Empréstimo de quase R$ 3 bilhões para Linha 2-Verde é aprovado pelo Senado

Financiamento de US$ 550 milhões para obras de expansão do ramal do Metrô estava há dois anos em tramitação no governo federal
Poço da estação Vila Formosa (iTechdrones)

Aguardado há mais de dois anos, o financiamento de US$ 550 milhões que o governo de São Paulo receberá da Corporação Andina de Fomento (CAF) para as obras da Linha 2-Verde finalmente foi aprovado pelo Senado Federal nesta quarta-feira, 4. O valor, equivalente a cerca de R$ 3 bilhões, será usado para levar a Linha 2 até Penha, com mais 8 km e oito estações.

O governo paulista havia solicitado o empréstimo à entidade sul-americana em 2020, mas mesmo com o aval da CAF, a contratação dependia da autorização por parte do Cofiex, órgão do Tesouro Nacional que analisa se os entes da União têm condições de assumir dívidas como essa.

A comissão aprovou o financiamento no final de 2020, mas o processo ficou parado por vários meses aguardando assinatura até que o governo Bolsonaro enviou um projeto de lei para o Senado em julho. O assunto foi analisado na manhã de ontem pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) e logo aprovado. A matéria então foi encaminhada com urgência para o plenário, onde também foi aprovada.

A demora em liberar o dinheiro foi motivo de críticas por integrantes do governo paulista, que chegaram a apontar ingerência política no órgão técnico. Com o aval do Senado, a assinatura com a CAF será encaminhada e com isso, os recursos devem chegar aos cofres estaduais nos próximos anos, o que permitirá que as obras não percam ritmo.

O Metrô de São Paulo, responsável pelo projeto, está prestes a lançar a licitação de aquisição de 44 novos trens, parte deles a ser usada na Linha 2-Verde.

ACOMPANHE O METRÔCPTM NAS REDES SOCIAIS

Total
2
Shares
7 comments
  1. A linha 6 obteve hoje do BNDES o financiamento 6.9 bilhões. A acciona afirmou que agora tem 100% do valor da obra.

Comments are closed.

Previous Post

Novo Expresso Turístico passa por processo de limpeza e polimento

Next Post

Futura estação Lajeado da Linha 11-Coral deverá ter projeto funcional revisado

Related Posts