Veja o antes e depois da estação João Dias após receber nova comunicação visual

Inaugurada em novembro do ano passado, estação da Linha 9-Esmeralda já passou por mudanças em placas e sinalização após ser assumida pela ViaMobilidade
Acesso da estação João Dias, na inauguração e agora (Jean Carlos)

Enquanto ainda tem dificuldades em manter uma operação adequada nas linhas 8-Diamante e 9-Esmeralda, recebidas da CPTM em janeiro, a concessionária ViaMobilidade está colocando em prática a mudança da comunicação visual de várias estações dos dois ramais.

Uma das mais recentes a receber o novo padrão estabelecido pela Secretaria dos Transportes Metropolitanos é a estação João Dias, da Linha 9. Ela foi inaugurada há pouco mais de seis meses, com o visual predominantemente na cor vermelha implantado pela CPTM.

Desde a última semana, no entanto, João Dias exibe placas no tom esverdeado da Linha 9-Esmeralda, que destaca justamente o ramal em uso pelo passageiro em vez da empresa operadora.

O site visitou a estação e mostra nas imagens deste artigo o antes e depois da comunicação visual. O resultado, como pode ser visto, é bastante superior ao padrão anterior, em que algumas placas precisavam citar o nome inteiro da linha, mas numa posição secundária. Agora, além da cor predominante do ramal, há a numeração envolta num fundo branco.

Em vez do logo da operadora, que antes destava a CPTM quase tanto quanto o nome da estação, agora o usuário vê apenas a denominação da parada.

Um dos pontos mais alterados envolve o acesso de João Dias, que passou a contar com uma testeira na cor preta e uma barra inferior na cor da linha. Anteriormente, havia apenas o nome da estação no fundo vermelho junto ao logo da CPTM sem qualquer referência à linha em questão. A ViaMobilidade também instalou um totem no lugar do “mastro” onde havia uma placa vertical da CPTM.

No interior do acesso da estação, a troca também incluiu a retirada de adesivagem relacionada ao cartão TOP e que havia sido aplicada aos bloqueios.

Público crescente

Inaugurada no início de novembro de 2021, a estação João Dias comecou a funcionar em horário integral desde o primeiro dia, por conta da sua localização, entre as estações Santo Amaro e Granja Julieta.

Bancada pela empresa Brookfield, ela foi construída em tempo recorde, em contraste com os projetos geridos pelo governo estadual. Ela é conectada a um conjunto corporativo com duas torres e foi uma forma da construtora tornar o empreendimento mais atraente para potenciais clientes.

Nova comunicação destaca a linha e não a empresa à frente do serviço (Jean Carlos)

De fato, o investimento parece já trazer resultado à medida que João Dias começa a ver um fluxo de passageiros cada vez maior. Se em fevereiro, a nova estação recebeu em média 2.100 usários diariamente, esse número subiu para 2.620 em março (25% a mais), e 2.890 em abril, alta de 10%.

No mês passado, a estação teve uma média ainda mais alta, de 3.290 passageiros em dias úteis, ou seja, crescimento de 57% em três meses. Atualmente, ela já movimenta mais pessoas que Presidente Altino, em Osasco.

Total
23
Shares
Previous Post

Pela terceira vez, Metrô tenta vender ‘naming rights’ da estação Consolação

Next Post

Estação Penha será patrocinada pelas Lojas Besni

Related Posts