CPTM Destaques Linha 13

Serviço Expresso Aeroporto tem média de passageiros que não ocupa os assentos de um ônibus

Ligação expressa da Linha 13-Jade da CPTM entre a estação da Luz e o Aeroporto de Guarulhos tem transportado uma média de apenas 308 passageiros por dia em 10 viagens
Um ano depois de estrear, serviço Expresso Aeroporto tem baixíssima adesão (CPTM)

Um ano após ser implantado, o Expresso Aeroporto, ligação direta entre as estações Luz e Aeroporto Guarulhos, da Linha 13-Jade da CPTM, tem transportado em média somente 31 passageiros por viagem, segundo dados obtidos pelo site junto à companhia. Trata-se de um número de usuários que não chega a preencher os assentos de um ônibus comum, um contraste imenso com os trens utilizados nesse serviço e que têm capacidade para até 2.600 passageiros, contando quem viaja em pé.

Em outras palavras, é como se fosse necessário realizar apenas três viagens durante um mês inteiro para dar conta de toda a demanda do serviço, que teve seu melhor momento em julho quando 7.628 passageiros embarcaram nas dez viagens diárias – cinco em cada sentido.

Ao contrário da Linha 13-Jade como um todo, que tem apresentado uma demanda crescente (embora muito distante da capacidade nominal), o Expresso Aeroporto tem oscilado sempre em torno de 300 usuários por dia útil. A melhor média este ano foi obtida em janeiro com 338 passageiros, segundo dados da CPTM.

A falta de interessados em utilizar o serviço expresso pode ter diversas razões. Uma delas pode ser o fato de o trem parar longe dos terminais, mas esse problema também afeta o serviço normal e o Connect, extensão até o Brás.

A escolha da estação da Luz, no entanto, favorece a conectividade do serviço por ser mais fácil chegar ao local de partida dos trens. São quatro linhas operando na estação, duas delas de metrô, o que em tese torna a viagem rápida e com poucas trocas de trem. Por falar em velocidade, eis aí seu maior trunfo: o trajeto de cerca de 24 km é feito em 35 minutos mesmo com as restrições de velocidade em boa parte das vias. Ou seja, é uma forma muito mais veloz de chegar ao Aeroporto de Guarulhos, mesmo que seja necessário tomar um ônibus gratuito para chegar aos terminais.

A questão da tarifa, no entanto, pode ser uma das causas da falta de atratividade do serviço. Embora o custo seja bastante baixo comparado a outros modais (R$ 8,60), o bilhete só pode ser adquirido na bilheteria exclusiva na estação da Luz e com pagamento em dinheiro em espécie. Outra possível dificuldade é o fato de os trens não circularem em horários mais movimentados para não prejudicar as linhas 11-Coral e 12-Safira que “emprestam” suas vias para o serviço. Com isso, uma boa parte da demanda é desperdiçada, possivelmente – as partidas de Guarulhos ocorrem às 9h, 11h, 13h, 15h e 21h enquanto na estação da Luz os trens saem às 10h, 12h, 14h, 16h e 22h.

Serviço entre as estações da Luz e Aeroporto Guarulhos custa R$ 8,60 e possui 10 partidas, cinco em cada sentido

Outra hipótese pode estar ligada à falta de publicidade do serviço e de ações que incentivem seu uso. A venda de bilhetes integrados ao serviço comum em outras estações, por exemplo, facilitaria o planejamento e o tempo gasto para acessar o Expresso Aeroporto. A possibilidade de pagamento por meios eletrônicos como cartões de crédito também teria potencial de atrair turistas que visitam São Paulo.

E o futuro?

Lançado como bandeira eleitoral do ex-governador Geraldo Alckmin, o Expresso Aeroporto deveria ser a resposta tardia a diversos projetos ambiciosos de conectar o aeroporto internacional, o maior do continente, com a região central da capital e sua malha metroferroviária. Um desses projeto foi a finada Linha 14-Onix idealizada na década passada como um serviço expresso conectando a estação da Luz a uma futura estação em frente ao atual terminal 2 de Guarulhos. Com viagens realizadas em apenas 20 minutos, a linha seria uma concessão privada e teria um preço na época de R$ 30,00 e intervalos de somente 6 minutos, mas em 2013 Alckmin cancelou o projeto em favor da Linha 13-Jade.

Após a concessão do aeroporto para a iniciativa privada, os planos de levar a Linha 13 até uma estação próxima aos terminais foram alterados porque a GRU Airport preferiu não liberar a área pretendida. Em vez disso, se comprometeu a construir um “people mover” que levaria os passageiros até a atual estação Aeroporto Guarulhos, mas o projeto só ficou no papel. Neste ano, o governador João Doria anunciou a retomada desse projeto com recursos federais, mas até o momento não há informações sobre seu andamento.

