Em um longo passeio, o presidente da CPTM, Pedro Moro, mostrou como estão as obras da futura estação Mendes-Vila Natal, da Linha 9-Esmeralda nesta semana. Ela faz parte do projeto que estenderá o ramal por mais 4,5 km no extremo sul da capital paulista e que inclui também outra estação, Varginha, que será o final da linha.

No vídeo, reproduzido abaixo, Moro percorreu a plataforma, mezanino e salas técnicas da nova estação, que terá 5 mil m² de área total. Como as novas estações da Linha 13-Jade, Mendes-Vila Natal será imensa, com espaço de sobra para circulação. O motivo para isso é que ela será elevada, com acesso abaixo da plataforma, por conta do relevo onde está sendo construída.

Nas imagens e descrição do executivo da CPTM, é possível constatar que a plataforma e o mezanino já receberam o piso de granito enquanto luminárias e forro estão sendo instalados. As escadas rolantes também estão em processo de montagem e uma delas funcionando em testes enquanto os elevadores ainda estão no início da implantação. Segundo a empresa, a estação oferecerá um conforto térmico muito grande além de iluminação natural e proteção contra chuvas.

Na virada do ano

Assim como o Metrô, a CPTM tem se esforçado para mostrar que as obras de expansão não pararam com a quarentena. Tanto Mendes-Vila Natal quanto a nova estação de Francisco Morato aparecem com frequência nas redes sociais da companhia e da Secretaria dos Transportes Metropolitanos, ao contrário de Varginha, que está atrasada.

O novo trecho de via entre Grajaú e Mendes tera quase 2,5 km (Reprodução: Aléssio Santos/Consórcio GSVP)

Moro, no entanto, não arriscou uma data de inauguração durante a visita. Um ano atrás, em outra visita, o secretário da pasta, Alexandre Baldy, havia previsto que Mendes-Vila Natal seria entegue em novembro deste ano e Varginha, um ano depois. Mais recentemente, as datas foram alteradas para 2021 e 2022, sem informar o mês em questão.

Segundo apurou o site, a meta da companhia é receber a estação Mendes e o trecho da via até Grajaú seja entregue em janeiro de 2021. Se isso for confirmado, a Linha 9 ganhará quase 2,5 km a mais de trilhos.

A previsão é que o novo trecho acrescente mais 110 mil passageiros ao ramal, que já movimenta diariamente cerca de 630 mil usuários (antes da pandemia, vale dizer).

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Pedro Tegon Moro (@pedrotegonmoro) on

Leia no Lulica
Insônia, aumento de apetite, problemas de visão 29/9/2020