Intervalo da Linha 12-Safira deverá ser reduzido para 3 minutos após concessão

Proposta deverá ser resultado de investimentos no sistema de sinalização que deverá ser completamente renovado
Intervalo da Linha 12-Safira deve cair para 3 minutos (Jean Carlos)
Intervalo da Linha 12-Safira deve cair para 3 minutos (Jean Carlos)

Com a concessão das linhas 11-Coral, 12-Safira e 13-Jade, o governo de estado pretende aprimorar os serviços ferroviários focando, principalmente, na redução dos intervalos entre trens.

Na Linha 12-Safira, que atualmente liga a estação Brás até Calmon Viana, no município de Poá, os intervalos variam de acordo com os loopings operacionais. Com a extensão da ferrovia para a Estação Suzano a mesma dinâmica se manterá.

Segundo os dados da concessão, durante os primeiros sete anos, a nova operadora deverá manter um intervalo mínimo de 5 minutos no trecho entre Brás e Itaquaquecetuba e de 10 minutos entre Itaquaquecetuba e Suzano.

Intervalos da Linha 12-Safira nos primeiros sete anos de concessão (SPI)
Intervalos da Linha 12-Safira nos primeiros sete anos de concessão (SPI)

Entre o oitavo e 20º ano da concessão a Linha 12-Safira deverá passar por grandes melhorias. O intervalo deverá ser reduzido para 3:15 minutos no trecho crítico e 6:30 minutos no looping de Suzano.

Intervalos da Linha 12-Safira entre o 7º e 20º ano de concessão (SPI)
Intervalos da Linha 12-Safira entre o 7º e 20º ano de concessão (SPI)

Nos últimos 10 anos da concessão essa redução deverá atingir o seu limite com a frequência de trens no trecho entre Brás e Itaquaquecetuba a cada 3 minutos e no trecho entre Itaquaquecetuba e Suzano a cada 6 minutos.

Intervalos da Linha 12-Safira a partir do 20º ano da concessão (SPI)
Intervalos da Linha 12-Safira a partir do 20º ano da concessão (SPI)

A proposta de redução de intervalos se viabilizará através da implantação de um novo sistema de sinalização na Linha 12-Safira, que permitirá a operação de forma interoperável no futuro.

Total
1
Shares
Antes de comentar, leia os termos de uso dos comentários, por favor
11 comments
    1. Na pratica ja ta acontecendo! A midia e este próprio site nao noticia, mas a viamobilidade ja tem reduzido o intervalo nas suas linhas. Acompanhe em canais sérios como os foruns do skyscrapercity q vc vai ver na integra…

      1. Aham, quem acompanha vê q os intervalos n estão sendo reduzidos, estão voltando ao oq eram com a cptm, os trens continuam sujos, dandos problemas até mesmo nos trens novos q a empresa fez propaganda aos 4 ventos q seria a grande melhoria nas linhas, os mesmos problemas de falta de manutenção e portas travadas q tinham nos 7000 q adoravam dizer ser trens velhos estão acontencendo com os 8900 novos, n adianta mentir pra defender empresa ruim

      2. Boa tarde! Noticiamos várias vezes o plano de redução de intervalos, inclusive na Linha 12-Safira. Todos eles promovidos pela CPTM
        Recomendo fortemente a leitura dos artigos que já produzimos sobre o assunto:

        Setembro/2022 – “Entenda as melhorias realizadas na Linha 12-Safira pela CPTM”
        https://www.metrocptm.com.br/entenda-as-melhorias-realizadas-na-linha-12-safira-pela-cptm/

        Abril/2023 – “CPTM deve implantar AMV em “X” na entrada da estação Brás da Linha 12-Safira”
        https://www.metrocptm.com.br/cptm-deve-implantar-amv-em-x-na-entrada-da-estacao-bras-da-linha-12-safira/

        Janeiro/2024 – “Tempo de espera dos trens metropolitanos no horário de pico caiu em mais de 50% ao longo dos últimos 30 anos”
        https://www.metrocptm.com.br/tempo-de-espera-dos-trens-metropolitanos-no-horario-de-pico-caiu-em-mais-de-50-ao-longo-dos-ultimos-30-anos/

      3. SSC sério KKKKKKKKKKK. Só pode estar de brincadeira. SCC é uma panela de puxas sacos de empresa privada, onde não aceitam opiniões contrárias e nem críticas, vivem numa bolha. E a VM não está reduzindo nada, pelo contrário, depois que adotou o looping na linha 9 aumentou os intervalos nos 2 horarios de pico.

