CPTM elimina baldeação da Linha 7-Rubi em Francisco Morato no sentido de São Paulo

Avatar
Medida deve reduzir em até 10 minutos o tempo de viagem. Viagem entre a capital paulista e Jundiaí, no entanto, terá serviço misto, com trens diretos e outros a partir de Francisco Morato
Trem da Linha 7-Rubi: nas mãos privadas em breve (CPTM)

A partir desta quinta-feira, 17, os trens da Linha 7-Rubi que partem de Jundiaí em direção a estação Brás seguirão viagem direto, sem a necessidade de fazer transferência na recém-inaugurada estação Francisco Morato. Segundo a CPTM, a medida reduzirá em cerca de 10 minutos o tempo do trajeto até o centro da capital.

No sentido oposto, no entanto, a baldeação continuará existindo em algumas saídas. Ainda de acordo com a companhia, a mudança também valerá para os finais de semana e feriados. Para comprovar a viabilidade da operação e o ciclo de manobra, testes foram feitos entre os dias 14 e 16 de setembro, de acordo com a estatal

Na nova configuração, as composições que partirem de Jundiaí para o Brás utilizarão a plataforma 2 de Francisco Morato enquanto a plataforma 1 servirá o sentido inverso. “Além do ganho de tempo nas viagens, os passageiros também serão beneficiados porque não precisarão circular pela estação quando precisarem fazer a transferência”, explica Vagner Rodrigues, Gerente Geral de Operação da CPTM.

A melhoria na operação da extensão da Linha 7-Rubi beneficiará 22 mil pessoas diariamente, segundo a CPTM. A empresa não explicou a razão de a baldeação permanecer existindo nas viagens entre São Paulo e Jundiaí.

Passageiros não necessitarão de troca de trens em Morato no sentido São Paulo (CPTM)

Linha menor no futuro

A eliminação da baldeação em Francisco Morato, entretanto, deve funcionar por tempo limitado. O motivo é que o governo Doria irá conceder a Linha 7-Rubi para a iniciativa privada, em conjunto com o Trem Intercidades e Trem Intermetropolitano, serviços regionais que serão implantados entre Campinas e São Paulo. Nesse cenário, o ramal deverá deixar de atender a Luz e Brás além de perder a extensão até Jundiaí.

Em seu lugar, os passageiros que saírem de Jundiaí terão duas opções: usar o Trem Intercidades sem paradas até a capital (mas pagando um valor mais caro) ou ir até Francisco Morato com o Trem Intermetropolitano e de lá seguir com a Linha 7 até Barra Funda. Em ambas as hipotéses, será preciso uma nova baldeação para chegar a Brás ou Luz. A mudança, que foi revelada em recentes apresentações de executivos da CPTM e do governo, não foi confirmada oficialmente.

Total
65
Shares
5 comments
  1. para resumir a história: não tem mais o trem entre fco. morato e jundiai. agora é jundiai-brás e fco. morato-brás

  2. Resumindo , faltava Engenharia de Operação na CPTM
    Com a chegada da turma do Metrô que foi trabalhar lá, várias medidas operacionais simples foram implementadas, melhorando Muito a operação do sistema

    1. não acho que seja falta de engenharia de operação. a extensão da linha 7 é um trecho longo, com cautelas e com baixa demanda. com a construção da nova estação de morato, muito provavelmente analisaram e viram que era mais viável operacionalmente tirar o trem exclusivo da extensão.

Comments are closed.

Previous Post

Obras da estação Varginha da Linha 9 finalmente ganham ritmo

Next Post

Entenda o vaivém da Justiça no caso das obras civis da Linha 17-Ouro

Related Posts