileza se alguma das estações, seja moema ou a estação eucaliptos, terão bicicletário?????

    Obrigado!

    1. Felipe, Eucaliptos possui uma área atrás da cúpula para bicicletas, mas desconhecemos se está funcionando.

  4. Infelizmente tenho a impressão de que a linha 5-Lilas será um eterno problema quando chover forte em São Paulo. Nestes últimos dias as operações foram suspensas todas as vezes devido a água das chuvas fortes.
    Imagine, quando a linha estiver funcionando a todo vapor integrada às demais nas estações Chacara Klabin e Santa Cruz, toda vez que chover forte no fim da tarde a linha parar.

  5. A fonte é o governo? Pq o povo ta trabalhando loucamente na jardim planalto, duvido que vão deixar pra depois. (espero que não)

    1. Isso, Italo, o governo divulgou essas datas na cerimônia de inauguração da Linha 13-Jade. Também creio que Jardim Planalto possa ser aberta antes de Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus, desde que o sistema de sinalização esteja ok.

  6. Tipica ou atipica que venham as novas paradas e que venham de forma mais completa possivel em suas obras e equipamentos !! Sao Paulo precisa com urgencia que as linhas 4, 5, 15 e 17 terminem logo e sejam abertas novas frentes de trabalho para novas linhas ! o ideal eh que tudo terminasse nos anos de 2018 e 2019 !

  7. Só não entendi por quê não vai abrir até a estação hospital São Paulo, já que ela, com a AACD estão praticamente prontas – não há nem movimentação de obras nelas mais.

    1. Vinicius tem a questão de segurança mesmo pronta tem que ser feita todos os testes para poder abrir para o publico sem que todos os testes estejam prontos tem todo um procedimento a seguir.

  8. Parabens pela página, pois tambem sou entusiasta do metrô, que vai inaugurar amanhã a estação Moema a 150 metros de minha residência. Voce pode me informar o horário da inauguração?

    1. Olá, Osvaldo, a cerimônia está marcada para às 9 horas, mas talvez o acesso à linha só seja liberado depois que o governador for embora.

  9. Está Dizendo Mais Estações Para Ligar as Linhas do Metrô Com Operação Térrea: 1 Azul do Tremembé, na Zona Norte Até Interlagos, na Zona Sul & 3 Vermelha de Guaianazes, na Zona Leste Até o Jaguaré, na Zona Oeste Todas da Capital Paulista

Comments are closed.

Previous Post

Baldeações da Linha 13 são problema maior que distância do aeroporto

Next Post

Linha 13-Jade transporta 55 mil pessoas em seu primeiro fim de semana

Related Posts