Confira como foi a 4ª semana de obras nas linhas 12 e 13 da CPTM

A troca dos equipamentos de mudança de via permitirá maior velocidade ao Expresso Aeroporto além de beneficiar o desempenho na Linha 12-Safira
Obras deverão melhorar o serviço Expresso Aeroporto (Jean Carlos/SP Sobre Trilhos)

Nas últimas semanas, a CPTM tem realizado a remodelação das vias na região da estação Engenheiro Goulart. As mudanças têm como objetivo a implantação de dois novos aparelhos de mudança de via que proporcionarão transposições entre as vias em uma velocidade maior.

Tal melhoria afetará diretamente a qualidade do Expresso Aeroporto, serviço que liga a estação Luz até o Aeroporto de Guarulhos sem paradas intermediárias. Anteriormente os AMVs da região permitiam passagem com velocidade máxima de 20 km/h, que subirá para 50 km/h graças aos novos equipamentos.

Além da via permanente, também houve adaptações no sistema de rede aérea de tração, que precisou ser remanejado dentro da nova geometria de vias. No sistema de sinalização, existe a necessidade de ligar as novas máquinas de chave para que possam ser comandadas remotamente do CCO.

O presidente da CPTM, Pedro Moro, divulgou em suas redes sociais novas imagens destas obras. Nas primeiras imagens é possível ver que um dos novos AMVs já está instalado. Sua geometria é mais suave permitindo transposições com maior velocidade. Destaca-se que as operações ocorreram dentro dos parâmetros de segurança tendo em vista que em alguns momentos trens passaram pelo trecho em questão.

Para o serviço de rede aérea foi necessário continuar com a remodelação em curso. Devido a nova configuração das vias, os fios de cobre precisaram ser reinstalados, bem como pórticos que tiverem que ser adaptados para atender a essa nova formatação. Um caminhão rodoferroviário adaptado foi utilizado para auxiliar nos serviços.

Por fim, foi realizada a limpeza dos dormentes para a retirada de detritos. Desta forma a nova via fica em melhores condições de visibilidade. No sistema ATO, por exemplo, alguns equipamentos são instalados nos dormentes. Em outras ocasiões alguns dormentes da Linha 13-Jade estão pintados de amarelo, o que pode indicar algum tipo de sinalização para os maquinistas.

Cabe lembrar que as obras deverão se estender por mais uma semana, ou seja, durante o final de semana dos dias 17/07 e 18/07 a operação terá restrições. Ônibus do sistema PAESE deverão atender os passageiro no período.

Mudança de planos

A troca dos equipamentos de mudança de via três anos após a inauguração da Linha 13 ocorre após uma mudança nos planos da CPTM. Até então, o novo ramal seria implantado de forma paralela à Linha 12-Safira e o AMV mais lento anterior teria mais uma função secundária, de permitir que os trens seguissem para áreas de manutenção da companhia.

Na concepção original, a Linha 13-Jade seguiria paralela à Linha 12 até pouco depois da futura estação Tiquatira, tomando a partir daí o sentido da Mooca por via subterrânea e talvez até mesmo chegado à estação Chácara Klabin.

A CPTM tinha intenção de levar a Linha 13 até a estação Chácara Klabin em estudo de 2018 (CPTM)

Esse traçado, no entanto, foi congelado pela gestão Doria, que preferiu modernizar as vias das linhas 12 e 11 para levar a Linha 13 até o centro de São Paulo, chegando até a estação Palmeiras-Barra Funda.

Nesse novo cenário, o uso das vias da Linha 12 pela Linha 13 necessitou de uma transposição mais veloz a fim de não reduzir a capacidade de transporte de ambas. Isso, no entanto, não significa que a Linha Jade não possa um dia ter seu trajeto original retomado. Levar as vias até Tiquatira, onde haverá interligação com a Linha 2-Verde, é algo concreto mesmo com a mudança de planos.

Total
39
Shares
3 comments
  1. Causa estranheza ao se tratar as manutenções preventivas, e algumas corretivas o fato elementar por se tratar de um fenômeno físico natural e previsível, e as correções se fazem extremamente necessárias, e a solução para as linhas são compostas por 10 destes equipamentos, faltou mencionar a distância de quantos metros é o espaço entre cada dispositivo.

    Também concordo perfeitamente em gênero, número e grau com a opinião com a opinião de que se estender a Linha-13 até perto do aeroporto é a solução ideal, do que se fazer baldeações quaisquer que sejam elas.
    Não faz sentido esta insistência em se levar a Linha 13-Jade até após o Brás sem ampliar as linhas atuais, se sobrepondo e congestionando ainda mais a Linha 11-Coral que é a de maior demanda do sistema com 7,1 passageiros por m² sem ampliar as atuais linhas existentes, uma pane como ocorreu recentemente com as conexões em “Y” Linha 12-Safira irá travar além dela a ultra saturada Linha 11-Coral.

    Também não haverá aumento expressivo de demanda e vantagens reais, e não será a simples troca dos atuais ônibus circulares na GRU Airpot por VLT, Aero Móvel, Monotrilho ou People Mover ou quaisquer outros que irá aumentar esta baixa procura desta linha 13-Jade, e sim sua a extensão do trecho pós estação Aeroporto Guarulhos ainda nesta década com quatro estações Jardim dos Eucaliptos, São João, Presidente Dutra e Bonsucesso que levarão o ramal para uma região carente de transporte no entorno do aeroporto, onde iria aguardar a chegada da Linha 2-Verde em que seria construído um pátio e um terminal de manutenção de trens, afinal este é o 2º maior município do Brasil com 1,3 milhões de habitantes e não tem Trem Metropolitano e nem Metrô, e esta linha 13-Jade está com uma demanda ociosa de 16 mil contra uma capacidade de mais de 120 mil, ao invés de se lançar novas linhas como esta Linha 19-Celeste que só seriam viáveis após a década de trinta!

  2. Infelizmente projetos que são concebidos sem nenhum tipo de consulta nos últimos 30 anos. Compram trens, cortam trens, concedem serviços a terceiros, mas o principal sempre continua o mesmo ” O esquecimento da população”.

  3. Será que irá beneficiar a Linha 12 ? Pois é uma linha que mexeram muito! Anos e anos e praticamente pouca coisa evoluiu, melhorou alguma coisa ? Sim! Porém pelo tempo que vem tendo manutenção todos os fins de semanas desde 2013 pra quem usa diariamente trem muito lento em alguns trechos, nesse trecho mesmo de Eng.Goulart principalmente trens que vem do Brás tem que diminuir mais ainda a velocidade p) uns 20 km por hora! 1 km antes da plataforma ! Será que essa obra irar mudar alguma coisa na linha 12 Safira? Ou vai beneficiar só mente a linha 13 Jade.

Comments are closed.

Previous Post

Veja o provável calendário de inaugurações no Metrô e CPTM até o fim de 2021

Next Post

CPTM busca soluções para evitar furto de cabos

Related Posts