Metrô amplia concessão de naming rights para Santana e Brigadeiro

Leilões do direito de renomeação parcial das duas estações ocorrerão em agosto, mesmo mês marcado para a licitação semelhante de Consolação
Trem deixa a estação Santana (Jean Carlos)

O Metrô de São Paulo decidiu ampliar sua estratégia de concessão onerosa do direito de renomeação parcial de suas estações, o chamado “naming rights”. Nesta sexta-feira, a empresa publicou dois novos editais que visam oferecer as estações Brigadeiro, da Linha 2-Verde, e Santana, da Linha 1-Azul.

Assim como Consolação, a estação Brigadeiro passará pela terceira tentativa de leilão após fracassos iniciais. A parada é tida como de grande potencial por ser localizada numa região de alto fluxo de pessoas.

Já Santana passa pela primeira oferta de “naming rights”. A estação, localizada na Zona Norte, é uma das mais movimentadas da Linha 1-Azul e conta com um amplo terminal de ônibus anexo. Seu leilão está marcado para ocorrer no dia 08 de agosto enquanto Brigadeiro terá a sessão de recebimento de propostas realizada no dia 15 de agosto.

Além das duas, o Metrô também marcou o leilão da estação Clínicas (Linha 2) para o dia 7 de julho, e de Consolação, para 2 de agosto.

Até o momento, três estações foram leiloadas – Saúde, Carrão e Penha -, todas vencidas pela empresa DSM – Digital Sports Multimedia, única participante das licitações. Elas receberam o patrocínio da Ultrafarma, Assaí Atacadista e Lojas Besni, esta última que estreou na estação Penha nesta quinta-feira, 30.

Estação Brigadeiro (Instituto Arvut)
Total
1
Shares
2 comments

Comments are closed.

Previous Post

Primeira etapa da reforma da estação Palmeiras-Barra Funda é entregue pela CPTM

Next Post

Obras do People Mover de Guarulhos têm início com fundações ao lado da CPTM

Related Posts