Destaques Linha 4

Metrô assina contrato com consórcio TC-Linha 4 Amarela

Início das obras, no entanto, dependem de ordem de serviço e que consórcios derrotados não entrem na Justiça
Estação Fradique Coutinho, a única estação da fase 2 da Linha 4 a ser entregue
Estação Fradique Coutinho, a única estação da fase 2 da Linha 4 a ser entregue
Estação Fradique Coutinho, a única estação da fase 2 da Linha 4 a ser entregue
Estação Fradique Coutinho, a única estação da fase 2 da Linha 4 a ser entregue

Após negar os recursos administrativos dos consórcios Construcap-Copasa-Assignia e Carioca-Ferrovial, o Metrô assinou contrato com o consórcio TC-Linha 4 Amarela no dia 12 para conclusão das obras da Linha 4-Amarela. O valor da licitação é de R$ 858.734.546,73 e o prazo de conclusão, de 47 meses a contar da data de assinatura.

Ou seja, a Linha 4 terá que ser concluída em 12 de junho de 2020, mas os prazos para entrega das próximas estações são menores: 12 meses para Higienópolis-Mackenzie, 15 meses para Oscar Freire, 18 meses para São Paulo-Morumbi e 24 meses para Vila Sônia.

Apesar da assinatura, as obra de fato só serão retomadas quando o Metrô assinar a ordem de serviço, que ainda não possui previsão. Além disso, nada impede que os dois consórcios apelem para a Justiça para impedir que a licitação seja definida. Na prática, portanto, a fase 2 da linha segue em suspense, embora mais próxima de virar realidade.

Veja também: a estação fantasma da Linha 4

About the author

Ricardo Meier

É um entusiasta do assunto mobilidade e sobretudo do impacto positivo que o transporte sobre trilhos pode promover nas grandes cidades brasileiras. Também escreve nos sites Airway (aviação) e AUTOO (automóveis).

Airway