Já a Linha 13 acabou sendo “desviada” no sentido centro para ampliar sua conectividade, porém, sem que obras de melhorias nas vias e sistemas fossem realizados, o que deve ocorrer nos próximos anos. Até lá, o Expresso Aeroporto pode continuar vivo, mas seria mais sensato que o governo implementasse alguma estratégia para que os trens possam ser melhor aproveitados em vez de desfilarem com apenas 30 pessoas a bordo.

Atualizado em 31 de outubro: nesta manhã, a CPTM enviou uma nota sobre a matéria, mas sem esclarecer quaisquer das dúvidas que o site encaminho na segunda-feira. A companhia apenas ressaltou o fato de ter transportado mais de 60 mil pessoas até setembro, número que representa menos de 2% do volume de passageiros que utilizaram a Linha 13-Jade no mesmo período.

Vale lembrar que cada viagem de um trem do Expresso Aeroporto gera de receita bruta para a CPTM em média R$ 267,00 (31 pagantes vezes a tarifa de R$ 8,60), pouco mais que uma corrida de táxi até o aeroporto.

Eis a nota da CPTM:

Mais de 60 mil pessoas utilizaram o serviço Expresso Aeroporto de janeiro a setembro e a CPTM prevê o crescimento gradativo da demanda, como já vem ocorrendo na Linha 13-Jade. 

Quanto à tarifa, vale lembrar que o serviço expresso é opcional. Os passageiros contam também com alternativas para chegar à Estação Aeroporto-Guarulhos. O serviço Connect disponibiliza trens partindo do Brás pelas linhas 11-Coral e 12-Safira e ainda é possível seguir para o aeroporto pela Linha 13, no serviço regular, a partir da Estação Engenheiro Goulart, usando as transferências gratuitas nas linhas do Metrô. São opções que levam ao aeroporto com a tarifa de R$ 4,30, ou seja, com apenas um bilhete.

Com relação à ligação da Linha 13 aos terminais do aeroporto, o projeto está sob a responsabilidade da GRU Airport“.

Área de embarque na estação da Luz: viagem em apenas 35 minutos

About the author

Ricardo Meier

É um entusiasta do assunto mobilidade e sobretudo do impacto positivo que o transporte sobre trilhos pode promover nas grandes cidades brasileiras. Também escreve nos sites Airway (aviação) e AUTOO (automóveis).

40 Comentários

Click here to post a comment
  • É necessario que esse expresso seja melhor divulgado E TAMBEM que seja aceito cartoes de credito pra comprar esse bilhete. Como que um gringo – um dos maiores potenciais Usuários desse servico, ja que os 8,60 em dolar/euro nao sao nada – pode usar o servico se ele nem tem como comprar um ticket?

    Já por duas vezes recebi pessoas de fora na empresa em que trabalho que chegaram em guarulhos num horario em que faria total sentido ter pego esse expresso, mas nao pude recomentar o servico porque eles simplesmente nao tinham dinheiro trocado em reais? Absurdo.

    Eles precisam urgentemente corrigir esse servico ou entao corta-lo para aumentar a frequencia do Connect. Mas deixar como está nao dá.

    • Com esse valor abusivo quem vai usar. Luz para estudantes a tarifa é única. Deveriam de investir no connect, que já deveria funcionar o dia inteiro. Sem contar que o trem connect, já vem cheio de Engenheiro Goulart, e eles não pedem para todos desembarcarem, para que o trem posso voltar p o Brás, ou seja que está no terminal esperando acaba indo em pé por falta de organização.

  • Esse serviço tem que ser cancelado. Aliás, a linha 13 não deveria existir. Um BRT daria conta da demanda.

    • Oi Doria, tudo bem?

      No atual estágio BRT daria conta sim ,mas vale lembrar que existe a chance da Linha ser expandida Guarulhos a “dentro”, outra maneira de se aumentar a demanda seria construir uma estação antes da CECAP, que seria excelente para os moradores da região.

      BRT deveria ser um transporte utilizado apenas em cidades de médio porte, é um crime implanta-lo na RMSP.