      4. Eu acompanho sites sérios como esse, Diarios dos Trilhos, Viatrolébus, Diário do Transporte, acho q vc não esta querendo enxergar a realidade.

  1. Há mais de 15 anos convivemos com a promessa da implantação de novos sistemas de sinalização nas linhas então administradas pela CPTM. A meta era em 2012, atender a 3.700.000 passageiros por dia nas 6 linhas existentes à época com a nova sinalização, meta que jamais foi atingida. (https://www.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/na-imprensa/cptm-muda-sistema-de-sinalizacao-e-controle-em-tres-linhas/#:~:text=A%20CPTM%20tem%20um%20outro,de%20controle%20autom%C3%A1tico%20de%20trens.)

    A linha 8 chegou a ter instalada boa parte da infraestrutura para recebimento do sistema CBTC, investimento que se perdeu com a concessão da mesma, já que mais de 10 anos não foram suficientes para a CPTM entregar o que prometeu. O tão prometido ATO da linha 12 como noticiado por essa página meses atrás, tinha um novo prazo (2026) para entrar em operação, mas pelo jeito a ideia também subiu pelo telhado.

    Aliás deixo como sugestão uma nova matéria sobre o status da redução do tamanho dos blocos de via na linha 12. Já é perceptível em horários de pico, trens trafegando com intervalos na casa dos 4 minutos, até 3 às vezes, principalmente próximo aos horários de circulação do expresso aeroporto, mas tenho curiosidade em saber se esse projeto foi finalizado, mas meu questionamento no SAC da empresa nunca foi respondido.

  2. Reza p ficar diferente das linhas 8 e 9 que virou um mercado indiano sobre rodas. Uma porcaria

  3. Agora qualquer melhoria nas linhas é condicionada apenas a concessão. Chega a ser uma chantagem contra os passageiros.

  4. Se fizermos graficamente a leitura do mapa, verificaremos que as Linhas 13, 12 e 11 nesta ordem, são paralelas e no sentido bairro centro, e o mesmo obviamente se aplica no sentido contrário, a 13-Jade interpenetra primeiramente em “Y” na Linha-12 na estação engº Goulart percorrendo um trecho e em seguida interpenetrando novamente em “Y” na Linha-11 antes do Brás, para só a partir dai seguir pós Luz.
    Não me consta que exista esta interpenetração aérea e nem subterrânea sem interferência diretamente da L-13 para a L-11 sem um cruzamento em nível obrigatório com a L-12-Safira, algo que alterando o atual sistema de sinalização elimine o gargalo.
    Não existe comprovação técnica alguma que segundo explicação do presidente da CPTM que com o Travessão em “X”, (que significa bloquear um Linha obrigatoriamente para outra passar, a exemplo com acontece dos faróis das rodovias) essas restrições irão acabar e a velocidade, consequentemente, aumentará.
    Ainda segundo o texto vago novos AMVs formarão um “X” na região nas proximidades ao Brás, permitindo que os trens da Linha 12-Safira utilizem quase simultaneamente as plataformas 6 e 7 da Estação Brás, melhorando a circulação no trecho entre Tatuapé e Brás, mas é omisso e não informam como os trens procedentes da Linha-13 serão afetados no momento de interpenetrar em “Y” na Linha 11 rumo a Luz.

Comments are closed.

Previous Post
Trem da Série 7500 preparado para a devolução (Anderson AC)

ViaMobilidade devolverá primeiro trem da Série 7500 à CPTM

Next Post
O pátio Água Espraiada em julho de 2024

Veja a “rampa” por onde o monotrilho da Linha 17-Ouro circulará

Related Posts