Globo e César Tralli dão show de desinformação em crítica às obras da Linha 2-Verde

Em mais uma matéria clichê, jornal SP1 afirmou que extensão do ramal de Metrô deveria ter ficado pronta em 2013, antes da própria assinatura dos contratos
Projeção da plataforma da estação Dutra, da Linha 2-Verde (Tetra)

O roteiro já é mais do que conhecido e típico do jornalismo preguiçoso que muitas vezes afeta a maior rede de TV do Brasil: mostra-se um atraso numa obra, entrevistam-se pessoas afetadas por isso, explica-se o que deveria ter sido feito, ouve-se o governo e por fim vem a velha expressão de indignação do apresentador do telejornal. Nesta sexta-feira, 25, no entanto, os protagonistas dessas “reportagens clichê” passaram da conta.

Ao tentar criar a conhecida repercussão negativa sobre o atraso de mais uma obra do Metrô de São Paulo, o jornalista César Tralli soltou um absurdo: as obras da extensão da Linha 2-Verde após Vila Prudente deveriam ter ficado prontas em 2013, segundo ele.

Para o jornal SP1, o Metrô deveria ter concluído a obra antes mesmo da assinatura do contrato, que ocorreu em 2014, ou seja, no ano seguinte. A reportagem foi além: misturou assuntos ao citar uma licitação que foi anulada nesta semana como pretexto para justificar a crítica aos atrasos. Só que o certame em questão, de número 40208212, é de 2008 e envolve um serviço que nada tem a ver com a extensão da Linha 2 e sim com a via permanente do trecho entre Alto do Ipiranga e Vila Prudente e que já está em operação há uma década.

O SP1 cita o Tribunal de Contas do Estado como fonte para a data de 2013, mas ignora-se onde o telejornal viu tal informação. No painel que o TCE disponibiliza ao público, e que foi citado por um artigo do site nesta semana, não há qualquer menção a esse ano, apenas a paralisação de alguns contratos em outubro de 2014, um mês após sua assinatura.

A licitação de extensão da Linha 2-Verde foi lançada em agosto de 2012 ainda como Linha 15-Branca, por conta de uma manobra burocrática do Metrô para viabilizar o monotrilho da atual Linha 15, então chamado de Linha 2. No entanto, o processo de seleção dos consórcios teve idas e vindas e só foi resolvido dois anos depois. O governo do estado inclusive conseguiu viabilizar junto ao BNDES um empréstimo de R$ 1,5 bilhão na época, porém, a situação econômica do país já estava em declínio e a gestão Alckmin decidiu congelar o projeto e se concentrar nas obras em andamento.

O apresentador César Tralli no SP1: obra entregue antes de ser contratada (Reprodução)

Felizmente, os processos de desapropriação seguiram em frente e hoje quase toda a área necessária para a construção das 13 novas estações está liberada ou em vias de ser repassada ao estado. Caso contrário, haveria mais atrasos no início das obras, que ainda estão em ritmo lento de fato, mas nada muito diferente de outros projetos de metrô subterrâneo. De correto, o jornal afirmou que a obra encolheu. De fato, a gestão Doria priorizou o trecho entre Vila Prudente e Penha e que deve ser entregue entre 2025 e 2026. A chegada em Guarulhos, por sua vez, ficará para uma segunda fase ainda sem previsão.

Os primeiros canteiros estão começando a ser montados e o consórcio que fará a escavação dos túneis está perto de encomendar o “tatuzão” que será usado. O governo, no entanto, espera pela liberação de um financiamento no exterior no valor US$ 550 milhões (cerca de R$ 3 bilhões), mas que depende do Cofiex, órgão federal que analisa a proposta.

Checagem dos fatos

Este site lamenta que uma das maiores empresas de comunicação do país, com uma equipe numerosa de jornalistas, produza uma reportagem tão pobre e mal apurada. Erros acontecem em qualquer redação, mas essa postura das reportagens dos telejornais da Globo é mais do que conhecida, como dissemos. Os repórteres parecem instruídos a provocar os passageiros e moradores a falar mal do governo, relatar suas dificuldades para fornecer justificativa para as críticas. Curiosamente, em muitos casos isso acaba não ocorrendo ou tendo efeito contrário, com elogios e reconhecimento pelo serviço.