  • O serviço expresso deveria ser feito por automotrizes que sao trens formado por um ou dois carros de passageiros que sao mais adequados a esse tipo de serviço ao invés de colocar um trem convencional com oito carros que tem apenas 5% do seu espaço ocupado e o mais adequado seria levar o serviço a partir da estação Brás pois a cptm teria mais condiçoes de ampliar os horários do expresso sem interferir na linha 11

  • Sou usuário frequente do aeroporto de Guarulhos e moro perto de uma estação da Linha 4. Ou seja, esse serviço poderia ser muito conveniente para mim. Mas raramente consigo usar por causa dos horários limitados. Além de não combinar com os horários dos voos, o medo de chegar na estação Luz e ter perdido por perto o serviço, e ter que voltar para Tatuapé para pegar o ônibus, me leva a nem tentar. Se fosse um serviço de metrô normal, com viagens a cada 15 ou 20 minutos, usaria com certeza. (Além disso, concordo que o método de pagar o bilhete é um absurdo de inconveniente e, obviamente, não ir até o terminal é crime pelo qual o Alckmin deve ser desqualificado de jamais concorrer em qualquer nova eleição.)

  • Esta linha do jeito que está não serve direito para quem vai para o aeroporto e nem grande parte da população de Guarulhos. O melhor é estender esta linha até Arujá ou Santa Isabel. Duvido que a GRU Airport fará o people mover. Utilizei o serviço de transfer do terminal 2 até a estação de trem. Fui de pé. É desconfortável, principalmente se estiver com malas e não é bom para pessoas com mobilidade reduzida. Não entendo como o Governo do Estado de São Paulo não entrou na Justiça para poder fazer esta linha até dentro do aeroporto.

  • Boa noite , as coisas dependo do ângulo que ambas as pessoas veem , será que o trem e muito grande pra levar poucas pessoas , ou o país tá em crise e o povo não tem dinheiro pra viaja , lota os vagões …um ótimo dia a todos ….

    • se você fosse no aeroporto vc ia ver que o povo tem mt dinheiro pra viajar, a diferença é q pegar um uber ou ir de carro é mais vantajoso

  • Deveria interligar até o terminal São João, desta forma maior parte da população necessita pegar uma condução ou duas de ônibus pra chegar na estação…

  • Já seria um desperício se operasse com 4 carros da série 7000… seria melhor que ele virasse parador, integrado a linha 13, podendo até ter a mesma escala horária do Expresso, porém sem a tarifa adicional. Aumentaria e muito a demanda.
    A linha 13 tem ainda demanda reprimida, devido ao intervalo praticado. Com esses horários do Expresso no parador, seria um impulso a mais para aumentar a confiança na linha.

  • Pra mim, o principal problema é a tarifa de 8,60 R$, sem nem poder usar o bilhete (BOM/Bilhete Único). Isso é bizarro. Compensa mais fazer as baldeações.

  • É claro que esse serviço expresso da luz até Guarulhos, não iria dá certo, até eu que não sou especialista no assunto já sabia….
    Qua foi a parte que eles não entenderam, Guarulhos precisa de metrô, temos por direito pagar o mesmo valor de passagem que todos pagam, pq temos que pagar mais caro??
    Esse serviço é uma vergonha, só foi pensado e feito, para quem vai viajar de avião?? E o restante da população, como fica??
    E a linha jade, tem muito há melhorar, espero que façam a segunda fase logo..
    A população de Guarulhos está cansada de sofrer

  • Um expresso que leva a lugar nenhum, criação de um governo PETISTA que por birra com o PSDB nada fez e pouco se importou com os brasileiros, se pelo menos esse trem fosse até a estação da luz.
    Sorte nossa que esse bandido líder do PT está preso, e que seja por longos anos!!!

  • Pra mim essa é a linha que não liga nada a lugar nenhum, com essa extensão deveriam usar trens da serie 7000/7500 divididos em 4 carros e não 8.

  • Vergonha vergonha, cadê o metrô que prometeram, é claro que esse expresso não teria grande demanda até eu que não sou especialista, já sabia disso…
    O que Guarulhos precisa é de um metro e que ele chegue até às periferias Pq atos Dumont, São João e bom sucesso, aí sim vai aumentar os usuários, e temos o direito de pagar o mesmo valor da tarifa que todos pagam. Fizeram esse vc serviço vc expresso só pra quem vai viajar de avião e nós da periferia de Guarulhos, não temos direito a uma condução decente?? Muita decepção… engraçado deixam muito a desejar e depois ainda reclamam….e essa linha Jade tem muito que melhorar, no mínimo precisa chegar até os nossos bairros, já que não temos metrô?

    • Essa linha é considerada como qualidde de metrô, apesar de ser administrada pela CPTM. E outra, quem usa os serviços comum e Connect paga o mesmo valor de tarifa sim.

