Governo Doria prevê inaugurar estação Mendes-Vila Natal em 30 de junho

Avatar
Extensão de quase 2 km da Linha 9-Esmeralda será a primeira ampliação da malha metroferroviária desde a inauguração de trecho da Linha 15-Prata até São Mateus em dezembro de 2019
Trecho das vias da Linha 9 até Mendes-Vila Natal nesta quarta-feira (GESP)

A futura estação Mendes-Vila Natal da Linha 9-Esmeralda da CPTM deve ser entregue no dia 30 de junho, ou seja, dentro de 70 dias. A informação foi revelada pelo vice-governador Rodrigo Garcia (PMDB) nesta quarta-feira, 21, durante inauguração de um viaduto que faz parte do empreendimento.

Garcia, que também é secretário de governo da gestão Doria, entregou nesta manhã o viaduto Jacopo Torriti, uma das intervenções viárias necessárias para liberar as vias do ramal até a estação Mendes-Vila Natal.

Ao contrário de Varginha, que tem obras em ritmo lento (a despeito da promessa de entrega em 2022 pelo próprio vice-governador), Mendes-Vila Natal está na fase final dos trabalhos, com instalação de equipamentos, sistemas e comunicação visual.

Com sua abertura, a Linha 9-Esmeralda ganhará cerca de 1,9 km a mais de extensão, contando a distância a partir da área de estacionamento após a estação Grajaú. Nesse trecho, a CPTM também está implantando uma nova subestação de energia que já foi testada, inclusive.

Os serviços concentram-se na execução dos aparelhos de mudança de via, rede aérea de energia e sinalização e devem ser concluídos a tempo de cumprir o prazo.

Resta saber o que ocorrerá com o viaduto após a estação, no entanto. As obras ali começaram mais tarde e pouco tempo atrás estavam nas fundações. Certamente não há tempo hábil para que a estrutura fique pronta em pouco mais de dois meses, o que sugere que a estação será inaugurada sem ela.

Os trilhos acabam justamente no final da plataforma de Mendes, sem margem para qualquer manobra.

Longo atraso

A extensão da Linha 9-Esmeralda até o extremo sul da capital foi retomada em 2018 após o governo do estado obter um financiamento da União. O projeto havia sido iniciado anos antes, mas por uma questão burocrática foi impedido de receber recursos federais, o que fez a gestão Alckmin cancelar os contratos em 2016 com apenas parte das estações construída.

Em visita a região há quase dois anos, o mesmo Rodrigo Garcia havia previsto que Mendes-Vila Natal seria aberta em novembro de 2020 enquanto Varginha ficaria para novembro de 2021.

Com a abertura na virada do semestre, Mendes-Vila Natal será operada pela CPTM por um curto período já que as linhas 9-Esmeralda e 8-Diamante foram arrematadas pelo consórcio ViaMobilidade Linhas 8 e 9 em leilão de concessão nesta terça-feira. A expectativa é que os dois ramais sejam assumidos pela empresa no ano que vem.

Total
16
Shares
5 comments
  1. Então meu caro Rael, isto mostra a nossa incapacidade de gerirr uma malha ferroviária que tem muitos clientes.
    Estamos fazendo estações de prolongamento até Varginha e o trem precisa chegar em Parelheiros e no futuro no Litoral nesta mesma direção.
    Eu acredito que a CCR que já tem outras linhas, fará um bom trabalho nestes 30 anos.
    Modernizara as linhas e o público vai ser tratado como deveria ser pelo Estado/Dória.
    A Mobilidade em São Paulo precisa de um sacudida.
    Isto também no Metrô.
    Temos que pensar nas pessoas que não tem carro, ou que mesmo tendo vai ajudar com o metrô a melhorar o trânsito e poluir menos.

    1. Se o trem chegar em Parelheiros, 8 milhões de pessoas ficarão sem água, dado que o trem irá acelerar o processo de ocupação dos mananciais até eles se tornarem inúteis para o abastecimento da Grande São Paulo.

      1. É possível e viável a construção da estação Parelheiros desde que o Estado resolva o problema dos loteamentos irregulares e a favelização do espaço. Resolvendo esse problema, é possível até um aeroporto integrado com a futura estação Parelheiros junto com uma saída para o rodoanel que atenderá principalmente a baixada santista. Parelheiros é um local estratégico para o desenvolvimento do Estado. Basta apenas o Estado ser proativo em proteger os recursos naturais.

        1. Desculpa perguntar. A região de Parelheiros não é considerada área de preservação ambiental? Como seria resolvida essa questão em uma eventual extensão ao território?

Comments are closed.

Previous Post

CPTM divulga novas imagens de suas principais obras

Next Post

Vídeo das obras da estação Vila Sônia mostra instalação dos sistemas nas vias

Related Posts