ViaMobilidade diz já ter inspecionado 88 km do sistema elétrico das linhas 8 e 9

Rede aérea de energia é um dos pontos críticos dos dois ramais, responsáveis por várias falhas na operação
Inspeções foram realizadas no sistema (Jean Carlos)

A ViaMobilidade informou nesta quarta-feira (8) ter inspecionado um total de 88 km do sistema de distribuição e alimentação elétrica aérea inspecionados, que é responsável por movimentar os trens das linhas 8 e 9. Segundo a concessionária que assumiu a operação dos dois ramais da CPTM, somente na semana passada foram revisados 11 km de catenárias.

O sistema de energia das duas linhas é um dos pontos críticos da operação e associado às seguidas falhas no serviço que tem ocorrido desde janeiro. Para executar esse trabalho, a ViaMobilidade tem contado com ajuda da CPTM que passou a fornecer equipamentos e veículos de via para facilitar o acesso a essa infraestrutura.

Além da parte técnica, a concessionária também diz ter realizado a limpeza de 32% das áreas verdes das linhas 8 e 9, por meio do serviço de roçada – até aqui foram retirados 24 mil m² de mato em torno das vias.

Trabalho de roçada já atingiu 32% da área (VM)

“Também foi finalizada a revitalização dos sanitários das estações Osasco, na linha 9, e Sagrado Coração, na linha 8. A limpeza da pichação no reservatório superior da estação Jardim Belval, linha 8. E a finalização da nova comunicação visual na estação Ceasa, linha 9”, informou a empresa em nota.

Apesar do investimento, parte do contrato de concessão de 30 anos, a ViaMobilidade continua a enfrentar problemas quase diários na operação. As falhas motivaram o Ministério Público a buscar uma solução, o que levou a Secretaria dos Transportes Metropolitanos a estabelecer reuniões semanais com a concessionária e a CPTM para apontar soluções para as dificuldades.

Total
19
Shares
12 comments
  1. Só concessão funciona. Certamente antes havia desvios e malandragem que nunca ficaremos sabendo.

    1. Mas não tinha a mesma quantidade de falhas né. A lógica foi pro espaço nesse comentário aí

      1. Justamente ao passageiro porque o mesmo utiliza os serviços da ViaMobilidade, sinal que intraestrutura do equpamento estava bem defasada e para acertar e melhorar a qualidade levará um certo tempo pelo menos de 1 ano a 2 anos.
        Poderia ter sido feita de maneira gradativa até a plenitude do serviço com acompanhamento da CPTM.

        1. Pois não está servindo, o serviço era bem melhor quando o serviço não era concedido. A ViaMobilidade não investirá um só centavo nas linhas se não perceber algum lucro nisso, ou seja, a tendência é só piorar. A linha 5 do metrô mesmo piorou com a concessão.

          1. Piorou em que sentido? Pq eu uso sempre e não teve piora nenhuma, mantiveram a mesma qualidade da época do metrô estatal.

          2. Eu também uso, Linha 5 dá problema às vezes, mas funciona de boa, tá MUITO longe de ter piorado o serviço.

          3. Linha lilás vive dando falhas, ela tinha muito menos quando era do Metrô. Não serviu pra nada essa concessão, só pra encher os bolsos dos donos da ViaMobilidade, pros passageiros pouca diferença fez.

        2. Estava defasada e nem por isso tinha tantas falhas como agora… Muito conveniente isso de dizer que está com problemas porque o ramal estava defasado… A 08/09 SEMPRE foi o par de linha da mais estruturado da CPTM

    2. Não sei o que vc andou vendo para dizer isso… Se concessão funcionando quer dizer inúmeras falhas operacionais graves que resultaram até em morte de um funcionário… aí tudo bem…Concessão funciona

  2. essa empresa é boa de marketing. ela faz coisas que é sua obrigação fazer virar noticia.

    inspecionar a rede aerea é uma atividade rotineira. alem disso, como uma empresa q vence uma concessao dessas nao tem veiculos de linha para esse tipo de trabalho?

    a roçada no mato entao nem se fala …

    se para atividades básicas é o evento do ano, imagina para as melhorias mesmo que deve fazer contratualmente. va ser outra passarela da de santo amaro. alias, o q virou esse assunto da passarela? morreu a historia?

  3. A Viamobilidade tem sorte de ter pegado a extensão da linha 8 arrumada, si ela já está tendo problemas pra comandar essas duas linhas imagina-se si a extensão ainda estivesse usando os trens Toshiba e toda aquela precariedade da extensão aí era mais problemas.

Comments are closed.

Previous Post

Prefeitura de SP transforma eixos das linhas 2-Verde e 17-Ouro em regiões de maior adensamento

Next Post

Trens chineses podem ser duros concorrentes na encomenda de 44 unidades do Metrô de São Paulo

Related Posts