CPTM assina contrato para adequar as estações Prefeito Saladino e Capuava

O consórcio vencedor terá 20 meses para executar as obras que incluem a instalação de elevadores nas duas paradas da Linha 10-Turquesa da CPTM
Obras nas estações de Capuava e Prefeito Saladino trarão melhorias na acessibilidade

A Linha 10-Turquesa da CPTM é a mais antiga via férrea no estado de São Paulo e atualmente atende aos passageiros na região do ABC. Recentemente um novo formato de operação entrou em vigor com a adoção do Serviço 710. A dinamização das viagens reduz as integrações e facilita a vida dos cidadãos que necessitam do transporte ferroviário para se deslocar aos seus destinos. Entretanto, boa parte das estações ainda carece de reformas e adequações que visem promover a acessibilidade universal para todos os passageiros.

As obras

Lançada no final do ano passado, a licitação para a adequação de acessibilidade nas estações de Capuava e Prefeito Saladino são marcos importantes que trarão benefícios diretos para os passageiros. Estão previstas melhorias nas bilheterias, complemento da cobertura ao longo das plataformas, assim como a adequação das mesmas de forma que a distância entre o trem e a plataforma seja minimizada, melhorias nos sanitários e inclusive a instalação de elevadores, elemento fundamental para que os passageiros com mobilidade reduzida possam mudar de plataforma.

A estação de Prefeito Saladino se localiza em Santo André e atende em média 8.422 passageiros por dia, enquanto Capuava, localizada no município de Mauá, atende 6.739 passageiros por dia. Além desses passageiros, os próprios funcionários da CPTM também serão beneficiados com uma série de reformas nos ambientes internos das estações, melhorando as condições laborais e minimizando riscos ambientais.

Prazo e preço

O contrato dessas obras foi assinado com o Consórcio Lopes Kalil-Leman que é formado pelas empresas Lopes Kalil Engenharia e Comercio Ltda., e a Lemam Construções e Comercio S.A. O valor do projeto é de R$ 30.669.368,49 e sua duração total de 32 meses, sendo que 20 meses são relativos às obras e 12 à operação assistida. Ou seja, as reformas deverão ser concluídas por volta do final de 2022 se não houver atrasos.

Extrato do contrato (DOE)

Conclusão

A adequação das estações Prefeito Saladino e Capuava é mais uma etapa do processo de reestruturação das estações e de cumprimento do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) que atribui a CPTM a responsabilidade de fazer de suas estações paradas acessíveis.

Tais benfeitorias trarão maior conforto aos passageiros, sobretudo aqueles que possuem mobilidade reduzida, que vão se beneficiar com a melhoria na sua autonomia. A revitalização dos ambientes também deverá fazer com que as estações possam manter uma boa aparência, o que implicitamente, traz ao passageiro a imagem de zelo e bom serviço que são atrelados a identidade da CPTM.

Total
13
Shares
2 comments
  1. Como andreense gostei muito da notícia, mas onde está a frase trás ao passageiro seria traz ao passageiro.

  2. Deveria reformar sim as estações de Santo André e Mauá, porque a demanda de passageiro e muito mais Mauá para deficiente e ridículo Estados antigas … e só ver a demanda das estações que vão reformar tem pouca demanda em comparação a Santo André e Mauá

Comments are closed.

Previous Post

Linhas em estudo pelo Metrô somam 79 km de extensão

Next Post

Justiça de São Paulo condena ViaQuatro em caso do painel que reconhecia “emoções” dos passageiros

Related Posts