O trecho que será construído, segundo o governo

A impressão é que ao SP1 só interessava uma manchete polêmica ao bater na tecla de que a obra está atrasada “7 anos” quando praticamente está começando. Mesmo que tivesse seguido em frente em 2014 possivelmente as primeiras estações estariam perto de serem entregues caso não fossem afetadas por imprevistos, o que é comum nesse tipo de empreendimento, infelizmente.

A cobrança da imprensa é fundamental para que obras assim sejam tocadas dentro das expectativas, mas isso não significa distorcer a realidade e produzir mais desinformação. Já não bastam as fake news que afetam sobretudo a grande imprensa e agora temos que conviver com ela mesma contribuindo para mais confundir do que esclarecer. É para se lamentar.

Total
226
Shares
40 comments
  1. o SP1 é até de boa, chato mesmo é aquele rodrigo bocardi e o jornal dele pela manhã. ali é um sensacionalismo total, critica até quando tudo está funcionando.

    1. Não defendo globo nem ninguém…massss eles são os únicos que dão voz aí povo… Se eles são sensacionalistas vcs são o que? Coitados? Pq tem obra do metrô que era pra copa…do Brasil…vamos fazer o monotrilho…mais barato…externo…mais rápido…pelo amor de Deus! Vcs são mais um dos rostos do que é o Brasil… ineficiência, falta de planejamento, zero comprometimento com prazos e valores e ainda tentam sempre se fazer de vítima! Parabéns…continuem assim cavando túneis que ajudam nosso país ir mais e mais pro buraco!!!

      1. só esqueceu que, quando convém, a globo é bem amiguinha do governo. nessas horas ela se esquece de dar “voz ao povo”

  2. Bom, muito longe de mim querer defender a globo, mas basta dar uma olhada naquele famoso infográfico do Terra lá do início da década de 2010 que a gente vê que a expansão da linha 2 até a Dutra era prometida pelo GESP para 2017. Até agora, muito menos do que era prometido à época foi entregue. Enfim, acho muito justo alguém reclamar de atraso na entrega do metrô em SP, pois raramente os prazos são cumpridos.

    1. Perfeitamente, você nota que desde aquela época eles já divulgaram uma data e hoje pouco foi feito, ou seja, o SP1 não mentiu totalmente. E eu acho justo eles exporem isso tudo, alguém tem que reclamar e mostrar revolta com atraso dessas obras que são absurdas, absurdas demais.

      1. Exatamente, Alberto Júnior! Não dá pra passar pano nesse desgoverno PSDBista e em suas falsas promessas. O SP1 pode ter falado uma previsão errada da linha 2, mas nós sabemos perfeitamente que ela está muito atrasada! Longe de mim querer defender a Globo, que sempre mostrou uma clara preferência pelo PSDB, mas ela não está criticando injustamente esse atraso.

  3. Artigo otimo. Quisera tivesse tantas visualizacoes quando a audidiencia da reportagem da TV que foi tao boa quanto fake news.

  4. Ao invés de vocês se indignaram com uma matéria de jornal.

    Vocês deveriam trabalhar! Nenhum tipo de atraso é tolerável, ainda mais sendo um atraso de um servico tão essencial a população.

    Portanto vergonha na cara e vão trabalhar!

  5. Inimigos dos metroviários;
    Bocardi
    Russomanno
    Datena
    Tralli
    Criticam sem saber do que estão falando, só pensam em fazer sensacionalismo barato

  6. Ricardo a imprensa é assim, fala mal, fala mal, repete todos os dias criticando, ai o cidadao de tanto ouvir criticas destrutivas, ele nem conhece a pessoa ou sistema criticado e ele passa a odiar. Isso recai sobre os empregados que ali estao na linha de frente, que são humilhados , provocados, xingados, ofendidos e etc.

    Mas penso assim, se o estado, prefeitura fosse dirigido por jornalistas, seria a coisa melhor do mundo, pois eles sabem tudo, conhecem tudo, tem solução pra tudo, especialmente esses da globo.

