Estação Penha da Linha 2-Verde já conta com trabalhos de fundação

Prevista para 2026, parada será ponto de conexão com as linhas 3-Vermelha e 11-Coral e até pouco tempo atrás ainda apresentava pouca movimentação
Obras da estação Penha da Linha 2 (iTechdrones)

Passada a longa fase de mobilização dos canteiros, as obras de expansão da Linha 2-Verde do Metrô têm ganhado bastante velocidade nas últimas semanas. Praticamente todas as oito estações já se encontram com um bom número de funcionários e máquinas.

Entre elas, a grande surpresa tem sido a estação Penha, que assumirá o papel que hoje é de Vila Prudente como parada final do ramal – ao menos até que o Metrô retome o projeto de expansão até Guarulhos.

Parceiro do site, o canal iTechdrones esteve na região na semana passada e constatou que o consórcio responsável pela obra já iniciou a escavação e concretagem das paredes diafragma da estação subterrânea.

Ela ficará localizada ao lado da estação Penha da Linha 3-Vermelha e de seu terminal. Além disso, faz parte do escopo a reconstrução da estação homônina da Linha 11-Coral da CPTM, que foi fechada na época da implantação do antigo Expresso Leste.

Maquinários realizam as fundações da estação (iTechdrones)

O imenso terreno em obras já traz uma boa ideia do tamanho da estação, que terá um papel chave na redistribuição dos fluxos de passageiros na Zona Leste. Quando estive pronta em 2026, Penha será um ponto de mudança para os usuários que quiserem chegar à avenida Paulista ou a Zona Sul da capital, por exemplo.

Graças a isso, espera-se um certo alívio nos trens das linhas 3 e 11 que seguem até o centro de São Paulo.

Uma grande e única estação

Segundo a Systra, empresa contratada pelo Metrô para realizar o projeto básico desse trecho, a nova estação Penha terá 35,5 mil m² de área construída. Na verdade, o empreendimento é mais amplo já que inclui não só a estação da Linha 11 como a própria reforma e ampliação da atual parada da Linha 3.

“Todas as estações serão interligadas e será possível a transferência não tarifada entre elas. O conjunto projetado compreende, além das três estações, suas edificações complementares e as conexões entre elas e dois blocos de salas técnicas – um para cada nova estação,” diz a descrição da empresa.

Como as imagens de drone mostram, a obra será feita por Vala a Céu a Aberto (VCA) com dimensões de 136 m de comprimento, 32 m de largura e aproximadamente 24 m de profundidade.

Total
1
Shares
10 comments
  1. Existem no mínimo duas opções mais econômicas e rápidas para se chegar a ter em Guarulhos o 2º município mais populoso do Brasil com ~1,3 milhões de habitantes com Metrô e trens da CPTM ainda nesta década (2028) sem que se tenha de construir uma linha 19-Celeste nova, que é expandir as existentes;
    1ª Estender a Linha 13-Jade que hoje se encontra com baixíssima demanda ~15% até a região de Bonsucesso, onde seria também construído um pátio de manutenção.
    2ª Agilizar e se focar na extensão da Linha 2-Verde que está prevista para chegada em 2026 na Penha, porém sem previsão para Guarulhos.

    Não existe compromisso que o governante que estará no poder após 2024 tenha continuidade, ou seja, assim como aconteceu com a Linha 18-Bronze e inumeráveis outras, novamente o planejamento técnico está sendo desprezado para serem tomadas medidas adaptadas sem fundamentos técnicos plausíveis, desta forma é incoerente se lançar esta Linha 19-Celeste e demais múltiplas linhas coloridas a se juntar as dezenas de obras incompletas e inacabadas e que só serão viáveis e exeqüíveis após a década de 30!

    1. Moro em Guarulhos as duas alternativas citadas pelo Sr. são ótimas no papel. Desafogaria de forma considerável e retirava diversos veículos. Agora tem que ver se há disponibilidade de recursos para investimentos na sua expansão. Tendo em vista os trechos para sua desapropriação e construção são altíssimos.

      1. Carlos Eduardo
        É mais viável e menos custoso e demorado se estender uma linha existente que se começar a construir a partir do zero!
        Os argumentos que a Linha 2-Verde se irá saturar, perde o sentido porque a Linha 13-Jade já estará lá, e agora com a Linha-710 Integradora já operando, aquela argumentação cai por terra completamente.
        O fato de mencionar a baixíssima demanda de ~15% da Linha 13-Jade, e não será a simples troca de sistemas auxiliares de chegadas ao GRU Airport que ira alterar radicalmente isto, vale lembrar que existem nas inumeráveis promessas governamentais de várias linhas com destino a Guarulhos, e com quatro estações após Aeroporto Guarulhos esta opção é mais viável, e assim como a Linha 2-Verde, que chegará na Penha somente em 2026, os múltiplos projetos de linhas coloridas rumo a esta importante região, mas que hoje só estão no papel, como das linhas 14-Onix, 16-Violeta, 19-Celeste, e 23-Magenta assim como para outras localidades como outras incompletas como a 4-Lilás, 5-Amarela, 6-Laranja, 15-Prata, 17-Ouro, 18-Bronze e suas previsões será para após 2034, desta forma comprovadamente a prioridade desta expansão é a mais fácil, rápida e econômica.

        1. Sim, concordo com o Sr em alguns pontos. A extensão da linha 13 Jade seria bem-vinda aos trechos citados até o distrito do Bonsucesso e iria atrair usuários de outros municípios de Arujá, Santa Isabel, Itaquaquecetuba e São Paulo.
          A questão é financeira que não há disponibilidade para essa extensão no momento e caso tivesse seria mais viável na conclusão do Rodoanel Mário Covas em seu trecho de 44Km, geraria diversos empregos na construção cívil neste momento e após a entrega vai fomentar as empresas logísticas instaladas na cidade.

