Com inauguração prevista para este mês, estação João Dias entra na reta final

Estação da Linha 9-Esmeralda é construída pela iniciativa privada e ficará localizada entre as paradas Granja Julieta e Santo Amaro
O acesso de João Dias no dia 31 de agosto: inauguração em setembro (GESP)

O governo do estado divulgou imagens das obras da estação João Dias, da Linha 9-Esmeralda, com data do dia 31 de agosto, terça-feira. Nelas, é possível notar que os trabalhos entraram na reta final, com a instalação de equipamentos necessários para a operação, além de atividades relacionadas ao acabamento do acesso, passarela e plataforma.

Bancada e construída pela iniciativa privada, a nova estação tem previsão de entrega para setembro, embora ainda não exista uma data exata. A despeito disso, pelo que falta fazer ainda é bastante provável que a inauguração ocorra no final deste mês.

Caso seja confirmada, a conclusão da obra terá levado menos de dois anos. Em janeiro de 2020, a CPTM divulgou ter recebido a licença de instalação, que permitiu o início dos trabalhos. Nos meses seguintes, a Telar, construtora contratada pela Brookfield Properties, empresa que banca o projeto, começou a preparar o terreno do acesso.

Em junho do ano passado, a Telar iniciou as fundações do prédio ao lado do conjunto corporativo e de lá para cá o avanço foi notável para uma obra planejada originalmente para levar dois anos e meio.

As imagens mostram a instalação de brises e vidros no prédio principal. Por dentro já é visível o SSO e a presença de tubulações para permitir a implantação de equipamentos elétricos e iluminação.

Já a plataforma central conta com piso tátil e paineis laterais que darão acabamento ao projeto. Semanas atrás, a CPTM passou a utilizar as novas vias que serão usadas na operação da nova estação.

Embora tenha uma previsão modesta de demanda, de pouco mais de 10 mil usuários por dia, a estação João Dias está numa região com grande potencial de adensamento, o que certamente pode fazer esse número crescer nos próximos anos.

Projeto foi sugerido e bancado pela iniciativa privada (GESP)

A iniciativa inédita, no entanto, ainda não gerou projetos semelhantes na CPTM e no Metrô. Houve sugestões de que a futura estação Pirelli, da Linha 10-Turquesa, possa ser construída da mesma forma, mas nada ocorreu até o momento, o que é uma pena, diante da ótima experiência proporcionada pela Brookfield.

Total
19
Shares
1 comment
  1. Quando não tem ninguém mal intencionado à frente das obras, tudo corre como esperado. Que venham mais projetos assim.

Comments are closed.

Previous Post

Estação Pirituba receberá melhorias de acessibilidade

Next Post

People Mover de Guarulhos fará parte de ‘pacote ferroviário’ do governo federal

Related Posts