Plataforma da estação Engenheiro Manoel Feio é completamente interditada para avanço de obras de acessibilidade

Estação é uma das três dentro do município de Itaquaquecetuba que está recebendo readequações. O investimento nas obras é de R$ 31 milhões
Obras na estação Engenheiro Manoel Feio em fevereiro de 2023 (Jean Carlos)

A CPTM está realizando a adequação de diversas estações em suas linhas com o objetivo de torná-las ambientes plenamente acessíveis. Este é o caso da estação Engenheiro Manoel Feio que atende a Linha 12-Safira.

O site esteve na estação nesta terça-feira (14) para acompanhar o andamento das obras desta que faz parte das três estações localizadas no município de Itaquaquecetuba.

Confira também:

Atualmente as obras da estação já tomaram toda a extensão da plataforma 1 (sentido Brás) que está recebendo adequações quanto à sua altura de forma a minimizar o espaço entre o trem e a plataforma.

A cobertura foi completamente removida para facilitar as obras e a região próxima ao acesso da estação foi isolada de forma que fosse criada uma saída alternativa para a estação.

Devido a este fato, o atendimento aos trens da Linha 12-Safira se dá apenas nas plataformas 2 e 3. Para acessá-las é necessário que o passageiro faça a transposição através de uma passarela aberta, o que em dias de chuva pode prejudicar alguns passageiros.

Cabe citar que tal passarela não é dotada de qualquer item de acessibilidade, o que torna, pelo menos em caráter temporário, a experiência do passageiro bastante prejudicada.

Siga o MetrôCPTM nas redes: Facebook | LinkedIn | Youtube | Instagram | Twitter

Apesar disso, a promessa é que a estação ganhe uma nova passarela e inclusive novos elevadores, que poderão permitir maior autonomia aos passageiros com mobilidade reduzida.

No fundo da estação, sentido Calmon Viana, está sendo feito o prolongamento das plataforma e a construção de novos prédios operacionais. A estrutura metálica que abrigará o novo bicicletário está sendo construída.

A CPTM assinou o contrato para as obras no dia 17 de janeiro junto ao Consórcio Construtor Estação Manoel Feio que é composto pelas empresas Castilho Engenharia e Empreendimentos SA e Lopes Kalil Engenharia e Comercio Ltda.

O valor do contrato foi fechado por R$ 31 milhões, sendo que o consórcio responsável deverá executar os serviços do contrato em um prazo de 30 meses, sendo 18 meses de execução e 12 meses de operação assistida. O prazo de entrega das obras é para o segundo semestre de 2023.

Total
0
Shares
Antes de comentar, leia os termos de uso dos comentários, por favor
3 comments
  1. Tem que interditar é toda a obra , pois segundo políticos aqui da região , não será implantadas as escadas rolantes , nunca vi uma obra deste porte ser feita pela metade sem as devidas acessibilidades , o povo daqui sofre muito subindo estas escadas fixas ah mais de 50 anos , a não implantação destas escadas rolantes é um descaso , um desrespeito com está população que tanto sofre nesta cidade atrasada

  2. Mais uma reforma meia boca, padrão CPTM dos últimos anos. Eu não achava o Alckmin grandes coisas, mas perto de Doria e Garcia era espetacular. CPTM parou no tempo na mão desses dois. Queria acreditar que Tarcísio mudará isso, mas sei que ele vai conceder tudo que possível.

Comments are closed.

Previous Post

Cinco concorrentes entregam propostas para realizar sondagens da Linha 16-Violeta

Next Post

ViaMobilidade renova comunicação visual da estação Santo Amaro da Linha 9-Esmeralda

Related Posts