  2. Será que após a inauguração da Penha, a integração Metrô/CPTM no Tatuapé será gratuita o dia todo?

    1. Estender a L2 até Guarulhos não da certo, vai ficar saturada igual a L3 hoje… o ideal era levar a L13 até o Bonsucesso e construir a L19 ate o Bosque Maia e voltar com a L14 e transformar ela em uma linha de interligação: L13 – L12 – L11 – L15 – L10… As únicas extensões da L2 pós Penha deveria ser até Tiquatira para interligar com a L12 ou até mesmo levar ela um pouco até a zona norte para interligar com a L19 e nisso poderia ser criada uma estação ao lado da Dutra, num trecho próximo do hospital Nipo Brasileiro.

  3. Entendo seu ponto de vista Leoni!
    Porém extender a linha 2 até Guarulhos não é sensato do ponto de vista logístico, pois “estrangularia” a já saturada linha 3 e a própria linha 2.
    O melhor é implantar a linha 19 que é um traçado mais direto em direção ao centro de São Paulo e deixar a estação Penha como ponto final da linha 2.
    A implantação da linha 19 embora mais cara á curto prazo, á longo prazo se faz mais econômica, pois mesmo que se extendesse a linha 2 até Guarulhos, ela chegaria ao município vizinho já saturada devido aos seus acessos para os passageiros das linhas 3 do Metrô e 11,12 da CPTM.
    E aí terá que implantar outro ramal (que no caso é a própria linha 19) para desafogar a linha 2 – Ou seja teríamos dois altíssimos investimentos para fazer sendo que o Estado não tem muitos recursos á disposição.
    Talvez possa usar como alternativa á linha 19, a extensão da linha 13 da CPTM nas duas pontas, ligando o bairro guarulhense de Bomsucesso ao bairro paulistano da Mooca.

    1. DG, e demais amigos. Algumas considerações;
      Todas as atuais linhas da CPTM-SP, SUPERVIA-RJ, CBTU-MG se desejarem se interpenetram, isto é as composições é possível desta forma trens da Linha 13-Jade trafegar sem exceções e restrições e baldeações em outras linhas, como na 12-Safira, 11-Coral, 710 …, da mesma forma todas as atuais composições do Metrô-RJ com as linhas 1, 2 e 4 que utilizam as interpenetrações em “Y” como é feito mundialmente pois possuem modulações iguais, lembrando que no Rio não existe a linha -3, desta forma com relação a linha 2-Verde ela é totalmente compatível com a Linha 3-Vermelha sem restrições, isto significa que uma composição procedente de Itaquera da linha-3 poderá trafegar na linha -2 sem restrições e não necessitar de pátios e oficinas de manutenção exclusivas entre outras facilidades.
      Com relação a linha 2-Verde, sua saturação se deveu ao fato que serviu de terminal para a antiga Linha 10-Turquesa, já solucionado com a criação da reversão da Linha Integradora 710, restando as retiradas dos terminais das Linhas 5-Lilás na Chácara Klabin e 15-Prata em Vila Prudente, locais que a maioria dos passageiros só as utilizam como transbordo, ambas para serem deslocadas para a nova estação Ipiranga.
      Com relação a esta Linha 19-Celeste, além de sua execução só ser possível para após a década de trinta o projeto inexplicavelmente por conta de critérios discutíveis e não comprováveis de custos / benefícios / padronização, se pretende fazer em modulação divergente das existentes na região criando um bloqueio a tornando isolada com transbordo obrigatório a exemplo do que acontece hoje com a linha 5-Lilás na Chácara Klabin com relação a linha 2-Verde.

  4. Eu tenho fotografado e filmado a estação Penha todos os dias e o trecho inteiro uma. vez por mês. Acompanhe em Linha 2 Verde até Penha

  5. Entendo a extrema urgência de Guarulhos em ter uma linha metroferroviária que ligue com a capital.
    Mas sobre a linha 2 continuo com a opção dela fazer final na Penha.
    (Pelo menos por enquanto)
    Imagine um morador do Sacomã pegar um trem do metrô já carregado com pessoas vindas da zona leste (região mais populosa da cidade) e de Guarulhos, o segundo município mais populoso do estado em que está ocorrendo uma grande explosão imobiliária com muitos apartamentos a serem inaugurados?
    Este morador não vai nem conseguir embarcar.
    O Metrô foi concebido para atender dentro do município, para ligações com municípios vizinhos o adequado é o trem metropolitano.

    Conheci um professor (Wilmar Fratini – Centro de Operações do Metrô) do curso de transporte metroferroviário.
    Uma vez ele disse que não é bom linhas de metrô serem muito extensas para não ficarem sobrecarregadas, e sim uma malha com várias linhas com uma média de 15 KM cada uma, assim teria melhor distribuição entre as linhas.

    Lembrando que o Metrô está condicionando a extensão da linha 2 até Guarulhos com a implantação da linha 19.
    Como a linha 19 demorará anos ou nunca sairá do papel…
    “É pessoal temos que ser realistas!”
    …uma boa opção seria extender a linha 13 da CPTM nas duas pontas, podendo até possuir um sistema em Y:
    Bomsucesso – Mooca
    Aeroporto Guarulhos – Barra Funda.

Comments are closed.

Previous Post

Acompanhe as informações sobre a greve parcial na CPTM nesta quinta-feira, 15

Next Post

Após recuo do governo, ferroviários encerram greve na CPTM

Related Posts