      • Essa tal tatiana (que publicou pelo menos 4 comentarios na pagina) provavelmente nunca usou a linha mas está aqui reclamando. Nao sabe nem o preco da passagem!

        Há apenas custo extra para o tal trem expresso. A Linha 13 custa o mesmo que qualquer outra linha.

        • Já utilizei esse serviço algumas vezes e acho excelente o custo benefício.
          Gasto R$8,60 para estar no aeroporto em 35 min. De Uber gasto mais de R$50,00.
          As questões são os horários espaçados e não ter nos finais de semana.

          • Utilizei esse serviço algumas vezes e acho excelente o custo benefício.
            Gasto R$8,60 para estar no aeroporto em 35 min. De Uber gasto mais de R$50,00.
            A questão são os horários espaçados.

            Penso que poderia ser mais divulgado. Eu sempre recomendo.

            Talvez pudesse ter uma linha que levasse os moradores de Guarulhos
            até o terminal e eles fizessem conexão. Não sei se já existe.

  • Eu quero é mais…
    Fizeram esse transporte, só para quem vai viajar de avião e não pensaram em quem vive na periferia de Guarulhos e que precisa de um metrô, um transporte decente, isso é castigo, por não fazer um serviço completo e para todos.
    Por isso que estão no prejuízo, sem lucro com esse transporte expresso..
    Se depender de mim, vai fechar as portas pq eu não pago esse valor de 8,00, é um absurdo, pq temos que pagar mais caro, se o serviço do metrô é muito melhor e mais barato???

  • O problema é mais simples do que parece. Demanda há, até porque a marginal e a Ayrton Senna estão saturadas no horário de pico, ninguém mais quer ficar quase 2 horas pra chegar na região central por causa do trânsito engarrafado.

    O que precisa ser resolvido:
    1. liberar o uso do Bilhete Único/BOM para acesso ao serviço.
    2. Integrar com o sistema de bilhetagem da capital, permitindo compras de bilhetes por meio de aplicativos ou em qualquer guichê da capital.
    3. Reduzir o preço da viagem. 8 reais é surreal de pensarmos que ele não deixa dentro do aeroporto. Se quer ser competitivo, precisa baixar o preço, até mesmo aos que moram na região pois se for depender só daqueles que viajam de avião, o serviço nunca vai decolar.
    4. Fazer uma ampla divulgação do serviço na rádio/TV pois não é como uma linha de metrô que todo mundo fica sabendo pois precisa usar o serviço todo dia. As pessoas viajam na média uma vez ao ano, então ninguém é obrigado a saber que esse serviço existe.
    5. Fazer uma parceria com o GRU e companhias aéreas para divulgarem em seus terminais, materiais informativos e sites que há uma linha expressa até a região central da capital, assim os passageiros se sentem mais convidados a usá-la.

    E também as soluções que envolvem obras:

    1. Tirar do papel o People Mover o quanto antes pois a ideia de ter que pegar um ônibus além do trem desestimula muita gente (e essa foi a maior cagada do governo do Estado, não ter feito a estação dentro do aeroporto, mas sabemos como funcionou as coisas, né, coisas que só no Brasil mesmo).

    2. Extender a linha Guarulhos adentro para a linha ganhar um público diário e que assim a linha possa se sustentar a longo prazo.

    Nada de outro mundo.

    Principalmente a questão da bilhetagem, algo simples de fazer, mas que tem potencial elevado de atrair muitos passageiros.

    Essa linha tem muito potencial, como disse, ninguém mais quer ficar gastando uma eternidade na marginal, ela é necessária, essencial, apenas precisa ganhar um foco que faça com que ela deslanche de vez.

    • Concordo com tudo isso que foi falado. Porém, há também a questão da segurança, que necessita ser BASTANTE melhorada nestas estações envolvidas. Você chega em Guarulhos, com muitas compras suas do exterior, 2 malas grandes com risco de ser assaltado/roubado no destino final ou no caminho pode ocorrer, ainda mais se tratando que o destino final é em estação central de SP, MUITO movimento, dentre outros motivos. Correr o risco de perder tudo que comprou? Não dá. Alguns eu ouço por aí que falam bastante da questão da segurança, que não dá pra confiar, medo de acontecer algo. Em Uber ou afins é bem mais tranquilo,mais seguro. Mais caro, mas mais seguro. Se você vem só com 1 mala pequena, até dá, mais tranquilo/disfarçado. A idéia é muito legal, mas precisa ser BEM adaptada a realidade Brasil.

