Extensão das linhas 11 e 13 até Barra Funda pode ficar para 2025

Contrato assinado nesta semana com a empresa Alstom prevê um prazo de três anos para implantação do sistema de sinalização entre as estações Luz e Palmeiras-Barra Funda
Estação Palmeiras-Barra Funda: chegada das linhas 11 e 13 deve demorar (Jean Carlos)

Ver os trens das linhas 11-Coral e 13-Jade chegando até à estação Palmeiras-Barra Funda ainda é um sonho distante. Como o site mostrou em primeira mão em janeiro, a CPTM contratou a empresa Alstom por meio de dispensa de licitação para modernizar e ampliar o sistema de sinalização de trens entre as estações Luz e Barra Funda.

O contrato no valor de R$ 43,2 milhões foi assinado no dia 10 de fevereiro, embora a CPTM ainda não tenha tornado público o documento. O serviço tem prazo de vigência de 36 meses, ou seja, deve durar até fevereiro de 2025.

Possivelmente, o prazo de execução de serviços tenha um período um pouco mais curto, o que pemitiria que os trens pudessem circular nas vias reformadas ainda em 2024, mas esses detalhes só poderão ser conferidos com a divulgação do contrato.

A Alstom foi contratada para o serviço provavelmente porque se trata de um sistema proprietário, impedindo que outras empresas pudessem alterá-lo.

Segundo informações levantadas pelo site, a empresa será responsável pelo projeto, fornecimento, implantação e modificação do SCC (Sistema de Controle Centralizado) para o domínio LUZ-BFU (Luz-Barra Funda).

Alstom receberá R$ 43 milhões para implantar sistema de sinalização entre Luz e Barra Funda (Jean Carlos

Além disso, estão previstas melhorias e modificações no sistema de sinalização das linhas 11-Coral e 12-Safira que atendem a região leste da Grande São Paulo. Para a Linha 12 será necessário realizar a alteração no PVS (Plano de Via Sinalizado) na região de Calmon Viana. Tal modificação é importante para possibilitar a utilização da plataforma 3.

Outra importante mudança é a separação do sistema de controle de tráfego da Linha 11-Coral da Linha 12-Safira que atualmente são unificados. O software deverá sofrer modificações de forma que cada linha possui uma interface própria, o que pode simplificar e otimizar o trabalho dos controladores do CCO.

Esse contrato é um dos projetos que visa modernizar as vias da CPTM que vão de Barra Funda até Calmon Viana e que ao final de sua implantação permitirá que mais trens circulem pelas linhas em intervalos mais regulares e com a possibilidade de compartilhamento de alguns serviços.

Total
16
Shares
3 comments
  1. A linha13 deveria sair da Barra Funda e ir até estação aeroporto sem parar na Luz para deixar a as outras estações para as outras linhas.

Comments are closed.

Previous Post

Linha 1-Azul do Metrô ficará fechada até às 7 horas neste domingo

Next Post

CPTM marca seus 30 anos com novos uniformes e avisos sonoros

Related Posts