CPTM Destaques Linha 10

CPTM dobrará oferta de partidas do Expresso Linha 10 a partir do dia 27 de janeiro

Serviço entre as estações Santo André e Tamanduateí passará de 17 para 33 partidas nos horários de pico da manhã e da tarde
Estação Tamanduatei: expresso com mais horários (CORRETOR-CARVALHO/Wikipedia)

A CPTM ampliará o número de partidas do Expresso Linha 10, da Linha 10-Turquesa, a partir desta segunda-feira, 27 de janeiro. O serviço liga as estações Santo André a Tamanduateí com apenas uma parada, em São Caetano do Sul, e tem sido uma alternativa para evitar trens que já vêm lotados de outras estações.

O serviço dobrará a oferta das atuais 17 partidas para 33 horários na soma do período da manhã e da tarde. Para aumentar a oferta, já que só é possível utilizar um trem nesse percurso por conta da disponibilidade de via única, o Expresso Linha 10 ampliará seu horário à tarde, indo das 16h às 20h15, mas também passando a receber passageiros na viagem de retorno, ou seja, quando a demanda de passageiros é menor no sentido inverso. Desde o final de 2017 o serviço funciona das 6h às 9h30 e das 16h às 19h30. O expresso leva 10 minutos para percorrer o trecho, mas o intervalo médio é de 30 minutos, já que inclui o deslocamento do trem mais o período estacionado para troca de sentido. Segundo a CPTM, o serviço atende a cerca de 20 mil passageiros por dia útil.

Com a substituição dos velhos trens da Série 2100 pelos 7000 e 7500, mais velozes, a Linha 10 passou a ter um desempenho melhor, embora ainda faltem composições para que as composições mais antigas sejam de fato aposentadas, o que mantém o serviço expresso muito útil sobretudo para os passageiros que utilizam a Linha 2-Verde do Metrô. O governo promete uma nova licitação de material rodante neste ano, que deve incorporar mais 34 trens no futuro e cuja boa parte deve ser utilizada no ramal da CPTM no ABC Paulista.

Entre outras promessas para a região estão a reconstrução da estação Pirelli, em Santo André, e a modernização e adequação das principais estações. Num futuro breve, o ramal também ganhará uma conexão com a Linha 15-Prata de monotrilho na estação Ipiranga. Já o desejo de voltar a usar a estação da Luz como terminal depende de estudos e intervenções possivelmente mais complexas e sem previsão de ocorrer ainda.

Nota do editor: texto atualizado às 17h30 para correção de informações após envio do comunicado oficial da CPTM.

Trens da Série 7000 na Linha 10-Turquesa (Daniel Gersogamo)

About the author

Ricardo Meier

É um entusiasta do assunto mobilidade e sobretudo do impacto positivo que o transporte sobre trilhos pode promover nas grandes cidades brasileiras. Também escreve nos sites Airway (aviação) e AUTOO (automóveis).

Um comentário

Click here to post a comment
  • eu já disse e repito se o Metrô/CPTM fosse uma empresa privada, essa diretoria não seria aprovada Nem pra estagiários…

Airway