A CPTM decidiu dar um destino mais nobre para cinco vagões da Série 1700, que eram usados na Linha 7-Rubi até o ano passado. A companhia os incluirá no leilão de inservíveis que ocorrerá no dia 11 de novembro, mas os venderá em lotes de uma unidade apenas. A ideia é que eles possam ser arrematados por colecionadores ou interessados em transformá-los como base de algum negócio como restaurantes ou lojas, por exemplo.

O valor mínimo, de R$ 40.550, é o mesmo que foi obtido do leilão anterior em setembro que se desfez de 71 carros das série 1700 e 4400. Nesse caso, os trens foram vendidos como sucata a fim de serem desmontados para reciclagem – ou como se comenta no meio, “virarem panela”.

Se a companhia conseguir elevar esse lance inicial no leilão já será uma dupla vitória. Primeiro por conseguir arrecadar mais e segundo por dar chance à preservação ferroviária. “Queremos atrair entusiastas, colecionadores e empresas interessadas em construir espaços temáticos com o charme ferroviário.”, explicou Leandro Carpegiani, gerente de Logística da CPTM.

Carpegiani acredita que “com um investimento mínimo desse valor será possível para pessoas ou empresas arrematar um carro ferroviário para montar o seu próprio projeto utilizando como base um trem que é parte da história do desenvolvimento da ferrovia e da Região Metropolitana de São Paulo”.

A Série 1700 é uma das mais recentes herdadas da CBTU. Fabricados pela extinta Mafersa, esses trens (chamados de Série 700) entraram em serviço em 1987 no Rio e em São Paulo. Em 1994, foram repassados para então recém criada CPTM, onde tiveram um início de operação complicado. No final da década de 90, a companhia iniciou a modernização das composições, com melhorias como o sistema de freio.

Apesar de não oferecerem grande conforto, os trens da Série 1700 passaram a ter um índice de confiabilidade alto além de oferecerem um salão bastante espaçoso. A chegada de mais trens da Série 9500, fabricada pela Rotem, acabou liberando a série para ser aposentada em 2019.

O leilão está agendado para 11 de novembro às 10h00 e ocorrerá por meio do site www.siteleiloes.com.br.

O Série 9500 substituiu o Série 1700 totalmente desde 2019 (CPTM)