Em transporte, programa Pró SP é ‘requentado’ de projetos em andamento e promessas antigas

Pacote de investimentos anunciado pelo governo Doria nesta semana não traz qualquer novidade na expansão da malha sobre trilhos em São Paulo além do que já é conhecido há vários anos
Tuneladora da Linha 6-Laranja: programa repisa vários projetos já conhecidos (iTechdrones)

Em sua “pré-campanha” para viabilizar a candidatura à presidência do Brasil nas eleições de 2022, o governador João Doria (PSDB) mobilizou a imprensa nesta semana para apresentar o programa “Pró SP”, um pacote de investimentos que atinge a cifra de R$ 47,5 bilhões até o final do seu mandato no ano que vem.

A área de transportes é a principal base para se chegar ao vultoso número apresentado pelo tucano. Apenas a obra da Linha 6-Laranja, citada como o maior projeto, tem previsão de investimento de R$ 15 bilhões, valor total da fase de implantação, mas que já teve uma boa parte utilizada e outra, prevista apenas para o período entre 2023 e 2025, ou seja, após a atual gestão.

O site do Pró SP traz vários projetos em fases distintas, mas não detalha os valores dos investimentos de forma clara. Numa apresentação disponibilizada pela área de comunicação, a mobilidade responde por R$ 6 bilhões dos R$ 25 bilhões previstos para 2022. Já neste ano, o valor não foi encontrado.

A lista de projetos de mobilidade, no entanto, não traz qualquer novidade ao que já se divulga há vários anos, inclusive na gestão passada.

Há obras como a conclusão da Linha 4-Amarela em Vila Sônia, que foi iniciada no meio da década anterior, assim como projetos bastante modestos como o novo túnel entre as estações Paulista e Consolação, cuja licitação foi anulada recentemente, ou a reforma da estação Vila Prudente, necessária após o Metrô rever a demanda de passageiros prevista para o local.

Obras da estação Varginha da Linha 9 (iTechdrones)

Retrocesso como “novidade”

Os monotrilhos da Linha 15 e 17, modais renegados pela atual gestão, constam também da lista, assim como a demorada obra da estação Varginha, da Linha 9-Esmeralda. Curiosamente, o governo esqueceu de um projeto importante, a expansão da Linha 13-Jade, da CPTM, até a estação Palmeiras-Barra Funda e os estudos para levá-la até Bonsucesso e que estão em curso.

Por outro lado, estão incluídas as linhas 19-Celeste e 20-Rosa, que encontram-se ainda num estágio bastante inicial de projetos e estudos e certamente não serão viabilizadas no atual mandato.

As retomadas da Linha 6-Laranja, grande mérito de Doria, e da extensão da Linha 2-Verde até Penha, são os empreendimentos mais vistosos, mas que foram iniciativa do seu antecessor, Geraldo Alckmin, ou seja, já constam como investimentos do estado há vários anos.

Pátio Água Espraiada da Linha 17-Ouro Márcia Alves/Metrô SP

O único projeto novo é justamente um retrocesso em mobilidade, a troca da Linha 18-Bronze, um projeto já contratado e que integraria o ABC ao Metrô transportando mais de 340 mil pessoas por dia, pelo corredor de ônibus “BRT ABC”, com capacidade para apenas 115 mil usuários/dia e viagens “expressas” cerca de 55% mais lentas que o monotrilho. E que ainda está sob júdice na Justiça comum e no Tribunal de Contas do Estado.

Total
17
Shares
10 comments
  1. Anunciou obra que já está acabando como novidade, obra que dificilmente vai sair como já pronta pra entrega, quem acreditar nesse programa acredita em qualquer coisa.

  2. O pior de tudo é que somente uma pequena parcela da população acompanha de perto esse tema de mobilidade. Eu converso com muita gente do ABC que nem sabia desse projeto do monotrilho. O pessoal só fica sabendo quando tá construindo ou inaugurando, por isso é fácil capitalizar voto com essas obras.

  3. O pior disso tudo é que o que ele fala de principal obra do plano (Linha 6) NÃO É CUSTEADO PELO ESTADO, MAS SIM PELA PRÓPRIA ACCIONA!!! ESSE CARA É MUITA PROPAGANDA!!TEM SEUS MÉRITOS COM O RETORNO DA LINHA 6, MAS DE RESTO (BRT ABC, VACINAS, ETC.) É PROPAGANDA PURA

  4. eu pensei a mesma coisa quando vi a reportagem no SP2. infelizmente o telejornal só se preocupou em repassar a noticia, não apurou todos esses fatos.

    1. São todos uns puxas saco safados desse desgovernador mequetrefe e picareta, o sujeito mente o tempo todo, é hipócrita, autoritário e os urubus da imprensa prostituída passam pano pra ele! O povo do Estado em sua maioria não o suporta mais e ele será defenestrado da política ano que vem!

  5. Dória foi um dos piores governadores de SP, não só por sua ganância política, mas por inúmeros retrocessos, e alianças. Vá pra lixeira com o jargão que te elegeu… “BolsoDória”.

  6. As obras e os projetos de infraestrutura continuam, maiores até para a América Latina. Enquanto isto, o governo federal continua perdido e a quadrilha petista se esforça inutilmente para deixar para trás seu passado recente de corrupção e queda no pib comparável à pandemia. Quando se considera que o estado de Sao Paulo cresce mais do dobro da média nacional e continua com seus grandes projetos, percebe-se que o estado continua no rumo certo. É só comparar com a pobreza em obras de mobilidade no restante do país, mesmo nosso estado ficando com apenas uma pequena parte de nossa arrecadação, que se perde na corrupção federal e para sustentar uma máquina pública ineficiente do governo federal.

  7. Tem gente que já cortou um dedo e comprou um pijama listrado para ficar igual o Lula ou fez uma lobotomia para ficar igual o bozo…

Comments are closed.

Previous Post

TCU suspende projeto de implantação do People Mover de Guarulhos

Next Post

Em jornal, Baldy sugere atraso nas inaugurações previstas para 2022

Related Posts