Estação Piqueri será reconstruída e contará com pátio para o TIC

Graças ao Trem Intercidades, estação ganhará instalações modernas e plataforma central. Área também servirá de pátio para trens regionais
Estação Piqueri deverá ser reconstruída (Jean Carlos/SP Sobre Trilhos)

A PPP do TIC Eixo Norte trará uma série de requalificações nas estações da Linha 7-Rubi, entre elas está a estação de Piqueri que será completamente reconstruída. A nova estação contará com uma nova plataforma central, acessos acessíveis e um novo espaço dedicado para a manutenção dos trens do serviço TIC.

A estação Piqueri teve seu prédio inaugurado no ano de 1975, ainda durante a gestão da antiga Rede Ferroviária Federal. Naquele período as estações não foram projetadas levando em conta o fator acessibilidade, de forma que até os dias de hoje a estação possui apenas escadarias como forma de acesso.

A grande novidade para os passageiros da região é a intenção de reconstrução completa da estação de forma que o novo prédio possa atender todas as normas vigentes de acessibilidade, e estar dentro dos padrões esperados para uma estação moderna.

Projeto da nova estação Piqueri (STM)

A nova parada será construída em plataforma central. Os acessos de ambos os lados da via férrea serão reformulados e contarão com escadas fixas e rampas para a locomoção de passageiros com mobilidade reduzida. Esses acessos estarão ligados a uma passarela pública que permitirá a travessia de passageiros e cidadãos de forma segura.

O mezanino será instalado próximo à parte central da passarela e contará com uma nova linha de bloqueios, bilheteria blindada e SSO. Na área paga o passageiro vai dispor de escadas e de um elevador para chegar até a plataforma. Na área de plataforma estarão dispostos os sanitários da estação, além de um depósito que será utilizado na operação da estação.

A concessionária poderá explorar a estação comercialmente captando receitas acessórias. Segundo o projeto inicial, algumas áreas na passarela serão dedicadas para o aluguel de espaços que poderão abrigar pequenas lojas.

Antes da reconstrução da estação, a CPTM fará a adequação do acesso da rua José Peres Campelo através da implantação de uma rampa de acesso. Ao mesmo tempo, a MRS irá realizar a segregação de sua linha de carga nas proximidades da estação.

Com a reconstrução da estação uma grande área estará disponível na faixa de domínio. Neste espaço é previsto a instalação do pátio e estacionamento de Piqueri com espaço para até 4 trens do TIC de até 300 metros de comprimento. 

O site está fazendo uma análise dos principais investimentos previstos nas estações da Linha 7-Rubi com a PPP do TIC. Abaixo listamos os artigos já elaborados.

Total
20
Shares
7 comments
  1. A concessionária deveria reconstruir TODAS as estações da Linha 7, é ridículo o vão entre o trem e a plataforma da estação Vila Clarice, é uma falta de respeito com o passageiro que tem uma mobilidade considerada normal, quem dirá que tem mobilidade reduzida ou está levando um carrinho de bebê ou malas de viagem por exemplo. As únicas estações consideráveis boas são: Brás, Luz (que provavelmente não vão mais fazer parte da linha), Barra funda, Franco da Rocha e Francisco Morato.

  2. Na hora que sair o edital, tudo isso aí vai ser apagado. Igual o da linha 8/9, tiraram um monte de coisa.

  3. Parabéns pela matéria Jean Carlos.
    Pelo que entendi, a estação não terá escadas rolantes, apenas escadas fixas, é isso mesmo? Com todo investimento para modernizar a estação, seria um absurdo se isso acontecesse.

    Na matéria não se fala de prazo, por enquanto eh só projeto sem datas,certo? Abraço!

  4. A Estação deveria ser reconstruída mais próximo do Shopping Tiête Plaza permitindo até um acesso direto ao shopping valorizando a região e ajudar na geração de empregos.

  5. Pátio para manobras e composições fora de serviço, a CPTM deveria utilizar o pátio de Jundiaí Paulista. Além disso o Estado deveria reaver o Complexo Fepasa em Jundiaí para utiliza-lo novamente como oficina para montagem e manutenção de trens. Toda infraestrutura já existe, porém parece que o pessoal quer “fazer diferente” isso nos faz pensar “muitas coisas”

Comments are closed.

Previous Post

Metrô irá substituir pisos de nove estações da Linha 3-Vermelha

Next Post

Enquanto obras seguem em suspense, Linha 15 tem terrenos desapropriados até Jacu Pêssego

Related Posts