Linha 19 Linha 20 Linha 22

Metrô estuda linha paralela à Rodovia Raposo Tavares

Novo ramal subterrâneo sairá da avenida Faria Lima e irá até Cotia. Estudo do Metrô também prevê expansão para Guarulhos e São Bernardo
Mapa com os planos do Metrô publicado no Relatório de Sustentabilidade 2014
Mapa com os planos do Metrô publicado no Relatório de Sustentabilidade 2014

Ao contrário da maior parte das linhas projetadas e em execução pelo Metrô de São Paulo, que costumam se originar em bairros de classe baixa, um estudo recente divulgado pela empresa colocou em destaque uma nova linha cujo percurso passará por regiões mais ricas, onde o tráfego pesado de veículos é um problema.

No mais recente relatório de sustentabilidade do Metrô paulista, a chamada Linha 22 aparece como um dos ramais em estudo, juntamente com a Linha 19 (Campo Belo-Guarulhos) e 20 (que ligará a Lapa a São Bernardo do Campo).

A nova linha já era conhecida anteriormente e foi desenhada como um traçado radial saindo do munícipio de Cotia e seguindo próxima à rodovia Raposo Tavares. Mas nos projetos atuais do Metrô, o ramal deixou de terminar na futura estação São Paulo-Morumbi (onde faria conexão com a linha 4-Amarela e linha 17-Ouro) e seguirá mais adiante, fazendo conexão em Butantã (linha amarela), Hebraica-Rebouças (linha 9 da CPTM) e chegando ao final na ainda hipotética estação Rebouças, na avenida Faria Lima (veja mapa abaixo).

Mas a maior novidade é que a Linha 22 agora é estudada como metrô subterrâneo e não monotrilho, o que provavelmente demonstra que a demanda da região é maior do que se imaginava.

Mapa com os planos do Metrô publicado no Relatório de Sustentabilidade 2014
Mapa com os planos do Metrô publicado no Relatório de Sustentabilidade 2014 (clique para ver em tamanho maior)

Rede ideal

No mapa divulgado no relatório não há qualquer menção a prazos ou prioridades, mas, pelas declarações do secetário de Transportes Metropolitanos (e também presidente do Metrô), a próxima linha a ser licitada será a 19-Celeste, que sairá de Guarulhos e chegará até Campo Belo, onde encotrará a Linha 5-Lilás. Numa primeira fase, ela deverá ser inaugurada até a estação Brigadeiro, na avenida Paulista. Posteriormente, seguirá pelos Jardins, Itaim e avenida Santo Amaro.

Outra linha que consta no relatório é a 20-Rosa. Ela já chegou a constar dos planos da gestão passada e foi incluída num pacote de obras que o Governo do Estado de São Paulo planejava oferecer como uma PPP (parceria público-privada), mas, até onde se sabe, apenas uma empresa entregou a MIP, manifestação de interesse privado. Especula-se que um dos problemas da linha, que passará pela avenida Faria Lima, cortará Moema e chegará até o ABC, seria o custo das desapropriações em regiões onde o metro quadrado é bastante caro.

About the author

Ricardo Meier

É um entusiasta do assunto mobilidade e sobretudo do impacto positivo que o transporte sobre trilhos pode promover nas grandes cidades brasileiras. Também escreve nos sites Airway (aviação) e AUTOO (automóveis).

2 Comentários

Click here to post a comment
  • Essas Tais Linhas: a 19 Celeste Vai Ligar do Aeroporto de Congonhas Até Outro Aeroporto, o do Bairro Guarulhense de Cumbica, a 20 Rosa Vai da Casa Verde Até Santo André, no ABC, a 21 Roxa Vai de Heliópolis Até o Futuro Aeroporto NASP e a 23 Marrom Que Vai Ligar de Parelheiros Até Mairiporã Além Dessa Linha, a 22 Grená Que Vai Ligar do Itaim Paulista Até a Granja Viana, em Cotia

  • Na Verdade, a Linha 16 Cinza Ligando Parelheiros, o Autódromo de Interlagos e Mairiporã e 23 Marrom Ligando o Mandaqui, na Zona Norte da Capital Paulista e Fora do Solo Paulistano as Estações: Pauliceia, em SBC & Piraporinha, em Diadema, Ambas no ABC

Airway