Governo anuncia vacinação contra Covid-19 para funcionários do Metrô e CPTM em maio

Funcionários da ViaQuatro e Via Mobilidade também serão contemplados, adiantou a Secretaria dos Transportes Metropolitanos em e-mail
Cabine de comando da Série 8500
Funcionário da CPTM

O governo Doria irá anunciar em coletiva nesta segunda, 19, que os funcionários do Metrô e da CPTM começarão a ser imunizados contra a Covid-19 no próximo dia 11 de maio.

Ao todo devem ser vacinados 9.500 profissionais de ambas as estatais, mais os funcionários da ViaQuatro e ViaMobilidade, concessionárias responsáveis pelas linhas 4-Amarela e 5-Lilás.

A informação foi confirmada pela Secretaria dos Transportes Metropolitanos em um email que foi enviado aos funcionários do Metrô neste sábado, 17.

O governo do estado vinha sendo pressionado pelos funcionários de ambas as empresas a terem seu programa de vacinação iniciado o mais rápido possível visto que em nenhum momento da pandemia os serviços foram paralisados. Com o início da imunização dos policiais e agentes de segurança e de professores, a pressão aumentou.

Uma greve do Metrô, com a adesão de funcionários da ViaQuatro e ViaMobilidade, e da CPTM está prevista para a próxima terça, 20. O motivo é justamente a pressão para o início da vacinação das categorias. Com o início da vacinação programado para o próximo dia 11, a greve pode ser revista nesta segunda, 19.

Total
27
Shares
11 comments
  1. Essa prorização de funcionários deveria ser mais criteriosa. Exemplo, porque um operador que trabalha dentro da cabine fechada tem mais proridade que um idoso de 58, 60 anos que vai no vagão lotado? Mas sabemos que no Brasil todo mundo quer um privilégio pra chamar de seu.

    1. Porém sem os profissionais não haverá o transporte e isso gerará um impacto ainda maior. Afetando a vida de milhares de pessoas.

    2. Seu comentário é o mais puro egoísmo. Coloque-se no lugar de quem trabalha às vezes 12 horas conduzindo um trem. Esse assunto nem deveria gerar discussão, pois é óbvio. Mas vamos combinar uma coisa querido; vamos deixar os operadores de trem, que trabalham em uma cabine “isolada” se contaminarem por COVID, aí vamos ver quem irá operar o trem que você usa para se deslocar.

      1. É ironia falar em egoismo ,quando os ferroviários fizeram chantagem a milhões de pessoas ao ameaçar greve por bônus e por vacinas em plena pandemia. Bônus pelo que?

        A CPTM teve prejuízos financeiros, operacionais e transportou menos gente e os ferroviários ainda querem o bônus (PPR)?

        Agora que os ferroviários estão furando a fila da vacina de forma oficial, não querem ser chamados de egoístas e fura-filas?

        Cada funcionário da CPTM, Metrô e concessionárias vacinado é uma vacina a menos para idosos e profissionais de saúde ainda não vacinados. Faltam vacinas e, ao invés de priorizar os verdadeiros grupos de risco, o governo paulista resolveu se submeter aos caprichos de várias categorias do funcionalismo ao prometer vacinar todo mundo agora.

        1. Ivo e Wellington, só lamento que a categoria de vocês não é unida ao ponto de causar impacto e trazer mudanças.

          Metroviários e Ferroviários são e continuarão unidos, independentemente a opinião de terceiros. Eles sabem que são essenciais, e vocês dois também!

          Aos que só assistem sentados, infelizmente continuarão sem vacinas.

          1. Me responda então. Qual categoria representa um idoso de 60 anos desempregado, que agora vai ter que esperar mais tempo pela sua vacina e correr risco de morte, por que o metroviário de 35 anos de idade vai passar na frente dele? Mas eu acho que esse tipo de comentário representa bem o nível do brasileiro hoje em dia. Ganha quem chora mais. Parabéns pelo belo exemplo de civilidade que você nos proporcionou aqui.

          2. Jonathan vc esta sendo corporativista ao pensar somente em nossa categoria, e não nos grupos prioritários. Ninguém devia exigir ser vacinado antes dos idosos e pessoas com doença preexistente. Mas, em fim, o corporativismo manda no país. Quem pode mais chora menos.

      2. Enfermeiros e médicos trabalharam por mais de um ano na linha de frente sem vacinas, mas o operador de trem que trabalha em uma cabine isolada não pode esperar a sua vez, como todo e qualquer cidadão que também trabalha sob o risco de contágio. Talvez você nem seja funcionário do metrô ou da cptm, mas foi possível perceber quem é o egoísta por aqui.

        1. Seu comentário não vai resultar em nada! Quer ajuda para registrar sua insatisfação? Seja mais incisivo e reclame ao governador!

          Existe um site para isso, e para não dizer que sou ruim, vou lhe dar um exemplo de civilidade deixando o link para facilitar a sua vida.

          Ouvidoria GESP: http://www.ouvidoriageral.sp.gov.br/fale.aspx

  2. Grande porcaria essa vacina, precisa tomar mais de uma dose, as vezes mais de duas doses e mesmo assim as pessoas pegam a doenca sem contar os vários casos de trombose, aborto indesejados e reacoes alérgicas fatais que foram reportados devido à tais vacinas (a midia nao fala disso nem a pau…estranho, mas enfim vivemos em um mundo maravilhoso né, a midia e as corporacoes nao tem os seus proprios interesses e nao mentem jamais) e tudo isso pra um virus com taxa de letalidade menor que 2%, onde a maioria se cura, outros nem sentem, um virus que tem dificuldade de se espalhar em temperaturas acima de 15 graus, um virus que é tecnincamente um refriado, um virus que mata bem menos que tuberculose e pneumonia.

    Maaas, seremos obrigados a nos vacinar vejam só…. e todo esse controle do estado é só para nos proteger…ah claro sim. As pessoas brigam pra ver quem vai tomar primeiro mas deveriam estar brigando pra ver quem toma por ultimo.
    Uma pena tudo isso que estou falando ser uma bobagem, afinal…..politicos, ONU, organizacoes e afim nao menteriam, eles estao totalmente bem intencionados…o louco aqui sou eu negacionista e conspiracionsita.

Comments are closed.

Previous Post

CPTM teve prejuízo de quase R$ 1 bilhão em 2020

Next Post

Leilão nesta terça-feira pode marcar o início do fim da CPTM

Related Posts