Destaques Linha 12 Linha 13

Estação Engenheiro Goulart será reaberta no primeiro semestre de 2017

Reconstruída, estação atenderá provisoriamente apenas a Linha 12-Safira a fim de liberar espaço para obras da Linha 13
Mezanino de Engenheiro Goulart: entrega parcial em 2017
Mezanino de Engenheiro Goulart: entrega parcial em 2017
Mezanino de Engenheiro Goulart: entrega parcial em 2017

Fechada desde junho de 2014, a estação Engenheiro Goulart, da Linha 12-Safira, reabrirá no primeiro semestre de 2017, informou a CPTM ao blog. Durante visita às obras da Linha 13-Jade, engenheiros comentaram que a estação precisará ser reaberta para que as obras da nova linha possam ter continuidade. Hoje, os trens da Linha 12 passam ao largo da estação em reconstrução, mas justamente no leito das vias da futura linha.

Para finalizar a construção da Linha 13, a plataforma sul da estação será aberta até o final do semestre que vem. Enquanto isso não ocorre, a CPTM precisará desviar o tráfego de trens para o novo leito que está sendo construído na região.

Uma das mais antigas e deterioradas estações da Linha 12, a Engenheiro Goulart precisou ser fechada e os usuários hoje precisam utilizar o PAESE para chegar até a estação USP Leste e de lá seguir viagem.

Acesso 24 horas ao parque

A nova estação Engenheiro Goulart é a parte mais adiantada da obra da Linha 13. Na nova configuração, ela terá duas plataformas e será a ligação da linha Jade com o restante da rede. O blog circulou pela estação nos últimos dias e pôde conferir que o mezanino já recebe o piso de granito além das esquadrias das janelas. O trabalho agora se concentra na colocação do telhado metálico e na construção do acesso principal da estação.

Engenheiro Goulart contará também com algumas melhorias que serão úteis para os moradores da região. Um deles será o acesso ao Parque Ecológico do Tietê, que será feito pelas passarelas da estação. Elas ficarão abertas 24 horas por dia e contarão com bicicletário numa das extremidades.

Trem da Linha 12 se aproxima das obras da estação. Desvio será removido no ano que vem
Trem da Linha 12 se aproxima das obras da estação. Desvio será removido no ano que vem

Além disso, a implantação da Linha 13 também está proporcionando a ampliação das passagens subterrâneas existentes hoje. Modestas, algumas mal comportam a passagem de um veículo pequeno. Elas estão sendo alargadas e elevadas, o que tem exigido a elevação do leito ferroviário, uma obra um tanto complexa devido à limitação das rampas para trilhos.

Segundo a CPTM, a estação completa deve ser aberta no primeiro semestre de 2018, com a inauguração da Linha 13 que ligará o Aeroporto de Guarulhos.

À direita, plataforma da Linha 12 e à esquerda, da Linha 13
À direita, plataforma da Linha 12 e à esquerda, da Linha 13

About the author

Ricardo Meier

É um entusiasta do assunto mobilidade e sobretudo do impacto positivo que o transporte sobre trilhos pode promover nas grandes cidades brasileiras. Também escreve nos sites Airway (aviação) e AUTOO (automóveis).

Um comentário

Click here to post a comment

Airway