    1. Esse argumento não faz sentido Leonardo. Pois seria a mesma coisa(que eu já vi muita gente criticando isso) que um crítico de música ao ser indagado, ao fazer uma crítica negativa a uma banda ou artista, o por que dele não fazer uma obra melhor. O crítico de música está ali justamente, como o nome da profissão dele indica, criticar, falar o que ele achou do disco, seja para o “bem” ou para o “mal”. Se fosse para ele fazer as músicas, ele teria escolhido ser musico. A mesma coisa serve para o SPTV, o Cesar Tralli ou qualquer outra pessoa dentro do setor de jornalismo da Globo é um jornalista, não engenheiro ou pedreiro.

  7. Ai me poupe né, o que mais repugna a gente é o atraso do governo junto ao metrô em relação as obras, o SP1 mentindo ou não, o fato é que realmente todas essas obras estão atrasadas, talvez não pelo que o SP1 disse, mas que estão, estão!
    Não estou defendendo esta reportagem, só que ela não me revolta e sim ao atraso em todas as obras do metrô e CPTM.

  8. Eu vi a reportagem hoje e disseram claramente que era 2014…vcs deturparam tudo….para maior transparência vcs deveriam linkar a.reportagem no site

  9. Outro dia a Globonews fez uma bobagem parecida em relação às obras de despoluição do rio Tietê. Foi desmentida na hora por André Trigueiro, que estava no estudio e corrigiu a informação ao vivo.

    1. Verdade meu amigo Ed, esta rede globo eh nojenta mesmo ! Novos estudos do rio Tiete acharam melhoria em cerca de 8 medidores e somente 2 com indices piores e a rede globo colocou uma chamada enorme como se tudo tivesse piorado no rio Tiete ! gastaram um tempao falando besteira de tudo e todos, atirando para todo lado e somente no final falaram dos indices que tinham melhorado ! muita desinformaçao mesmo !

  10. A linha 4 que o diga, metro demora mesmo todas estações que se passa com meia duzia de pessoas trabalhando, é construtora que fali, toda vez a mesmo conversa não gastem tempo arrumando desculpas apenas cumpram oq vo6 se comprometem a fazer

  11. Esqueci, fora o valor que nunca bate a conta , me poupe , não vou pesquizar não estou a fim, tem um pais ai que abriu um túnel em uma montanha , rochosa , 7 anos , mas entregaram a obra sem um centavo a maos e até os segundos pra entrega foi cumprido vergonha , mas esse Brasil já era mesmo, só gente sem palavras e muito blábláblá.

  12. Francamente? Independe de erros na matéria ou não, é unânime que a gestão de obras e de serviços publicos em geral em SP (e Brasil) é horrível, não pelo profissional que está na linha de frente da obra ou no atendimento ao público, mas da gestão incapacitada, muitas vezes corrupta, ineficiente e desrespeitosa com o pagador de impostos. Basta comparar como as coisas andam em outros países. Sua indignação está errada, provem que são competentes e terão o apoio da população, o resto é bla bla bla!

  13. Problema q falando assim os Bolsominions vão dizer q a Globo está “mentindo” qdo na verdade nao está, está apenas passando uma informação mal apurada. Eles nao entendem a diferença disso pra uma Fakenews

  14. Ah tá! Agora parece melhor. Licitação lançada em 2012 e PREVISÃO da primeira estação para 2025! A reportagem pode até ter errado os anos e é fundamental corrigir, mas isso não muda a mensagem. Como sempre a boa e velha má gestão que arrasta por anos qualquer obra pública e coloca rios de dinheiro do ralo.

  15. Mais não está em.atraso as obras porque moro aqui na Penha e já muitos anos q já destruíram as casas para ser a estação é nada até hoje isso 7 anos nesse 7 anos Não deu para fazer nada agora vamos tem que esperar ate 2026 mais 6 anos de obras que não começaram

  16. a premissa da matéria é que a globo faz um jornalismo idôneo, e que não produz “fake news”. não sei nem por onde começar…

    é nessas que fica claro que muita gente fala mal da globo, mas poucos colocam o discurso em prática e verdadeiramente deixam de levá-la a sério, ou mesmo de assistir

    1. Ahhhh esses bolsominions que são capazes até de defender os constantes atrasos do PSDB pra construir metrô só pra ser contra a globo… detalhe que a globo adora o PSDB.

