Projeto de acessibilidade das estações Santo André, Mauá e Mooca atrasa

O segundo aditamento contratual dará mais seis meses para que a empresa possa finalizar os projetos executivos. O custo do serviços foi reduzido em cerca de 22%
Projetos de acessibilidade contemplam a estação de Santo André (Jean Carlos/SP Sobre Trilhos)

A CPTM formalizou no final de outubro o segundo aditamento para a prestação de serviços técnicos especializados de engenharia e arquitetura para a elaboração de projeto executivo de adaptação de estações da Linha 10-Turquesa dentro de normas de acessibilidade.

O cronograma físico-financeiro fornece algumas informações importantes. Segundo as tabelas que estipulam o cronograma das atividades, o foco da empresa contratada será a finalização dos projetos executivos de três estações da Linha 10-Turquesa. São elas as estações Mooca, Santo André e Mauá.

Cronograma de atividades com o aditivo (CPTM)

Destas estações destacam-se Santo André e Mauá que movimentam mais de 1 milhão de passageiros por mês cada uma, sendo consideradas estações de grande importância na linha 10. Mooca por sua vez possui uma demanda menor, aproximadamente 170 mil passageiros mensais.

Atualmente a CPTM trabalha com obras em quatro estações simultaneamente. Um contrato foi assinado para as estações de Prefeito Saladino e Capuava, enquanto um segundo contrato tem como foco a realização de obras nas estações de São Caetano do Sul e Utinga.

Estação Santo André deverá ser alvo de reformas futuramente (Jean Carlos/SP Sobre Trilhos)

Segundo os termos do aditamento do contrato firmado entre a CPTM e a IEME Brasil Engenharia Consultiva Ltda, o prazo para a execução do objeto do contrato foi prorrogado em mais seis meses, passando a findar-se em março de 2022.

Houve também a redução do valor inicial do contrato que foi estipulado em aproximadamente R$ 3,6 milhões. Com o aditamento o valor caiu para R$ 2,8 milhões representando um decréscimo de cerca de 22% comparado com o preço original.

Total
1
Shares
1 comment

Comments are closed.

Previous Post

People Mover do Aeroporto de Guarulhos voltará a ser analisado pelo TCU

Next Post

Metrô terá que recontratar empresa que fará ligação elétrica da Linha 17-Ouro

Related Posts