  • Amigão qual trabalhador desse país de merda que não tem nem um salário digno p seus cidadãos em sã consciência pagar 8.60 por dia 5x na semana .. sem contar os horários totalmente fora que esse trem tem… isso realmente é p quem vai viajar e tá atrasado só isso ! Esse país não melhora a situação do trabalhador em nada Só piora e depois publica uma notícia como essa como se.fosse culpa dos caras o trem não ser utilizado como deveria . ME POUPE … SE POUPE .. NOS POUPE!

    • Camila, aprenda a ler a matéria (e entender) e depois comentar. A leitura faz das pessoas melhores cidadãos.

      R$ 8,60 é o preço do serviço expresso. O tal “trabalhador que pega a linha 5x por semana” que voce citou já tem a opção de pegar o trem de R$ 4,30 – mesmo preço do resto da rede – para se locomover para qualquer estacao de qualquer linha da rede. A pessoa se quiser pode sair de jundiaí e ir até o aeroporto de Guarulhos pagando só os R$ 4,30.

      R$ 8,60 é o preco do serviço que “tenta” concorrer com o ônibus executivo, que custa R$40 reais, com um uber até o centro que facilmente passa dos R$60,00 e com um taxi que facilmente passa dos $100,00.

      Todos que estão comentando aqui nessa pagina concordam que essa linha está cheia de problemas e cada um tá dando seu pitaco com ideias pra melhorar a situação, porém o ideal é sempre ler E ENTENDER a materia antes de comentar!

  • Gente a linha que tem que aumentar é a connect aeroporto / Brás, vice versa.

    É uma linha lotada e tem poucos horários, eu não sei qual a dificuldade de planejamento e execução de fazerem isso.

    É ridículo o trem ir somente até a engenheiro Goulart…ninguém consegue entrar depois para baldear.

  • Se essa Linha Tivesse uma estação na Dutra seria muito melhor, Não iria precisar descer no terminal Cecap e depois pegar outro ônibus , bom essa linha também so foi feita por causa do aeroporto, se não tivesse o aeroporto Guarulhos nem teria trem ainda .

  • Esse serviço e linha de trem é uma piada, não atende em nada a população, horários limitados (quem vai ficar esperando 1h ou 2h para pegar um trem indo ou voltando do aeroporto) e pra completar é uma linha de trem para o aeroporto que NÃO chega no aeroporto!
    Deveriam usar composições menores e com maior frequência de viagens, além de integrar o ramal a, pelo menos, o principal terminal do aeroporto!

  • A CPTM teima em contrariar a lógica. O melhor e definitivo é está linha compartilhar o trecho da linha 12 naturalmente como parte do sistema e pronto. Mesma tarifa é pronto. Quanto ao transporte de interligação dos terminais da GRU ê questao do podet concedente usar sua autoridade.

    • Compartilhar com a problemática Linha 12, em todos os horários, naquele trecho zoado dela (Tatuapé – Eng. Goulart) vai dar sérios problemas. O que realmente deveria ter sido feito, era um caminho próprio para a linha até o Brás.

  • Utilizei o trem com conexão em Eng..Goulart e foi puro arrependimento: Entre esperar o ônibus + trajeto até a estação, foram mais ou menos uns 15 minutos. Já a espera pelo trem + saída do mesmo, uns 40 minutos, ou seja, quase 1 hora para sair do aeroporto.
    Pelo ônibus da EMTU, 30 minutos até o Tatuapé!
    Até então, furada ir de trem!

  • Eu acho que o maior problema é a mentalidade de que quem viaja de avião pode pagar tarifas abusivas.
    Todas as grandes cidades da Europa e USA tem trens entre o aeroporto e o centro da cidade.
    Aqui parece um favor: e só ver quanto cobra o ônibus Cumbica-Praça da Sé

  • Eu acho que o maior problema é o horário limitado. Se houvesse pelo menos mais um trem saindo de Guarulhos às 7h, seria MUITO mais interessante para a população que sai para trabalhar em SP, chegando no destino por volta de 8h…. Assim iria Bem mais cheio, mesmo com esse valor… Agora quem poderia utilizar esse serviço saindo de Guarulhos às 9h??… É um pouco mais difícil achar pessoas que trabalham depois das 10h…. a maioria das pessoas não utiliza os serviços justamente por causa disso…. Não faz sentido não ter pelo menos 1 trem para o horário de pico.

  • Claro, os horários não cobrem os principais horários que precisa! Uso sempre a linha Jade para o aeroporto e NUNCA consegui usar o expresso em função dos horárs super reduzidos. Fora isso é muito difícil encontrar informações sobre os trens e nem ao menos constam as linhas como opção no Google Maps, que é onde a maioria dos turistas iria consultar um trajeto para se locomover.

Airway