CPTM Destaques Linha 10 Linha 11 Linha 12 Linha 13 Linha 7 Linha 8 Linha 9

Linha 9-Esmeralda e estação Palmeiras-Barra Funda lideram ranking de itens perdidos na CPTM

Nos primeiros sete meses de 2019, mais 52 mil objetos foram esquecidos nas sete linhas da companhia, a maior parte documentos
Linha 9-Esmeralda é a campeão em objetos e documentos perdidos na CPTM

Embora seja a vice-líder em número de passageiros transportados, a Linha 9-Esmeralda é a “campeã” do esquecimento na CPTM. De acordo com dados divulgados pela companhia, o ramal que vai do Grajaú, o extremo sul da capital paulista, até Osasco, teve nada menos que 14.150 itens esquecidos nas estações e trens entre janeiro e julho de 2019. Em segundo lugar vem a “vizinha” Linha 8-Diamante, com quase 10 mil itens perdidos.

Curiosamente, os passageiros da Linha 11-Coral, a mais movimentada da CPTM, são mais “atentos” aos seus itens pessoais: apenas 8 mil objetos e documentos foram esquecidos em sua longa extensão nesse mesmo período. Mas o ramal de trens metropolitanos que mais espanta pelo número de itens perdidos é a Linha 13-Jade. Com apenas 16 meses de funcionamento e pouco mais de 13 mil usuários por dia, a linha colecionou mais de 1.200 itens perdidos neste ano.

Ao todo, a CPTM diz ter recolhido nada menos que 52.425 itens entre janeiro e julho. Entre as estações, a recordista é Palmeiras-Barra Funda com quase 4 mil itens perdidos, seguida de perto por Brás (3.770) e Luz (3.558).

Ainda segundo a companhia, o item mais esquecido pelos passageiros são os documentos representando mais de 70% dos registros. Foram quase 37 mil documentos até julho contra 15,5 mil objetos.

Todos os itens encontrados por funcionários ou entregues por outros usuários são cadastrados em um sistema da CPTM. Uma equipe da Central de Achados e Perdidos então começa um difícil trabalho investigavo que “envolve cruzamento de informações, por meio de sites e bancos de dados diversos, visando à identificação de um possível contato do proprietário. O cruzamento de dados com sites de pesquisa, redes sociais, cadastro de usuário da CPTM e outros sistemas de transporte são algumas das etapas do processo de busca da identificação”, explica a companhia.

Até mesmo consultas ao Diário Oficial e contato com organizações, instituições e pessoas que podem servir de intermediários fazem parte do processo de rastreamento. No entanto, após 60 dias, os objetos que não foram retirados por seus donos são encaminhados para o Fundo Social de Solidariedade de São Paulo (FUSSESP). Já os documentos pessoais, como RG e CNH, são devolvidos aos órgãos expedidores enquanto cartões bancários são destruídos.

Documentos respondem por 70% do itens perdidos na CPTM

A Central de Achados e Perdidos da CPTM fica na Estação Palmeiras-Barra Funda e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, exceto feriados. O contato também pode ser feito pelo telefone 0800-055-0121 onde o passageiro pode ligar e registrar a perda. Se os documentos ou objetos forem encontrados, a CPTM contatará o passageiro.

Ranking de Itens recebidos / Linhas de 01/01/2019 a 31/07/2019
Classificação 2019 Objetos Documentos TOTAL
1º. Lugar Linha 9-Esmeralda 4.167 9.983 14.150
2º. Lugar Linha 8-Diamante 2.422 7.461 9.883
3º. Lugar Linha 12-Safira 3.144 6.163 9.307
4º. Lugar Linha 11-Coral 2.855 5.169 8.024
5º. Lugar Linha 10-Turquesa 1.228 3.836 5.064
6º. Lugar Linha 7-Rubi 1.071 3.669 4.740
7º. Lugar Linha 13-Jade 582 675 1.257
 Total 15.469 36.956 52.425
Ranking de Itens recebidos / Estações de 01/01/2019 a 31/07/2019
Classificação Nome da Estação Objetos Documentos TOTAL
1º. Lugar Palmeiras-Barra Funda 1.123 2.822 3.945
2º. Lugar Brás 1.290 2.480 3.770
3º. Lugar Luz 1.376 2.182 3.558
4º. Lugar Guaianases 1.275 1.540 2.815
5º. Lugar Osasco 272 1.188 1.460
6º. Lugar Tatuapé 431 784 1.215
7º. Lugar Santo André 184 902 1.086
 Total   5.951 11.898 17.849

Fonte: CPTM

About the author

Ricardo Meier

É um entusiasta do assunto mobilidade e sobretudo do impacto positivo que o transporte sobre trilhos pode promover nas grandes cidades brasileiras. Também escreve nos sites Airway (aviação) e AUTOO (automóveis).

Airway