Os passageiros que utilizam a Linha 9-Esmeralda, da CPTM, poderão ganhar mais duas opções de destino já em 2021. O ramal tem no momento três novas estações sendo construídas, Varginha, Mendes-Vila Natal e João Dias. Dessas a apenas Mendes-Vila Natal tem previsão de abertura no ano que vem, ainda no primeiro trimestre, mas num vídeo no Instagram nesta semana o diretor de  engenharia e obras da companhia, Marcelo Machado, a conclusão de João Dias deve ocorrer em cerca de um ano.

Ao explicar o andamento da obra para o presidente da CPTM, Pedro Moro, Machado explicou que “na programação ficou para o segundo semestre de 2021”. Apesar disso, a previsão oficial segue como 2022, inclusive no próprio texto do vídeo.

O otimismo com a possível antecipação da obra se justifica pela rapidez como os trabalhos evoluem. O acesso da estação já deve começar a receber colunas enquanto as plataformas já se encontram com as fundações executadas, poucas semanas após a CPTM desviar as vias da Linha 9 para liberar espaço para a construção.

Sem os entraves comuns em obras públicas, já que a estação está sendo construída pela Tegra, contratada pela empresa Brookfield, não há muitos empecilhos para que o cronograma seja cumprido. Ainda assim, vale lembrar que a CPTM – ou sua sucessora privada caso a concessão da Linha 9 e da Linha 8 saia antes disso – precisará executará a adaptação das vias e sistemas para incluir a nova parada.

Estação Mendes-Vila Natal em setembro de 2020 (iTechdrones)

Mendes-Vila Natal

Se João Dias ainda é uma possibilidade, Mendes-Vila Natal é praticamente uma certeza. Em artigo postado no Linkedin, o gerente da CPTM, Dirceu Pinheiro, explica alguns detalhes da obra, que será entregue no primeiro trimestre de 2021.

Segundo ele, nessa primeira fase serão entregues “as duas subestações (Dutra e Mendes), dois viadutos rodoviários (Micronésia e Jacopo Torriti), um viaduto ferroviário (VF3 estação Mendes), uma Estação de passageiro (estação Mendes/Vila Natal), trecho da Via Permanente e Rede Aérea (estação Grajaú até estação Mendes/Vila Natal) e a remodelação do Pátio Grajaú”.

Pinheiro explica que no momento a estação está recebendo acabamento e execução de  instalações elétricas, eletrônicas e hidráulicas. Além disso, os viadutos e viários da área estão sendo reconfigurados ao mesmo tempo em que o entorno é reurbanizado.

Com 4.500 m², a estação Mendes-Vila Natal deverá receber cerca de 13.600 passageiros por dia em 2025.  Ela contará com um elevador para passageiros com necessidades especiais, 2 escadas rolantes e 3 escadas fixas para o acesso às plataformas e na circulação entre pavimentos.

Leia no Lulica
Insônia, aumento de apetite, problemas de visão 29/9/2020