Estação Mogi das Cruzes da Linha 11-Coral da CPTM recebe novos recursos para reforma

Obras de modernização incluem nova passarela e melhorias na acessibilidade do local, diz a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos
Estação Mogi das Cruzes (Wikimedia)

A CPTM vai receber novos recursos para reforma da Estação Mogi das Cruzes, na Linha 11-Coral. O novo investimento foi liberado pelo governo de São Paulo nesta semana e prevê uso em obras de modernização, incluindo uma nova passarela.  O projeto tem previsão de ficar pronto ainda em 2022.

“A estação Mogi das Cruzes será totalmente reconstruída e entregue com toda acessibilidade necessária para atender aos passageiros dessa região”, disse Paulo Galli, secretário de transportes metropolitanos, em comunicado. A autorização foi feita pelo governador do estado, Rodrigo Garcia.

Para a realização da obra, a equipe da CPTM realizará um projeto para as reformas, e não estão descartadas possíveis necessidades de desapropriações e liberações de áreas municipais, segundo a Companhia Paulista de Trens Metropolinatos.

Entre os objetivos da reconstrução está atender todas as normas de acessibilidade prevendo rota tátil e sanitários acessíveis, além de melhorias na estrutura geral, como instalação de escadas rolantes e elevadores. No plano também há a intenção de aproveitar espaços da estação para comércios.

Segundo a CPTM, o mesmo modelo de projeto será adotado para as outras três estações: Estudantes, Jundiapeba e Braz Cubas, com previsão de elaboração a partir de 2023.

Em 2021, houve um fracasso em lançar concessões das estações Mogi das Cruzes, Jundiapeba e Estudantes. A expectativa é que uma nova tentativa ocorresse no início do ano, mas ainda não se concretizou.

Estação Estudantes da Linha 11 (Tetizeraz/CC)
Total
1
Shares
Previous Post

Consórcio Monotrilho Ouro volta a lançar vigas-trilho na região da Marginal

Next Post

ViaMobilidade é multada em R$ 4,3 milhões por infrações no contrato de concessão

Related Posts