Desde que foi concebida a ideia de uma linha de monotrilho que ligaria a Vila Prudente a Cidade Tiradentes, diversas estações tiveram seu nome revisto durante o andamento do projeto. Até mesmo a própria linha passou por uma mudança de nomenclatura já que ela chegou a ser referida como continuação da Linha 2-Verde – na verdade, uma manobra burocrática do Metrô para aproveitar licitações anteriores.

Rebatizada como Linha 15-Prata, o ramal acaba de ter duas de suas futuras estações renomeadas, Érico Semer e Márcio Beck. Segundo uma resposta do presidente do Metrô, Silvani Pereira, em sua rede social, as paradas serão chamadas de Jardim Marilu e Jardim Pedra Branca.

Antes disso, a companhia havia alterado o nome da estação Iguatemi, que passou a se chamar Jardim Colonial – atualmente a única estação em obras do ramal. No fim de 2020, o Metrô lançou edital para construção de duas novas estações após Jardim Colonial: Boa Esperança e Jacu-Pessego, sendo que a primeira era para chamada de Jequiriçá no projeto original.

Não será surpresa se o Metrô resolver mudar um dos nomes das duas únicas estações mantidos, as paradas Cidade Tiradentes e Hospital Cidade Tiradentes, futuro terminal da linha. A semelhança entre elas e o fato de se localizarem próximas pode vir a ser motivo de confusão para os passageiros.

Placa de destino da Linha 17: onde fica o aeroporto de Congonhas? (Jean Carlos/SP Sobre Trilhos)

Nomes parecidos

A escolha dos nomes das estações leva em consideração vários fatores, como a identificação com o entorno e pontos de interesse dos usuários. Foi isso que motivou a empresa a alterar as denominações de três estações da extensão da Linha 2-Verde no ano passado.

Ainda assim, alguns nomes causam confusão. O próprio Metrô resolveu chamar uma das estações da Linha 17-Ouro de “Jardim Aeroporto”, ao lado do pátio de manutenção. Enquanto o ramal não chegar ao Jabaquara, essa parada será um dos destinos dos trens – o outro será a estação Aeroporto Congonhas. Imagina-se que alguns passageiros poderão acabar tomando o trem errado por conta do nome ‘Aeroporto’ nas placas de sinalização.

Outra denominação usada com frequência pela companhia é ‘Morumbi’. O nome do famoso bairro está na estação da Linha 9-Esmeralda da CPTM e foi adotado pela homônima da Linha 17. Não satisteito, o Metrô também batizou uma parada da Linha 4 com nome semelhante, São Paulo-Morumbi, e planeja chamar a estação ao lado do estádio do São Paulo FC de “Estádio Morumbi”.