Linha 19-Celeste do Metrô ganha aval do Condephaat

Mas ramal ainda depende de certidão a ser emitida pela Prefeitura de Guarulhos, mas que, segundo companhia, está sem previsão por conta da pandemia
Licitação do projeto básico da Linha 19

A Linha 19-Celeste do Metrô teve seu projeto aprovado pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e e Turístico do Estado (Condephaat) durante sessão realizada em fevereiro, mas só divulgada no Diário Oficial neste sábado, 08 de maio.

O aval inclui o trecho Bosque Maia-Anhangabaú, mas inclui ressalvas a respeito da apresentação do detalhamento arquitetônico das estações Pari, São Bento e Anhangabaú e respectivas saídas de emergência e ventilação e também o futuro estacionamento Bixiga. Esse trecho, na região central, é o mais sensível às intervenções da obra subterrânea.

“Alertamos Vossa Senhoria, que não constam nos autos vias adicionais do projeto, portanto, solicitamos o envio de novas plantas assinadas pelo responsável técnico e proprietário para aposição de carimbo, se necessário. Esta autorização não isenta o interessado de obter
aprovação de seu projeto nos demais órgãos competentes”, explicou o Condephaat na ata da reunião.

É mais um passo para tirar a Linha 19 do papel e que inclui a realização de sondagens e levantamentos, já em execução, além do projeto básico, que está em licitação após vários meses suspenso.

Dados da Linha 19-Celeste

No entanto, o município que mais se beneficiará da linha ainda não emitiu a certidão do EIA-RIMA, necessária para autorizar a sequência do empreendimento. Segundo relatório do Metrô em março, a prefeitura de Guarulhos, administrada por Gustavo Henric Costa (PSD), não tem previsão de emitir a certidão municipal, “cujos trâmites encontram-se parcialmente paralisados devido à pandemia da COVID-19”.

A prefeitura de São Paulo, por sua vez, já autorizou o projeto na parte que envolve a capital paulista desde junho de 2020.

Trata-se de uma situação surreal já que a chegada do Metrô em Guarulhos é algo aguardado e reclamado há tantos anos e no momento em que o município é acionado a apoiar o projeto o deixa na gaveta.

Total
10
Shares
18 comments
  1. Esse prefeito deve ser Bolsonarista. Tamanha a imbecilidade. O cara ficasentado na cadeira por 4 anos e não tem capacidade de assinar um pedaço de papel de Pao. Quando chegar a eleição em 2024, tal vez ele se interesse para se reeleger.

    1. Se o prefeito fosse Bolsonaro, essa obra já estava ficando até pronta.

      Com certeza é filiado com tucanos ou petistas.

    2. Ja se reelegeu na verdade, o PSDB pelo menos até 2020 era oposição em Guarulhos. Ele ganhou a primeira filiado ao PSB em 2016, vencendo PT e PSDB e depois ganhou pelo PSD. Se estranhando com o Dória, essa assinatura ta congelada até 2023 pelo menos.

    3. O que tem a ver bolsonaro com isso? Se ele não assinou é porque é incompetente, não por influência dos outros.

    4. Certeza que o prefeito é bolsonarista. Assim como bolsonaro, ele tb nao entregou obra nenhuma. So sabe ficar reclamando no Twitter.

      1. Me desculpem discordar do senhores. O prefeito de Guarulhos foi filiado ao PSB em seu primeiro mandato e apoiou o Márcio França para eleições de 2018 e após diversas discordâncias com a legenda migrou ao PSD onde conseguiu a sua reeleição que o conhece ele é um perfil moderado de centro.
        O mesmo não é próximo ao PSDB e especialmente ao governador João Dória Jr. por essa questão mencionada acima e ambos tem uma relação ruim, menos ao Bolsonaro com as suas teses “malucas”
        Agora mencionando a sua gestão o foco principal dele foi de arrumar a parte financeira herdada da administração anterior, onde encontrava-se um caos absoluto e com diversos problemas. Além de retomar as obras paralisadas que eram diversas, onde conseguiu entregar bastante coisa e ainda tem algumas questões pendentes de 2016 para ser entregues.
        Um dos exemplos seriam o Trevo de Bonsucesso desde 2008 vem se arrastando até a sua conclusão, o Céu São Domingos desde 2014 e Hospital da Mulher que faltava pouco para ser entregue e foi deixado no próximo ao final.

  2. Aqui em Guarulhos existe um loby muito forte das empresas de ônibus que não vêem com bons olhos o transporte sobre trilhos. Não querem perder passageiros e os prefeitos que se sucedem recebem recursos das empresas para suas campanhas, para que tudo fique do jeito que está

    1. Analisando o seu comentário, mesmo que venha ocorrer isso no município de Guarulhos a questão do Lobby. Existem possibilidades para os dois moldais citados possam trabalhar juntos e ambos saírem ganhando com transporte de passageiros; agregando qualidade ao usuário, conforto e ganhos de tempo. Exemplos positivos tem na cidade e é possível citar dois casos.

  3. Não há interesse político e econômico para o metro chegar em Guarulhos. Isso iria prejudicar as empresas de ônibus

  4. Deixar de emitir um documento importante sob a desculpa dessa fraudemia ridícula é inacreditável.

    1. Ridículo e inacreditável, é seu comentário sobre as centenas de milhares de vidas perdidas. A pandemia existe e é uma realidade cruel; e o seu cinismo mostra o que muitos brasileiros são! Pessoas de um mal caratismo medonho, e não possuem um pingo de vergonha na cara para esconderem sua ignorância.

      Já dizia um famoso filósofo: “Tem gente que faz força pra ser burro!”.

  5. Se a velocidade de análise da prefeitura de Guarulhos for a mesma com que ela tratou o problema de saneamento, que despejava todo o esgoto da cidade no Tietê, pode esquecer…

    1. Pergunta aos moradores de Guarulhos se sentem saudades dos ex-prefeitos do PT conseguiu fazer o tratamento de apenas 1,98% em 16 anos de mandato.
      O atual gestor 5 cinco anos de seu mandato conseguiu subir para 47% repassando a responsabilidade pela SABESP e irá entregar ao final de seu mandato com 80% da agua coletada.

Comments are closed.

Previous Post

O “BRT de Doria e Baldy” passado a limpo

Next Post

CPTM amplia a oferta de energia na Linha 9-Esmeralda

Related Posts