Estação Mendes-Vila Natal deve funcionar para valer no final de maio, promete governo

Estação da Linha 9-Esmeralda foi inaugurada há mais de oito meses e até hoje opera de forma improvisada
Estação Mendes-Vila Natal: operação de verdade em maio (iTechdrones)

Inaugurada pelo ex-governador João Doria (PSDB) em agosto de 2021, a estação Mendes-Vila Natal passou oito meses com um movimento de passageiros que mal ocuparia dois ou três ônibus diariamente. Incompleta, a parada da Linha 9-Esmeralda está aberta apenas em horário reduzido e com um único trem indo e voltando até Grajaú, a despeito da enorme demanda que se espera nela.

Ao que tudo indica, a espera dos moradores da região, na Zona Sul da capital, está perto de acabar. Em resposta ao jornal SP2, da TV Globo, o governo do estado prometeu que Mendes-Vila Natal funcionará de forma integral a partir da segunda quinzena de maio.

A reportagem não trouxe detalhes sobre as razões alegadas pela Secretaria dos Transportes Metropolitanos para a previsão, ou mesmo por que a estação está há tanto tempo funcionando num esquema improvisado, a chamada “operação assistida”.

O jornal SP2 produziu a reportagem veiculada nesta quarta-feira dois dias depois que o site publicou um artigo semelhante, e que também cita a estação Vila Sônia, da Linha 4-Amarela. Assim como Mendes-Vila Natal, ela está aberta apenas em horário bastante reduzido e desconectada do carrossel do ramal.

O ex-governador João Doria inaugura a estação Mendes-Vila Natal: oito meses quase sem utilidade (GESP)

Nesse caso, a expectativa é que a operação plena tenha início nos próximos dias já que a ViaQuatro alterou as placas de sinalização nas estações e concluiu uma simulação no último domingo, quando a Linha 4 ficou fechada até às 14 horas.

Varginha ficará um ano em “operação assistida”

Elevada, a estação Mendes-Vila Natal é uma das duas que fazem parte da extensão da Linha 9, prometida pelo governo desde a década passada, mas que atrasou vários anos. Ela foi entregue de forma incompleta, com as vias ao sul ainda não implementadas. Somente há poucas semanas os viadutos ferroviários tiveram a obra bruta finalizada e agora recebem trilhos. Ao mesmo tempo, a instalação dos sistemas de sinalização e energia continuou sendo feita após a abertura em agosto.

Já a estação Varginha, atualmente em construção, tem a inauguração prevista para o final de 2022, mas a CPTM, que coordena as obras, já jogou um banho de água fria nos futuros usuários ao informar que ela funcionará em “operação assistida” por nada menos que um ano.

Total
39
Shares
4 comments
  1. Se ainda fossem testes do CBTC vai lá….é exigido um exaustivo protocolos de testes de pelo menos 6 meses ou um numero de horas sem falha alguma…

    mas não, nem ATO essa linha tem.

  2. Levando em consideração o acidente da estação Júlio Preste, é uma decisão acertada esperar o viaduto férreo terminar para o funcionamento integral. Imagine o mesmo acidente sem esse viaduto. Seria uma tragédia.

  3. inauguraram antes todas essas estações para que o Jestor pudesse cortar a faixa. só isso

    esse trecho não tinha condição nenhuma de receber trem esse período todo. uma coisa é operação assistida, outra coisa é operação gambiarra

Comments are closed.

Previous Post

CPTM abre 64 novas vagas para alunos aprendizes

Next Post

Metrô de São Paulo arrecada mais de R$ 1 milhão no primeiro leilão de inservíveis de 2022

Related Posts