  17. Se eles erraram em não checar as informações corretamente, pelo menos informam que há atraso, e isso existe sim.
    Aqui o erro é essa matéria chapa branca, lambendo as botas do metrô, é vergonhoso.

  18. Sim… Eles erraram… Era para ficar pronta em 2012 até a Penha. Vergonhosa essa matéria. Ao invés de assumirem sua incompetência colocam a culpa em outros. Ainda existem pessoas que são bem informadas e lêem. Eu particularmente moro ao lado de uma futura estação dessa linha que era prevista para ficar pronta em 2016

  19. Bizarro o artigo citar a reportagem da Globo como o problema, e não as promessas sem pé nem cabeça do governo estadual. Alckmin, Doria e cia. fazem previsões completamente fora da realidade sobre as obras, e a culpa é de quem cobra? Concordo que pode haver uma certa falta de profundidade nas reportagens, mas não deixa de ser consequência das promessas dos governantes eleitos. É obrigação da Globo falar que o metrô não vai ficar pronto pra quando é prometido, ou do governo de não fazer promessa vazia?

    A Globo é ruim. Faz matérias péssimas e sem profundidade alguma. Mas só faz isso porque o governo estadual dá munição: anuncia obra com previsão irreal de entrega, atrasa, superfatura e entrega abaixo do esperado.

    Alckmin, Doria e o PSDB, que comanda o estado há 25 anos, que devem ser cobrados. Assim parece só um site de apoio ao governo estadual (o que eu sei que não é verdade). Cobremos promessas realistas, não julguemos quem cobra quando o prometido não é cumprido.

  20. Da forma como está colocado no título, fica-se com a impressão que se está divulgando inverdades sobre os atrasos, quando na verdade o editor passou algumas informações mal apuradas, senão vejamos nas seguintes matérias já publicadas neste blog com as respectivas datas;

    “Metrô e CPTM têm 42 projetos atrasados ou paralisados, diz TCE” 22/9/20
    O Tribunal de Contas do Estado (TCE) divulgou a lista de obras e projetos do estado que estão atrasados, em um montante de cerca de R$ 50 bilhões em contratos dos quais quase R$ 40 bilhões envolvem o transporte sobre trilhos.

    “Saiba o status das obras de expansão do Metrô e da CPTM” 13/2/20
    Nesta matéria ficou demonstrada os inúmeros adiamentos e cancelamentos de linhas, a planilha publicada representou exatamente a má gestão que o TCE alegou, portanto não deveria existir nenhuma surpresa aqui!

    Os planejadores vem colecionando fracassos com sucessivos erros de planejamento ignorando o “Plano diretor”, divulgando e iniciando novas linhas de forma concomitante sem concluir as que estão iniciadas, invertendo prioridades, fazendo politicagem com os projetos, desperdiçando o dinheiro público.

  21. De fato, pelo planejamento inicial, nesse momento já era para a Linha 2 estar em Guarulhos.

    Contudo, se isto tivesse sido cumprido, sabem sobre o que agora um monte de gente aqui (inclusive a Globo), e eu também, estaria dizendo/reclamando?

    Sobre a superlotação e saturação excessivas da linha! Sobre o desconforto absurdo. Sobre o caos diário em que ela se transformou! E sobre como a Linha 2 conseguiu se tornar pior do que a Linha 3 de hoje.
    Enfim… tomem cuidado com o que pedem, porque podem conseguir!

    Nem sempre a melhor solução é ficar batendo na mesma tecla. É preciso decidir se queremos metrô por metrô, ou se desejamos ter MOBILIDADE de fato. Não adianta só ficar escavando túneis da Linha 2 em Guarulhos (e gastando bilhões e mais bilhões de reais com isso) enquanto a Linha 19 avança de forma extremamente lenta!

    Aliás, espero que o home office continue mesmo sendo uma tendência, assim evitamos mais caos desnecessários nas linhas, no presente e sobretudo no futuro após o “retorno do normal de sempre” com uma provável vacina contra o SARS-Cov-2 (novo coronavírus).

Comments are closed.

Previous Post

Fundações da ampliação da estação Santo Amaro são iniciadas

Next Post

Metrô diz que Justiça liberou contrato de fabricação de trens da Linha 17-Ouro

Related Posts