Obras do People Mover de Guarulhos terão início pela estação da CPTM

Segundo concessionária, consórcio AeroGRU está em fase de detalhamento de projetos e execução do canteiro de obras. Prazo de construção é de até 24 meses
O People Mover de Guarulhos começará as obras ao lado da estação da CPTM (AeroGRU)

Após três anos de seu anúncio, o People Mover do Aeroporto de Guarulhos, enfim está virando realidade. Revelado como solução de mobilidade para ligar os três terminais do aeroporto com a Linha 13-Jade da CPTM pelo ex-governador João Doria (PSDB) em maio de 2019, quando ainda mantinha uma relação amistosa com o presidente Jair Bolsonaro (PL), o sistema passou por vários adiamentos e discussões antes de ser aprovado pelo governo federal e o TCU.

Agora, o consórcio escolhido, o AeroGRU, começou de fato os trabalhos para concretizar sua implantação. Segundo a GRU Airport, concessionária que administra o aeroporto, o sistema automatizado de transporte “está em fase de detalhamento de projetos e execução do canteiro de obras”.

Com prazo de entrega de até 24 meses, o People Mover deverá ficar pronto, portanto, no primeiro semestre de 2024. As obras terão início pela área ao lado da estação Aeroporto Guarulhos, da CPTM, informou a concessionária ao site.

O governo do estado, como se sabe, construiu uma larga passarela sobre a Avenida Hélio Smidt já com espaço para a estação do People Mover – hoje a área está fechada com um parapeito. Mas em vez de oferecer o sistema automatizado a partir de 2018 (data da inauguração da Linha 13), a GRU Airport acabou colocando ônibus gratuitos que partem de um mini-terminal no nível térreo do acesso.

O sistema de Guarulhos terá viagens de até 6 minutos (AeroGRU)

Das quatro estações previstas no projeto, a que mais exigirá intervenções será a que ficará na frente do Terminal 2, o mais movimentado do aeroporto. Como mostram imagens produzidas por computador, o People Mover fará uma parada na altura do mezanino do terminal, que é a edificação de passageiros mais antiga de Guarulhos. Já os terminais 1 e 3, mais recentes, terão paradas na parte mais externa, onde não há tantos fatores complicadores.

O People Mover de Guarulhos usará o sistema pneumático desenvolvido pela Aeromovel, do Rio Grande do Sul. Ele consiste em veículos desprovidos de propulsão já que eles se movimentam por meio de uma espécie de “vela” instalada no interior das vias. Nesse duto o ar comprimido é bombeado por motores estacionários, fazendo com o que a composição se movimente.

A princípio, serão construídas três unidades baseadas no APM Auster da Marcopolo Rail, fornecedora parceira do projeto. Para permitir viagens com intervalos de até 6 minutos existirá um by-pass no meio do percurso, feito na maior parte por apenas uma via. Nesse ponto será instalado uma via auxiliar por onde um dos trens poderá contornar o trecho em que estará o segundo trem.

Além de Guarulhos, o Aeromovel também funciona em outro aeroporto, o Salgado Filho, em Porto Alegre, com dois veículos e cobrança de tarifa – em São Paulo ele será gratuito.

O People Mover de Guarulhos será fabricado pela Marcopolo
Total
1
Shares
2 comments
  1. Excelente notícia!!!
    O próximo passo é a extensão da linha 13 até o bairro de bonsucesso!!!

Comments are closed.

Previous Post

Sob gestão da ViaMobilidade, estado de várias estações e trens das linhas 8 e 9 segue precário

Next Post

A poucos dias de “estreia real”, estação Mendes-Vila Natal ganha mais trilhos

Related Posts